Radio Web InformaSom

domingo, 30 de novembro de 2008

Deu Urubu no jogo de ida pelas finais do Futsal do Rio

No primeiro jogo valendo o título pelo Estadual de Futsal Adulto Masculino 2009, o Flamengo suou para derrotar o Cabo Frio por 4x3, em confronto realizado na sexta-feira (28), no Ginásio do Grajaú Country Clube, no Rio. Ao Mengo bastará o empate, para ficar com o segundo caneco em sua história. Mas o atual bi-campeão carioca, vai lutar pela conquista inédita, apesar da vantagem rubronegra. Arthur, Michel, Silva e Sixel marcaram os gols do "Urubu". Rodriguinho, Alvim e Wellingtom fizeram os do Tricolor Praiano.
O jogo de volta acontece na próxima sexta-feira (5 de dezembro), às 20h30, no ginásio Aracy Machado, em Cabo Frio. Em caso de uma vitória cabofriense, o título será decidido na prorrogação, com o Cabo Frio jogando por um empate.
Atual bicampeão carioca, o Cabo Frio tenta conquistar o título do Campeonato Estadual pela primeira vez. O Flamengo foi campeão estadual pela última vez em 2003. A partir de 2004, as equipes do interior dominaram a competição, com o Tio Sam (Niterói); Poker/Petrópolis/Ikinha sendo bicampeão em 2005/06 e Teresópolis sendo o atual campeão.
Flamengo e Cabo Frio já se enfrentaram neste Estadual. As duas equipes estavam no grupo A da competição, na primeira fase. No jogo do turno, realizado na Gávea, o Cabo Frio venceu por 5 x 3 e no returno, em Cabo Frio, empate em 3 x 3. As duas equipes fizeram, ainda, uma das semifinais do Campeonato Carioca deste ano, no primeiro semestre. O Cabo Frio venceu as duas partidas: 2 x 0, em Cabo Frio; e 4 x 3, na capital carioca.
SOLIDARIEDADE - O Centro Esportivo Cabo Frio fará uma promoção para ajudar as vítimas das enchentes em Santa Catarina. Nesta segunda partida da decisão, que encerra o Campeonato, haverá recolhimento de mantimentos e roupas para serem enviadas à Defesa Civil catarinense.

Galo não perde por esperar no Carneirão

O Campo Grande derrotou o Quissamã por 1x0, na tarde deste sábado (29), no estádio Giulite Coutinho, em Edson Passos, no jogo de ida pelas finais do Campeonato Estadual da Terceirona. Se o Campusca ainda não perdeu para o Quissamã nesta competição, o Quissamã também é praticamente imbatível jogando no Carneirão. É lá que será decidido o título de campeão no jogo da volta. Uma vitória simples do Quissamã leva a decisão para as cobranças de tiros livres da marca do pênalti, porém a vitória por dois ou mais gols de diferença, será o suficiente para o time de Quissamã dar a volta olímpica no Carneirão.
Na última vez que o Galo da Zona Oeste jogou no Carneirão, segurou o empate e foi salvo por duas bolas bolas no travessão. Mas o torcedor alvianil ainda não esqueceu da goleada imposta pelo Quissamã por 6x1, no primeiro semestre pela Copa Rio. É com a expectativa de goleada, conquista de título inédito e muita garra, que o Quissamã vai entrar em campo na próxima quarta-feira. Um gol foi pouco, Quissamã vai cozinhar o "Galo" no Caldeirão.
Os dois clubes têm histórias bem diferentes. Enquanto, os quissamaenses buscam a afirmação no cenário Estadual, a estréia na Segundona em 2009 e o título inédito na Terceirona, o Campuscão volta a ressurgir no futebol carioca após muito tempo esquecido e jogando um futebol semi-amador na Terceira Divisão do Rio.
E com base nos números favoráveis, o técnico Paulo Henrique passou tranquilidade no vestiário após a derrota considerada "normal", vai liberar a rapaziada para curtir o fim de semana com a família e só na segunda-feira volta a pensar no Campo Grande. Chegou a hora do Quissamã colocar o favoritismo na ponta da chuteira e acabar com a sequência de três jogos sem vencer o Campo Grande.
Apesar da derrota, Paulo Henrique está otimista. “Nós passamos todas as fases em primeiro lugar e isso nos deu a vantagem de jogar a primeira partida decisiva na casa do adversário e decidir em nosso estádio com a força da nossa torcida. Temos quase 100% de aproveitamento em casa e os números mostram que realmente é difícil ganhar da gente em Quissamã”. Avalia Paulo Henrique. O Quissamã terminou o duelo com menos um em campo, Vinícios foi expulso, e cumprirá suspensão automática no jogo de encerramento do Campeonato.
Quissamã: Espíndola; Fred (Maranhão), Folete, Douglas Gomes e Rodrigo; Cleyton, Amaral, Douglas Silva (Thiaguinho) e Vinicios; Bruno Reis e Fabrício. Técnico: Paulo Henrique. Campo Grande: Jeferson, Nenzinho, Marcelão, Charles e Marcos Antônio (Salgadinho); Humberto, Rico, Serginho e Neto (Marlon); Rafael e Flávio (Alex). Técnico: Ernesto Paulo. O árbitro foi Carlos Eduardo Nunes Braga, auxiliado por Luiz Felipe Scofield Guerra Costa e Jailson Pereira da Costa.

UENF Friburgo é campeão na CUNFF em Macaé

A bola pesada voltou a rolar na manhã deste sábado (29), desta vez pela decisão da Copa Universitária Norte Fluminense de Futsal (CUNFF). Com um gol marcado pelo Bruno Duque, a UERJ Friburgo deu a volta olímíca no Ginásio Maurição ao derrotar UCA 4, que representava a Faculdade Salesiana de Macaé.
Com bolas na trave e ótimas defesas dos goleiros, o duelo foi interessante, digno de um grande jogo, que só foi definido quando restavam cinco minutos para o final. A tensão só acabou quando o arbitro da partida apitou o fim do jogo. Festa dentro e fora da quadra, com a instituição friburguense comemorando título. Um dos destaques da equipe foi o goleiro Bill Bichara, que recebeu o troféu de Goleiro menos vazado da competição. Ele sofreu cinco gols, nas seis partidas que disputou.
A Campanha do Campeão
Na primeira fase: Uerj Friburgo 3x0 Petroleo e Gás (Estacio) e Uerj Friburgo 9x1 UFFuriosos. Pelas Oitavas-de-Final: Uerj Friburgo 1x0 FSMA-A(Castelo). Quartas: Uerj Friburgo 2x2 Direito UFF (vitória nos pênaltis por 3x2). Semi-Final: Uerj Friburgo 2x2 Estácio EF (vitória nos pênaltis, de novo por 3x2) e Final: Uerj Friburgo 1x0 UCA4(Castelo).
O escrete campeão venceu com: Bill; Airton, Rudá, Athirson, Marcelinho, Bruno Duque, Bruno Bello, Bruno Porto, Silvio, Pedro da Matta, Raphael Bózeo e Juninho. "Parabéns UERJ Friburgo, campeão da Copa Universitária Norte Fluminense de Futsal (CUNFF)! Valeu Gabriel". Vibra o líder da equipe campeã, Raphael Bózeo, elogiando o coordenador da competição, o Gabriel.
Após o encerramento da CUNFF, os dois times e atletas das outras equipes paraticiparam de um churrasco em uma residência no Riviera Fluminense, próximo ao Ginásio Maurição, simbolizando que todos são vencedores na Copa de Futsal dos Universitários. "Agradecemos o apoio da FESPORTE, cedendo o Ginásio; a AMARD pelos árbitros e a todos que participaram atuando dentro de quadra ou ajudando fora dela, especialmente incentivando na arquibancada". Destacou Gabriel.
Estadual de Futsal Feminino
O Macaé Sports foi ao Rio de Janeiro jogar pelas semifinais da Liga Rio Futsal contra o Securitários e perdeu as duas partidas, ambas realizadas em um Ginásio no Méier. Na sexta-feira (28), perdeu de 6x1 e neste domingo (30) foi novamente goleado por 9x1. Na próxima semana a equipe macaense vai disputar o terceiro lugar contra o Jacarepaguá (eliminado na outra semi pelo River) provavelmente, em jogos de ida e volta, como está prevista em Regulamento e não desta forma arbitrária, beneficiando a equipe carioca.

sábado, 29 de novembro de 2008

Orgulhosa por ser Macaense, correndo em Curitiba

Recebi um e-mail da maratonista macaense, Vera Lucia Mota "Verinha", que participou no último domingo, em Curitiba, da Maratona da Cidade. Ao final ela chegou na 14ª colocação, orgulhosa. O texto que seria para trazer as informações na produção da matéria, parecia uma poesia ao narrar o que vivenciou correndo no Sul do Brasil, e resolvi homenagea-la compartilhando com todos os internautas, a emoção e o desabafo da ATLETA. Confira como descreveu a própria Vera, a emoção de correr pelas ruas de Curitiba, representando a Princesinha do Atlântico.
Um domingo de chuva e sol, e Curitiba para pra ver os seus atletas correrem. O sol até deixou de ser tímido, e realmente apareceu, se ofereceu todo pra quem estava lá. E quem estava, pode ver muito mais que isso. Correndo nas ruas, gente de todo tipo que não se preocupava em ser o primeiro, mas em chegar ao final, mesmo que fosse depois de mais de cinco horas e meia de prova. Chegavam mesmo assim, vitoriosos.
Foi um soco na cara de quem sempre coloca dificuldades pra usar como desculpa pra não fazer algo. Eu mesma tive que engolir isso, quando eu vi ali no meio atletas que não se importaram com limitações reais, e aceitaram aquele desafio. Superação mesmo, e que era expressa através das palmas do público, das lágrimas e das mãos estendidas pra cima, coisa linda. Maratona de Curitiba, 2008.
Vitória do gaúcho Claudir Rodrigues e da queniana Jacqueline Chebor. Enquanto Jacqueline se tornou bicampeã da prova com 2h45min11, Claudir surpreendeu e desbancou os favoritos, incluindo seis quenianos, ao cruzar com o tempo de 2h17min58, ficando a um segundo do recorde do percurso.
Graças a Deus, consegui cruzar a linha de chegada muito bem, tinha traçado uma meta de ficar entre as 10 primeiras, para isso teria que fechar em até 4:10m, o que daria numa boa, se não tivesse pego uma virose e gripe tão forte. Tomei medicamentos de quarta-feira até sábado, véspera da prova. No domingo estava ainda debilitada, mais resolvi tentar.
Estava muito frio e tinha uma chuva fina no inicio da prova, corri todo tempo de mangas compridas e no dois últimos quilômetros o sol apareceu forte. Fechei com 4:33m, fui a 14ª na categoria, fiquei muito feliz, pois o percurso era muito difícil, 80% era de ladeiras, passando em 27 bairrros> Porém a prova foi muito bem organizado, se não fosse a gripe teria fechado com 3:55m, pois estava muito bem condicionada. Ano que vem vou novamente, amo correr maratonas.
Fiquei impressionada com os atletas nessa maratona, lá estavam os melhores do Brasil... em todas as categorias, masculinas e femininas, o dinheiro nas categorias é muito bom, e além do geral, a premiação é também para as categorias. Agradecimentos primeiramente a Deus, depois a Fesporte, prefeitura de Macaé, Pro-fysic academia, Kent-calçados e O jornal Debate.

Obrigada por tudo,

Beijos,
Vera Mota

Toque de Letra

Pelo 4º ano consecutivo, o jogo beneficiente "Amigos de Diego" está confirmado para acontecer no dia 12 de dezembro, às 16h, no estádio Expedicionário. O lateral esquerdo, revelado pelo Macaé Barra, e que ganhou projeçao jogando pelo Vasco da Gama, mantém o espírito solidário em ajudar seus conterrâneos, especialmente das comunidades carentes de Macaé. Em breve, sai a lista dos craques convidados, para bater a famosa peladinha de fim de ano. @@@ O Mesquita Futebol Clube volta a campo neste sábado (29), às 9h30, para o segundo amistoso da pré-temporada, contra o Canindé, de São Francisco, clube da Série A-1 do Campeonato Sergipano, no Louzadão. Na última quarta-feira (26), no mesmo estádio Nielsen Louzada, o Mesquita empatou em 1x1 com o Guanabara. O técnico Jair Pereira, segue avaliando alguns jogadores na fase inicial de preparação e montagem do time que estreará no Cariocão-2009 contra o Bangu, dia 24 de janeiro, no Louzadão. @@@ Depois de montar uma filial em Brasilia, o CFZ do Rio firmou parceria com o Atlético Tubarão (SC), para disputa da Copa Santa Catarina. A curta competição, que envolve apenas seis clubes, vale vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2009. O clube carioca cedeu oito jogadores e comissão técnica para o sul do país. Cinco atletas foram dispensados por indisciplina após uma noitada e, agora, depois de três derrotas, a equipe não tem mais chances na competição. Os problemas começaram com as instalações. O clube catarinense possui um bom alojamento, mas os jogadores pediram para ficar no Hotel Renata, no Centro. No local, foram constantes as queixas dos hóspedes quanto ao comportamento dos "atletas", que chegavam tarde, até que um dia retornaram às 5h da madruga e a diretoria recebeu a denúncia de que estavam em uma casa noturna. Foram dispensados por indisciplina e voltaram ao Rio de Janeiro. @@@ No terceiro dia de competições do XII Campeonato Brasileiro de Beach Soccer 2008, aberto na manhã desta quinta, último dia da fase classificatória, o Espírito Santo conseguiu uma boa vitória sobre o Rio de Janeiro por 6 a 3 (gols de Juninho Bebê (2), Bruno Xavier, Leandrinho, Jorginho e Raphael, para os capixabas, e Neném (2) e Bueno, para o time fluminense), manteve sua invencibilidade e confirmou a liderança do Grupo C com nove pontos (3v0d), enquanto que a equipe carioca terminou em segundo lugar com 5 pontos (2v1d). O torneio está sendo disputado no litoral do Maranhão @@@ O Águia de Marabá-PA está disposto a puxar o tape do Duque de Caxias, que entrou com um embargo declaratório junto ao Superior tribunal de Justiça Desportiva, na tentativa de pegar a vaga do time carioca na Série B de 2009. O julgamento será na quarta-feira (3) e os os cartola do águia pretendem pressionar políticos paraenses para que façam lobby e influenciem o Tribunal. O Vitória da Conquista, rebaixado e ainda tendo que brigar por uma vaga na Série D, também está na torcida contra o Duque. @@@ Na disputa pelas semifinais do Campeonato Estadual de Futsal Feminino, promovido pela Liga Rio Futsal, nesta sexta-feira (28), o Macaé Sports foi goleado por 6x1 pelo Securitários, jogando no Méier. As meninas chegaram à Macaé na madrugada deste sábado (05h) e voltam a jogar no domingo (30), de novo, no Rio de Janeiro. Para chegar às finais, além do pouco tempo para descansar e o desgaste pelas viagens, as macaense terâo que superar as cariocas, vencendo no tempo regulamentar e depois na prorrogação. Uma tarefa nada humana, "punindo" o time de Macaé. @@@ Depois de ameaçar não voltar com o time para segundo tempo no jogo contra o Quissamã, pelas semifinais da Terceirona Carioca, o presidente do Paraíba do Sul, Jose Rubens "Rubinho", promete licenciar o "Periquito" das competições profissionais promovidas pela FERJ. A medida seria em protesto a atuação do trio de arbitragem (foto), que teve o lelton Rodrigues Júnior, no apito e, Wellington Pereira da Silva e Marcelo Júnior Batista Santos, nas bandeiras. Os dois "peênaltis" convertidos pelo artilheiro Fabrício, eliminaram o Paraíba do Sul.

Sonhando com o título Mundial de Bodyboarding

Representando o bodyboarding macaense, Jéssica Becker embarcou para a Europa onde disputará a última etapa do Campeonato Mundial a partir da próxima segunda-feira (01), nas Ilhas Canárias, na Espanha. Jéssica lidera o ranking mundial da categoria profissional feminino seguida por mais duas brasileiras, a capixaba Neymara Carvalho e a cearense Isabela de Souza.
O Brasil chega à última etapa do circuito em posição privilegiada. Entre as mulheres o Brasil já pode comemorar mais um título mundial. Apenas as três primeiras colocadas podem ser campeãs mundial deste ano e todas são brasileiras.
A macaense Jéssica chega à decisão com status de favorita. Ela só perde o título mundial se não se classificar para a final da etapa e se Neymara ou Isabela vencerem esta etapa. Caso contrário a "Loira" poderá comemorar o maior título já alcançado por um macaense.
Na penúltima etapa disputada na Venezuela Jéssica conquistou o primeiro lugar e já comemora, seja qual for sua colocação final. “Meu sonho é ganhar o campeonato mundial, mas se não conseguir, ficarei satisfeita pelo que alcancei este ano. Além disso é uma vitória para o nosso país ter três brasileiras no topo dessa modalidade esportiva”, comenta Jéssica.

Campo Grande disputa um título contra o Quissamã

Clube sexagenário do Rio, o maior triunfo do Campo Grande aconteceu há 26 anos, quando o time conquistou a Taça de Prata (Série B do Brasileirão). Em 1995, o Campusca foi rebaixado à Segunda Divisão do Campeonato Carioca e nunca mais retornou à elite estadual. Tanto sofrimento não desanima o presidente João Abrahão, que, no lugar do calvário do Campuscão, prefere lembrar das figuras ilustres que passaram pelo Alvinegro da Zona Oeste.
- Fomos nós que revelamos o Dadá Maravilha, um dos maiores centroavantes do futebol brasileiro. Vagner Love (CSKA), Abedi (Botafogo) e Hugo (São Paulo) também saíram das nossas categorias de base. Sem falar no Vanderlei Luxemburgo, que começou a carreira de treinador no Campo Grande, no Brasileirão da Série A, em 1983 - diz o dirigente, que também recorda as passagens dos atacantes Roberto Dinamite e Cláudio Adão pelo clube.
Atualmente na Terceira Divisão do Campeonato Carioca e há dez anos fora da Série C do Brasileirão, o Campo Grande tem o que comemorar. Depois da parceria com uma empresa de marketing esportivo na gestão João Abrahão, e a reforma no Italo del Cima, que já foi considerado o segundo maior estádio particular do Rio (atrás apenas de São Januário), com capacidade para 22 mil torcedores.
O Galo da Zona Oeste assegurou na última quarta-feira a sua volta ao Estadual da Segundona Carioca e neste sábado (29), às 16h, no Giulite Coutinho, em Edson Passos, começa a decidir o título de campeão contra o Quissamã. No ano passado, o Campo Grande ficou na 11ª colocação na Terceirona do Rio, disputada entre 26 clubes.
Neste ano, o time foi eliminado da Copa Rio na segunda fase pelo própio Quissamã, empatando em 1x1, em Moça Bonita (campo do Bangu) e sendo goleado por 4x1, no Carneirão, na Terra do Côco. O Quissamã não tem a mesma tradição, mas também quer fazer história no futebol profissional do Rio.
Fundado em 1951, só foi campeão duas vezes, pelo Campeonato Amador de Macaé. Seus jogadores são anônimos no cenário futebolístico, talvez o mais conhecido seja o atacante Fabrício, artilheiro da Terceirona, com 18 gols. Sua principal estrela é o técnico Paulo Henrique, ex-lateral do Flamengo e da Seleção Brasileira, na década de 60, natural de Quissamã.
Em seu terceiro ano na categoria profissional, o Quissamã deu muito trabalho aos "grandes", na Copa Rio deste ano, e vai lutar dentro das quatro linhas para tentar derrotar o Campo Grande neste Campeonato, pois empatou em Quissamã por 0x0 e foi derrotado por 2x0, jogando em Itaguí. Vai ser uma decisão de Campeonato, se não pintar nenhum esquema extra campo.
O Quissamã está escalado com: Espíndola; Fred (foto), Folete, Douglas Gomes, Folete e Rodrigo; Cleyton, Douglas Silva, Adriano e Vinicios; Fabricio e Bruno Reis. Teoricamente, Paulo Henrique armou um esquema "congestionando" o meio campo, buscando o empate, para decidir no jogo da volta em Quissamã. No ataque, apenas o artilheiro Fabrício.

Chuva parou a Copa Macaense de Kart

Na improvisada pista, no estacionamento do Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, aconteceu no último domingo (23), parte da segunda Copa Macaense de Kart, denominada de Fórmula Kart Macaé. A competição contou com o apoio da Prefeitura, através da Fundação de Esporte de Macaé.
Segundo os organizadores, participaram da Fórmula Kart cerca de 20 pilotos de Macaé, além de pilotos de Campos, Rio das Ostras, Búzios e Espírito Santo. Devido às fortes chuvas, foram realizadas apenas duas baterias: a V4A (categoria formada por pilotos mais experientes) e a F400/13 HP (pilotos com ou sem experiência). Cada bateria teve 15 voltas e o diretor de prova foi o Sandro, do “Clube do Kart”.
Na categoria V4A, o vencedor da prova foi o piloto Guilherme Jordan, de Macaé, seguido do carioca Ricardo Sobral e do também macaense Willian Robert. Já na F400/13 HP, Beppe (sueco residente em Macaé) venceu a corrida. Ele participa também do Brasileiro de kart na categoria Máster. Marco Aurélio, de Búzios, e Aloísio Coiote, de Macaé, ficaram na segunda e terceira colocações, respectivamente.
Não foi possível realizar as demais categorias devido à grande quantidade de água na pista, que poderia causar pane no motor dos karts, justificou Rogério Sá, organizador do evento. A próxima etapa não foi definida. “As datas são marcadas geralmente com um mês de antecedência, de acordo com as corridas agendadas em outros locais e a disponibilidade dos participantes”, explicou Rogério.
Participaram também da prova o piloto campista Nandinho; o buziano Gustavo Schwenck; e os macaenses Walter e Waldir, entre outras feras do kart. Principal destaque na atualidade, no Kart macaense, Gabriela (foto) não correu nesta etapa.

Azurra é tri-campeão no Futsal Amador de Macaé

A noite foi de muito futsal nesta quinta-feira (27) com o encerramento da Copa Edmilson "Tatu" de Futsal Masculino e da Copa FESPORTE de Futebol Feminino. Abrindo a rodada, o Olímpico conquistou o terceiro lugar entre os marmanjos, ao derrotar o 15 Unidos por 6x5 nos pênaltis depois de um empate em 3x3 no tempo normal e 0x0 na prorrogação. Na decisão do terceiro lugar entre as meninas, o Rosa de Saron não compareceu e o Raça-Fla venceu por Win Out. Na disputa pelo título no Feminino, o raçudo time do Macaense derrotou o Juventus nos pênaltis, após um emocionante empate em 3x3 no tempo normal e novo empate na prorrogação sem balançar a rede. E fechando a jornada salonista, o Azurra foi campeão no Masculino ao derrotar Búzios por 2x1 na prorrogação, depois de um equilibrado 0x0 no tempo regulamentar.
Na disputa pelo terceiro lugar entre os cuecas, depois do empate em 3x3 e persistindo o empate na prorrogação, foram cobrados 16 pênaltis. Com a defesa do goleiro Greg e a cobrança perfeita do Pereira, o Olímpico foi o vencedor, deixando um dos favoritos ao título, na quarta posição. O segundo jogo da noite não aconteceu e o Raça-Fla foi beneficiado pelo Win Out devido a ausencia das meninas do Rosa de Saron.
O terceiro duelo foi interessante, valendo o título da Copa FESPORTE. O Juventus começou atropelando e abriu 2x0 no Macaense, gols de adriana e Daiane. Porém o time treinado pelo Raul reagiu e virou o placar, com os gols de Tamires, Robertinha e Iara. Mas nos segundos finais, Adriana cobrou falta e empatou a peleja, levando a decisão para as cobranças de tiros livres da marca do pênalti.
O técnico Venicios Vitorino trocou a goleira Carol Cabral por Vivian e quase deu certo. Após uma bela sequencia de pênaltis convertidos, Vivian defendeu o pênalti cobrado pela craque Tamires. Mas a goleira Nida també defendeu o pênalti cobrado pela Adriana e recolocou o Macaense na briga pelo título. Robertinha cobrou e estufou o barbante, Daiane cobrou, Nida espalmou, a bola bateu na trave e não entrou. Vitória da equipe do Macaense.
Juventus: Carol Andrade; Tássia, Adriana, Julia Pinheiro e Luiza. Entraram: Vivian, Daiane e Kica. Técnico: Venicios Vitorino. Macaense: Nida; Carol, Tamires, Lidiane e Robertinha. Entraram: Angelica, Barbara e Iara. Técnico: Raual Conceição. No apito, a dupla da AMARD, Genésio Ribeiro e André Caramuru.
No duelo mas esperado da noite, Azurra e Búzios disputaram o título de campeão sem jogar um futsal bonito, mas com muita disciplina tática, e foi decidido na prorrogação. O bom público que compareceu ao Maurição incentivou as duas equipes, que tinham inclusive suas torcidas "organizadas". No tempo regulamentar a rede não balançou e na prorrogação a galera vibrou com os gols. Pardal e Marcelo marcaram os gols do Azurra, e o baixinho Isaac descontou à 20 segundos do final. Os árbitros Cesar Pinto e Anderso Rangel tiveram muito trabalho para administrar a rivalidade em quadra, além da farta distribuição de cartões amarelos foi preciso expulssar três "brigões": o goleiro Diego e o fixo Marcelo pelo time macaense e o ala Anderson pelo time de Búzios.
Azurra: Diego; Marcelo, Pardal, Cleyton e Elton. Entraram: Gleidson, Anderson e Fofão. Técnico (interino); Alexandre Barbeiro. Búzios: Thiago; Raphael, Issac, Anderson e Gustavo. Entraram: Ramires, Boi e Danilo. Técnico: Mauricio. O anotador foi Luis Claudio Vilela e o cronometrista Rodrigo Brandão.
No encerramento, as equipes foram premiadas com medalhas e troféus, e a Comissação Organizadora prestou uma homenagem póstuma ao Edmilson "Tatu", escrevendo o seu nome no troféu de campeão Masculino. A mesma homenagem póstuma foi feita ao Ailton Maciel de Azevedo, com seu nome gravado no troféu de goleiro menos vazado, entregue ao goleiro campeão Diego.
Os troféus foram entregues pelos filhos dos homenageados, Rafael e Alexandre, assesssorados pelo Tony Batalha. Ao Olímpico e ao Raça-Fla, o de terceiro colocado; ao Juventus e Búzios, o de vice; ao Macaense e Azurra, o de campeão. Na premiação individual, Robertinha (Macaense) e Tássia (Juventus), artilheiras com seis gols cada, receberam a chuteira de "ouro", e Alexia (Raça-Fla), o troféu de goleira menos vazada. No Masculino, Henrique (Olímpico) foi o artilheiro com oito gols e Diego (Azurra), o goleiro menos vazado.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Quissamã depenou o "Piriquito" no Apitaço

Foi nesta quarta-feira (26), no estádio carneirão, ao derrotar o Paraíba do Sul por 2x0, com dois gols de Fabrício em cobranças de penaltis, no jogo de volta pelas semifinais do Estadual da Terceirona. Com o resultado, o alvianil foi forra da derrota por 2x1 em Paraíba do Sul e depenou o "Piriquito". Além de assegurar o acesso à Segundona de 2009, o Quissamã vai decidir o título inédito no futebol profissional contra o Campo Grande, que na outra semifinal empatou em 1x1 com o São João Barra, e por ter vencido o jogo de ida por 2x0, foi o suficiente para retornar ao Campeonato Estadual da Segunda Divisão.
A decisão acontece em jogos de ida e volta, nos dois próximos sábados: dias 29 de novembro e 6 de dezembro. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) ainda não definiu os locais das partidas mas, de acordo com o regulamento, o Quissamã, dono da melhor campanha desde a primeira fase da competição, terá o direito de fazer o jogo de volta no Carneirão. Os dois clubes substituirão o Independente (Macaé) e Serrano (Petropolis), rebaixados nesta temporada. Enquanto o Quissamã fará na próxima temporada sua estréia na Segundona, o Campusca marca seu retorno, depois de seis anos de ausência.
Antes de a bola rolar, o Quissamã era o favorito. Melhor indice de aproveitamento em todo o campeonato, ataque mais positivo, defesa menos vazada, invcto no Carneirão e com o apoio da Torcida Familia, fazendo muito barulho utilizando o apito, a vitoria e o acesso neste duelo contra o Paraíba do Sul seria até uma questão de justiça. Mas foi uma vitória com dois gols que surgiram de dois polêmicos pênaltis, e o "Periquito" mandou duas bolas no travessão.
O dirigente do Paraíba do Sul, José Rubens "Rubinho" ficou tão indignado, que no intervalo mandou seus atletas tirar o uniforme e chegou a afirmar que o Paraíba do Sul não voltaria à campo. "O Quissamã não precisa disso. Estamos sendo roubados por esse árbitro. Meu time não volta para o segundo tempo, vamos dar a vaga pro Quissamã". Dizia o "cartola" inconformado pelo gol de pênalti (foto), convertido pelo Fabrício.
Mas depois de muita conversa no vestiário e atrasar o reínicio do jogo, o "Periquito" voltou a campo sob fortes vaias da galera nas arquibancadas e acabou sendo "depenado". Visivelmente administrava o resultado que levaria a decisão para os pênaltis, o Paraíba do Sul foi surpreendido com a marcação de outro pênalti favorável ao Quissamã. Fabrício cobrou e correu para a galera, comemorando seu 18º, a artilharia e o acesso à Segundona.

Macaé Esporte buscará reforços no Fluminense

Enquanto não temos notícias oficiais sobre o novo time e a pré-temporada do Macae Esporte, visando o Cariocão de 2009, a Coluna estará atenta aos adversários do Macaé. Tem muita gente trabalhando e com a famosa "espinha dorsal" praticamente pronta. Mas o Macaé Esporte, acreditando que ainda jogará no Moacyrzão neste certame, certamente terá um time competitivo.
Se o Campeonato fosse começar hoje, Lugão; Schneider, Andre, Otavio e Bill; André Gomes, Steve, Léo Gonçalves e Wallacer; Anderson e John formaria o time, segundo os cartolas macaenses. Existe ainda as promessas das vinda do zagueiro Régis (ex-Flu), Fernando Gaucho (Brasil-RS), Léo Itaperuna e Fernando (emprestados pelo Flu), entre outros. Fontes ligadas ao Macaé, garantem que o gerente de futebol Gustavo Mendes e o técnico Alexandre Gama, estão negociando com atletas para o Carioca do próximo ano, que valerá até a 4ª colocação em cada turno.
O Mesquita, penúltimo adversario na Taça GB, já realiza sua pré-temporada e começa a colocar em campo os novos contratados. De olho no Estadual de 2009, o Tubarão da Baixada disputa, nesta quarta-feira (26), no estádio Louzadão, um jogo-treino contra o Guanabara, que disputou a Segundona deste ano e segue treinando, enquanto o contrato dos jogadores não termina.
Entre os novos contratados, destaque para o zagueiro Daniel e o atacante Adrianinho (ambos ex-Vasco), o lateral Renan (ex-Flu) e o meia Leandrinho (ex-Fla). O zagueiro Vinícius e o meia Bruno Carvalho, emprestados ao Angra e Sendas, respectivamente, já retornaram e estão à disposição do técnico Jair Pereira.
No próximo sábado (28), o Mesquita enfrenta o Canindé Esporte Clube, de Sergipe, em mais um amistoso no Louzadão. A diretoria também confirmou que a pré-temporada do clube será realizada em Quissamã, a partir do dia 7 de janeiro. A estréia do Mesquita é contra o Bangu, campeão da Segundona, em casa, no dia 25 de janeiro. Os outros integrantes do grupo B são: Macaé, Volta Redonda, Boavista, Botafogo, Flamengo e Friburguense.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Quissamã precisa meter dois "cocos" no Paraíba do Sul

O melhor time do Estadual da Terceira Divisão de Profissionais do Rio de Janeiro, não tem acesso garantido na Segundona de 2009. Todos os números do Campeonato credenciam o Quissamã inclusive ao título de campeão desta Terceirona. Mas só isso não basta, no jogo de ida pelas semifinais, no “Ninho do Piriquito”, o Paraíba do Sul derrotou o time da “Terra do Coco”, pelo placar de 2 x 1 e agora fará o segundo no Carneirão, precisando apenas de um empate para garantir o acesso.
Para reverter a situação e garantir a classificação direta, o Quissamã nem precisa repetir a goleada de 4x1 pela Copa Rio, no primeiro semestre deste ano, basta vencer por dois "cocos" ( gols, na gíria popular do futebol) de diferença, ou por um gol, e decidir nas cobranças de tiros livres da marca do pênalti. Ano passado, ambos foram eliminados nas semifinais. O Quissamã pelo Aperibeense (nos pênaltis), que acabou vice-campeão e o Paraíba do Sul pelo Sendas, atual campeão. Nesta Terceirona, o Quissamã tem o melhor ataque já balançou a rede por 47 vezes, tem a melhor defesa e o artilheiro da competição, Fabrício com 16 gols.
O Quissamã já está concentrado desde segunda-feira, treina hoje à tarde e o técnico Paulo Henrique define o time para este jogo, o mais importante da temporada. Para substituir o volante Amaral, que cumprirá suspensão automática por ter sido expulso contra o Paraíba do Sul, Adriano deve ser o escolhido, e caso Douglas Silva não se recupere da contusão, Thiaguinho será o quarto homem no meio de campo.
No Paraíba do Sul, o único desfalque será o lateral Betinho, também expulso no jogo de ida. As duas equipes ainda não foram oficialmente divulgadas, mas o trio de arbitragem já está escalado. No apito, Lenilton Rodrigues Gomes Junior, e nas bandeiras, os assistentes Wellington Pereira da Silva e Marcelo Junior Batista Santos.
Na outra semifinal, a situação do São João da Barra está complicada. Na primeira partida enfrentou o Campo Grande, no campo do Ceres, e foi derrotado por 2x0. Agora terá de vencer com diferença de três gols. Empate e vitória simples do time saojoanense, com diferença inferior a dois gols, garante a vaga para o Campuscão, “ressuscitado” pelo Quissamã. Em caso de vitória por dois gols de diferença, a decisão também vai para os dramáticos tiros livres da marca do pênalti. Estas emoções estão reservadas para esta quarta-feira (26), às quatro da tarde, em Quissamã e São João da Barra.

Vasco da Gama poderá reinaugurar o estádio Moacyrzão

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) divulgou a Tabela oficial com as datas, mas sem ainda os horários dos jogos pelo Campeonato Estadual da Primeira Divisão de Profissionais de 2009, provavelmente aguardando as negociações com a televisão. A competição terá seu início no dia 24 de janeiro (sábado) e a grande final do campeonato será realizada no dia 03 de maio. O Macaé Esporte estréia contra o Volta Redonda, no dia 24, no Godofredo Cruz, em Campos.
Os clubes que não chegarem à fase final em ambos os turnos, ainda terão a chance de embolsar R$ 25.000 reais, disputando o troféu Moises Mathias de Andrade e o troféu João Ellis Filho. Simultaneamente às semifinais e final da Taça Guanabara, as equipes classificadas em cada grupo, respectivamente, em 3º e 4º lugares, disputarão o troféu da seguinte forma: 3º do grupo A x 4º do grupo B e 3º do grupo B x 4º do grupo A. Os vencedores destes confrontos jogarão a decisão. Ao vencedor da partida decisiva será concedido, além do troféu, o prêmio em dinheiro. Na Taça Rio, a fórmula será repetida.
A princípio o Macaé esporte mandará seus jogos no estádio Godofredo Cruz, do Americano de Campos, até que o Moacyrzão seja reinaugurado. Mas o jogo contra o clube campista, em que o Macaé é o mandante, está marcado para o estádio Eucyr Resende de Mendonça, em Bacaxá. Porém é possível que até lá, o Moacyrzão já esteja liberado para os jogos do Macaé Esporte (na foto: um lance de arquibancada, onde serão construídas as cabines de Rádios e TV, além da Tribuna de Honra, com elevadores. Sob a mesma arquibancada, será construída uma escola municipal de ensino médio). Politicamente, o prefeito de Macaé, Riverton Mussi e o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, são amigos e estiveram juntos durante a "luta" do Macaé Esporte e o Duque de Caxias, no Estadual da Segundona de 2007.
Contra os chamados "grandes", o Macaé jogará outra vez contra o Botafogo no Engenhão e recebe o flamengo em Campos, ambos pela Taça GB. O duelo contra o Fluminense será de novo no Maracanã e contra o vasco, o jogo está marcado para o estádio Eucyr Resende de Mendonça, em Bacaxá. Os dois jogos pela Taça Rio.
Todos os jogos do Macaé Esporte
Na Taça Guanabara: 24/01-Macaé x Volta Redonda, Godofredo Cruz; 28/01-Botafogo x Macaé, Engenhão; 01/02-Macaé x Bangu, Godofredo Cruz; 04/02-Boavista x Macaé, Eucyrzão; 08/02-Macaé x Flamengo, Godofredo Cruz; 11/02-Mesquita x Macaé, Louzadão e 15/02-Macaé x Friburguense, Godofredo Cruz.. Classificando em 3º ou 4º lugar no Grupo B, o Macaé disputa o prêmio em grana viva, no dia 21, com as finais no dia dia 25 de fevereiro. Se terminar em 1º ou 2º disputa o título do turno.
Na Taça Rio: 28/02-Resende x Macaé, no estádio do Trabalhador; 08/01-Macaé x Madureira, Godofredo Cruz; 11/03-Fluminense x Macaé, Maracanã; 15/03-Macaé x Americano, Eucyrzão; 21/03-Cabofriense x Macaé, Eucyrzão; 25/03-Macaé x Duque de Caxias, Godofredo Cruz; 28/03-Tigres do Brasil x Macaé, CT do Tigres e 05/04-Macaé x Vasco, Eucyrzão. Este jogo poderá acontecer em Macaé, marcando a reinauguração do estádio Moacyrzão. Nos dias 11 e 12 acontecem as semifinais da Taça Rio e do troféu João Ellis Filho. Os jogos finais, no dia 19 de março. Caso um mesmo clube conquiste os dois turnos, será automaticamente campeão carioca.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Prosport na final da Copa Vôlei do SESC de Nova Iguaçu

Aproveitando o apoio da prefeitura de Macaé, a equipe masculina adulta da Prosport correspondeu a expectativas e na tarde deste domingo (23) derrotou a equipe de Caxias pela semifinal da Copa de Voleibol do SESC, por 2 sets a 1 (25/18, 21/25 e 15/12), em jogo realizado no ginásio do SESC de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. No próximo domingo (7), às 10h, a Prosport decide o título no mesmo Ginásio, contra o Teresópolis.
O jogo foi disputado ponto a ponto pelas duas equipes, em alto nível no ataque e com defesas espetaculares. Foi um jogo que empolgou a galera presente ao Ginásio. a equipe macaense conseguiu a vitória devido ao equilíbrio, na mescla de jovens valores com os atletas experientes, e as orientações do treinador Marcos Ribeiro, explorando muito bem os pedidos de tempo e nos intervalos.
A Prosport venceu com: Rodolpho, Victor, Thiagão, Fernando, Vinícius, Robinho, João Luís, Cristina, Davi, Alan, Nem e Ryan. O presidente da Associação Macaense Prosport, Claudiomiro "Gordo", destacou a importância da equipe em mais uma disputa de titulo, provando que o vôlei macaense sempre é bem representado pelas equipes da Prosport. "A prefeitura nos dá condições de trabalho, valorizamos a prata da casa e estamos sempre chegando às finais".
Além do vôlei adulto masculino, a Prosport desenvolve um trabalho de lapidação nas categorias de base, para ambos os sexos, revelando novos talentos que no futuro poderão defender Macaé nas competições profissionais a nível Estadual e Nacional. A Prosport atualmente está representando Macaé no vôlei de praia, e as duplas macaenses estão se destacando nas praias do Rio de Janeiro.

Vassouras é campeã no Estadual de Futebol Feminino

A decisão decisão do Campeonato Estadual de Futebol Feminino Sub-20, promovido pela Liga Niteroiense de Desportos, com apoio da Ferj, aconteceu na manhã deste domingo (23), no estádio Leônidas da Silva, com o estreante Vassouras/USS levantando o inédito e histórico título de campeão ao derrotar o Cepe-Caxias por 3x2 nos pênaltis, após o empate em 1 x 1, depois de 90 minutos com bola rolando.
Gennifer "Bobola" tirou o primeiro zero do placar fazendo Vassouras 1x0. E desperdiçou a oportunidade de ampliar ao perder a cobrança de um pênalti ainda na primeira etapa. Michele empatou o jogo e a decisão foi para as cobranças de tiros livres da marca do pênalti. A equipe do Vassouras foi mais competente, venceu por 3 x 2 e deu a volta olímpica.
Em meio as comemorações, o técnico Anderson Souza, que parabenizava as atletas. “Essas jogadoras entram não só para a história do clube como também para a história de Vassouras, pois esse é o primeiro título a nível estadual do município, desde a sua emancipação política. Agradeço a todos que nos ajudaram, em especial à Universidade Severino Sombra que acreditou no projeto”, falou Anderson.
Vassouras/USS: Jéssica, Danúbia, Karine, Luana e Laboã; Ludimila, Aline, Thaynara e Jane (Bruna); Monique (Danielle) e Gennifer. Técnico: Anderson Souza. Cepe-Caxias: Stephanie, Ágata, Marcela (Milena) e Shele; Francileide, Alline Batista, Gleice (Aline França), Suelen (Francielly) e Edilene; Michele e Danizinha. Técnico: Edson Galdino. O árbitro foi Carlos Leandro Branco, auxiliado por Douglas Willian Alves e Renato Pardellas Junior.
Na preliminar em Teixeira de Castro, o Cepe-Caxias conquistou o título do Campeonato Estadual de Futebol Feminino Sub-15 ao derrotar o Flamengo, nos pênaltis por 3 x 2 após empate em 1 x 1, no tempo normal. Yasmin fez o gol rubro-negro e Thainará, no segundo tempo, deixou tudo igual no placar.

Goteiras adiaram a semifinal do Futsal Feminino

Na primeira vez em que a dona Vilma foi ao Ginásio Maurição ver o filho Gime Lessa comandar o Macaé Sports, no jogo de ida pelas semifinais do Estadual de Futsal Feminino contra o Securitários, a bola pesada não rolou. O confronto marcado para este domingo (23), às 15h para as macaenses e às 16 para as cariocas, foi cancelado em consequência da chuvas, que deixou a quadra molhada e escorregadia devido as famosas goteiras.
As duas equipes entraram em quadra, realizaram o aquecimento e após 1h21 minutos de tolerância, o árbitro Gelb Pires em comum acordo com o árbitro Ralph Jerônimo, comunicou as capitãs e aos representantes das duas equipes que não daria o jogo. O anotador e cronometrista Harry Oliveira vai relatar o motivo pelo cancelamento da peleja e caberá a Liga Rio Futsal marcar uma nova data.
O Macaé Sports chegou ao Ginásio bem cedo na expectativa de jogar às 15h e bateram bola por quase duas horas, na fase de aquecimento. Já o Securitários chegou à Macaé numa kombi, após uma viagem desgante pela via Lagos. Aparentemente cansadas, com apenas duas atletas no banco de reservas e por terem jogado no dia anterior defendendo o Vasco da Gama no Campeonato Carioca, elas gostaram da atitude da arbitragem. "Vai ser difícil voltar aqui. Não temos o apoio da prefeitura para bancar nossas despesas". Lamentou o técnico Carlinhos.
As equipes estavam prontinhas para o duelo. O Macaé jogaria com: Alexia; Iara, Carol, Tamires e Mariana. O técnico Gime Lessa relacionou para o banco de reservas: Kica, Graciele, Robertinha, Maristela, Vanessa, Lidiane e Nida. Securitários: Ana; Paula, Leila, Elisangela e Marcela. O técnico Carlinhos teria no banco: Tatiana e Adriana. Se a equipe carioca ia jogar desfalcada de Xaxá e Dinha, ambas no JAI de São Paulo, Macaé também não ia ter em seu time a atacante Jeniffer 'Bobola', decidindo o Campeonato Estadual de Futebol Feminino, pelo vassouras. Além disso o Ginásio "Goteirão" estava vazio.
Definidos os finalistas da Copa Universitária
Na manhã deste domingo, mesmo com a piso escorregadio, os universitários utilizaram rodo e muitos panos de chão para realizar os jogos semifinais da Copa Universitária Norte Fluminense de Futsal. Na preliminar a UERJ eliminou o atual campeão Estácio EF nas cobranças de tiros livres da marca do pênalti por 3x2, depois de um equilibrado jogo que terminou em 2x2 no tempo regulamentar. No outro jogo, o UCA 4, da fera "Zidane", derrotou o Fundão FEMASS por 3x2, no tempo normal com bola rolando. A decisão será no próximo sábado, provavelmente pela manhã, no Ginásio Maurição, na Riviera Fluminense.

Duque de Caxias conquistou o histórico acesso à Série B

Assim como nas fases anteriores, sempre ganhando a vaga no critério de desempate pelo numero de gols marcados e com muito sofrimento, o Duque de Caxias garantiu vaga no Campeonato Brasileiro da Série B, mesmo derrotado por 3x2 pelo Confiança, neste domingo (23), no Batistão, em Sergipe. O time da Baixada Fluminense, dependia apenas de uma vitória simples, chegou a estar vencendo por 2x1 e perdeu por 3 x 2, mas foi beneficiado pelas vitórias de Rio Branco-AC sobre Brasil-RS por 4x1 e Guarani-SP sobre Águia-PA por 2x1 e terminou o octogonal no limite do G 4, na quarta posição, o suficiente.
Mesmo eliminado e em campo apenas para cumprir tabela, o time sergipano resolveu jogar duro e quase tirou a classificação do Caxias. Logo aos 2 minutos de jogo, Da Silva entrou pela direita, tentou cruzamento e a bola acabou no fundo da rede, encobrindo o goleiro Borges: 1 a 0 para o Confiança. Ainda na primeira etapa, o Confiança deixou de ampliar. Cristiano Alagoano cobrou pênalti e Borges defendeu. Aos 44, boa jogade de Alan, que cruzou para a área e Dudu, no meio dos zagueiros, subiu para cabecear e decretar o empate.
Na volta do intervalo, o Duque de Caxias entrou em campo ligado, pressionando o confiança e, aos 4 minutos, saiu o gol da virada. O experiente Edivaldo cruzou para a grande área e o último a tocar a bola foi Juninho, fazendo 2x1 para o Duque de Caxias. Com a vantagem no placar e um resultado que garantiria o acesso, o Caxias passou a tocar a bola, esperando o tempo passar.
Mas o Confiança resolveu "engrossar", buscou o empate e conseguiu revirar o placar. De novo Da Silva, armou a jogada que deixou Jádson na cara do gol para empatar o duelo em 2x2, aos 27 minutos. O time sergipano queria mais e quase acabou com o sonho do Caxias de chegar à Série B. Aos 32, numa confusa cobrança de falta, o goleirão Borges se atrapalhou com os zagueiros, espalmou a bola para cima e ela sobrou limpa nos pés de Bira, que empurrou para o fundo do barbante, marcando o gol da revirada.
Com o resultado, Tricolor não dependia apenas de si e precisava contar com vitórias de Rio Branco e Guarani. Até aquele momento o time acreano vencia o Brasil de Pelotas-RS por 3 x 0 e a fatura já parecia liqüidada, mas em Campinas-SP a situação era dramática. O Bugre, que vencia o Águia por 1 x 0, sofreu o gol de empate aos 30 minutos da etapa final e o acesso do Duque dependia de um gol: seu, em Aracaju, ou do Bugre, no Brinco de Ouro da Princesa.
E para felicidade de paulistas e cariocas, Dairo balançou a rede pela segunda vez, e o Guarani-SP derrotou o Águia-PA por 2x1, garantindo o time de Campinas e o Tricolor da Baixada Fluminense na Série B de 2009. Atlético-GO e Campinense-PB, completam o quarteto. Assim os jogadores do Duque de Caxias puderam comemorar, aliviados após a derrota. Depois do Fluminense há 12 anos, o Rio de Janeiro tem um novo clube promovido da Série C para a B do Brasileirão.
Confiança: Fábio; Jorginho (Jádson), Márcio Alemão, Bira e Ramon; Wilson Surubim (Rivaldo), Robinho, Alisson e Da Silva; Cristiano Alagoano e Fabinho (Yahoo). Técnico: Mauricio Simões. Duque de Caxias: Borges; Douglas Silva, Tinoco (Edmilson), Silva e Alan (Douglas Fernandes); Cleber, Pingo, Renatinho e Juninho (Geovani); Edvaldo e Dudu. Técnico: Marcelo Buarque. O árbitro foi Wilson Souza de Mendonça, auxiliado por Jossemmar José Diniz Moutinho e Alcides Augusto de Lira Júnior, todos da Federação Pernambucana.

Bob Burnquist é o dono da Oi MEGARAMPA no Brasil

O skatista brasileiro Bob Burnquist é o dono da Oi MEGARAMPA. Ele enfrentou cinco estrangeiros na final, e não deixou a taça de campeão fugir do Brasil na competição que distribuiu a maior premiação da história do skate nacional, um total de US$ 85.500 (cerca de R$ 206 mil).
Com um desempenho bem superior ao dos adversários, o brasileiro garantiu o lugar no topo do pódio e fez a alegria das oito mil pessoas que compareceram, na manhã deste domingo, lotando o Sambódromo do Anhembi. “Esta vitória é para este público sensacional. Este evento é um marco para o skate brasileiro”, afirmou, emocionado.
Mais do que o título, Bob Burnquist comprovou sua condição de ídolo não só do skate, como do esporte nacional. Foi ovacionado em todas as cinco descidas previstas para cada atleta na competição, teve seu nome gritado nas arquibancadas e das centenas de pessoas que, sem ingressos, tentaram assistir ao desempenho dos atletas do lado de fora do Sambódromo.
Depois da premiação, ele ainda fez a alegria do público ao sambar ao lado de ritmistas e passistas da escola de samba Gaviões da Fiel. “O skate é alegria, união e esta festa que todos puderam assistir”, disse o campeão. Bob fez uma surpresa para o público estendendo uma grande faixa que cobriu o drop com a frase: "Sim, nós podemos", numa referência ao slogan de campanha do presidente eleito dos Estados Unidos Barack Obama. "Cresci no Brasil e aprendi a andar de skate aqui. Este evento é para todo brasileiro que viu o esporte crescer", afirmou.
Bob Burnquist superou na final, pela ordem, o australiano Jake Brown, e os americanos Andy MacDonald, Buster Halterman, Rob Lorifice e Adam Taylor. “Estou feliz não só pela terceira colocação, mas pela festa que foi este campeonato. Quando via lá de cima da rampa (de 27 metros de altura, equivalente a um prédio de nove andares) a vibração das pessoas lá embaixo, ficava com vontade de acertar as manobras. Em todo o mundo, nunca vi nada igual ao público brasileiro”, afirmou MacDonald, de Baltimore, Maryland.

sábado, 22 de novembro de 2008

Quissamã tropeçou no escorregadio Ninho do Piriquito

Pelas semifinais do Estadual da Terceirona de Futebol Profissional, o Quissamã jogou neste sábado (22), contra o Paraíba do Sul e foi derrotado por 2x1, com dois gols de Peterson e Fabrício, no Ninho do Periquito, em Paraíba do Sul. No outro confronto da semifinal, o Campo Grande derrotou o São João da Barra pelo placar de 2x0, gols de Flavio e Raul. Na proxima quarta, o Campuscão pode perder até por um gol de diferença, que garante o tão sonhado acesso à Segundona do futebol carioca.
No jogo do Quissamã, o primeiro tempo terminou empatado em 1x1, com Peterson abrindo o placar e Fabrício marcando o gol de empate ainda no primeiro tempo, disparando na artilharia com 16 gols. O gol da vitória do Paraíba foi marcado pelo artilheiro da tarde, o atacante Peterson. Na segunda etapa, além da forte chuva no Estádio Marcelo Moura e Souza, o Quissamã teve o volante Amaral sendo expulso, não resistiu a pressão e acabou sofrendo o segundo gol.
Agora, o Quissamã terá a obrigação de vencer o Paraíba do Sul na proxima quarta-feira (26), às 16h, no estádio Carneirão (foto), por diferença de dois gols para garantir o acesso à Segundona. Uma vitória por diferença de um gol, leva a decisão para as cobranças de tiros livres da marca do pênalti. Na última vez que o Paraíba do Sul veio à Quissamã, foi goleado por 4x1, no jogo de volta pela Copa Rio.
O Quissamã tem o melhor índice de aproveitamento entre os quatro semifinalistas. Em 19 jogos, foram 15 vitórias, um empate e apenas três derrotas. Tem o melhor ataque da competição, com 47 gols marcados e a defesa menos vazada, com apenas dez sofridos. O atacante Fabrício é o artilheiro da Terceirona, com 16 gols.
A derrota foi para um adversário que na semifinal do ano passado foi eliminado pelo Sendas, atual campeão da Terceirona. O Quissamã também foi eliminado na mesma situação pelo Aperibeense, que foi o vice e quase subiu este ano para a Primeira Divisão. Enquanto o Quissamã chegou a esta fase conquistando os pontos dentro de campo, o Paraíba do Sul precisou recorrer ao Tapetão. Se o Quissamã jogar com garra, paciencia, seguir as orientações do técnico Paulo Henrique e tiver o apoio da Torcida Família, conseguirá se reabilitar da derrota e vai comandar a festa no Carneirão.
Paraíba do Sul: Baiano; Betinho, Marreta, Rodrigo e Paulinho; Júnior, Aílton (Tainã), Pedroso (Antônio) e Gustavo (Hélder); Peterson e Wellington. Técnico: Moisés Monteiro. Quissamã: Espíndola; Romero (Fred), Douglas Gomes, Edson e Rodrigo; Maurício, Clayton, Bruno Reis e Douglas Silva (Thiaguinho); Fabrício e Wellington Maranhão (Folete). Técnico: Paulo Henrique. O árbitro foi Ivair Francisco da Silva, auxiliado por Augusto Alves Pereira e Júlio Campana, nas bandeiras.

II Copa Universitária do Norte Fluminense de Futsal




A bola pesada rolou na manhã chuvosa deste sábado (22), no Ginásio Maurição, pelas quartas-de-final da Copa Universitária Norte Fluminense de Futsal, definindo os semifinalistas, que voltam à quadra na manhã deste domingo (23), em dois jogos que definirão os finalistas. Na preliminar jogam Estácio x UERJ e no duelo de fundo FEMASS x UCA-4.
No primeiro duelo, o Estácio E F, atual campeão da CUNFF, goleou o Mecatrônica por 4x1, com dois gols de Leandro Farias, Maicom e Flavinho. Bahia fez o gol de honra. No segundo jogo, o time da UCA (Castelo) derrotou o ECA (Cefet) por 2x1. Vitor Guedes tirou o primeiro zero do placar; mas Pedro Vinícius "Zidane" e Marcos fizeram os gols da virada.
Antes do terceiro jogo, voltou a chover forte em Macaé e o Ginásio "Goteirão" não resistiu. O árbitro André Caramuru teve bom senso, e depois com a quadra aparentemente enxuta, a rodada prosseguiu. Foram dois jogos interessantes, a começar pela vitória da UERJ (Friburgo), nas cobranças de tiros livres da marca do pênalti por 3x2, após empate em 2x2 no tempo regulamentar, gols de David Zulo e Leandro surfista para os Contadores de Histórias; Bruno Porto e Raphael para o "friburguense" de Macaé. Na decisão por pênaltis, Antero cobrou e o goleiro da UERJ fez a defesa e garantiu a vitória por 3x2. O último confronto teve emoção até o minuto final, com o time do Fundão FEMASS derrotando o FSMA (Castelo) por 3x2, com dois gols de Wilton Durand e João Cláudio, descontando Vinícius e Pedro.
Ex-jogadora do Macaé Futsal na Budes Liga
O Macaé Sports tem sido uma vitrine no futsal feminino. Recentemente, a atacante Jeniffer "Bobola" fez poucos jogos pela Liga Futsal, foi destaque e trocou Macaé por Vassouras. Com 13 gols, ela é a artilheira do time e neste domingo disputa o título de campeã no Estadual de Futebol Sub 20, jogando contra o CEPE-Caxias.
Além da Bobola, outra que deixou o futsal do Macaé foi a atacante Shirley de Oliveira Delfino Freitas Barra (na foto: terceira agachada), para brilhar no futebol alemão, jogando na Budes Liga pela equipe do Arminia Bielifeld. Shirley Barra nasceu em Valença, no Estado do Rio de Janeiro e, se destacou em Macaé disputando a LigaNacional de Futebol. Depois jogou no time de futsal, passou pelo futebol de campo nos Estados Unidos e atraiu a atenção dos dirigentes alemãs.
A atacante disse que seu contrato acaba em dezembro com a equipe do Arminia que já fez uma proposta de renovação, mas um outro time da segunda divisão da Alemanha mostrou interesse em sua contratação. Shirlei disse que está muito feliz no país e sua adaptação aos gramados europeus esta rápida e muito boa. Apesar de entrar na equipe com a temporada em andamento já é uma das principais artilheiras e sua equipe já ocupa a vice-liderança no Campeonato Alemão.

Maquininha do Flu com a mão na taça pelo Infantil

A garotada tricolor está batendo um bolão. Na quinta (20), foi á Sendolândia, em São João de Meriti, e derrotou o Sendas por 3 x 0, gols de Mateus, Wellington Santos e Gullithi, pela quarta rodada do Quadrangular Final do Campeonato Estadual de Futebol Infantil. Com a vitória, o Fluminense chegou aos 12 pontos ganhos, manteve os 100% de aproveitamento nesta fase e ficou muito próximo do título da categoria. O Flu está com a mão na taça, já o Sendas continua na lanterna e sem nenhum ponto.
No outro confronto do Quadrangular, o Nova Iguaçu derrotou o Vasco da Gama por 3 x 1, no Centro de Treinamento do Laranjão. Com a vitória a equipe da Baixada Fluminense assumiu a vice-liderança, com sete pontos e ainda na briga pelo título de campeão. Já time cruzmaltino, com quatro, caiu para a terceira colocação, ficando fora da disputa.
Na próxima quarta-feira (26), às 9h, será realizada a quinta rodada do Quadrangular Final e o Fluminense poderá dar a volta olímpica. Basta o Flu derrotar o Vasco da Gama, no VasBarra. Até mesmo com um empate, ou derrota, a garotada de Xerém poderá ficar com a taça, desde que o Nova Iguaçu empate ou seja derrotado pelo Sendas, no CT Laranjão.
Na última quarta-feira (19), pelo Quadrangular Final, do Estadual de Futebol Juvenil, valendo pela quarta rodada, o Fluminense derrotou o Botafogo por 3 x 1, no CT Celso Gol, em Seropédica, e assumiu a liderança isolada com oito pontos ganhos. O Alvi Negro, com cinco pontos, está em terceiro. Devido as fortes chuvas, Flamengo x Vasco, marcado para o estádio José Bastos Padilha, na Gávea, foi adiado para este sábado (22), às 10h, no mesmo local. O Mengo é o vice líder com cinco pontos e o Vasco é o lanterna, com zero pontos.
Ainda na quarta-feira, a bola rolou pela penúltima rodada da segunda fase e também pela última rodada para o Macaé Esporte (foto), no Grupos A, do Torneio Octávio Pinto Guimarães de Futebol Júnior. Pelo Grupo A: São Cristóvão 2 x 0 América; Arraial do Cabo 0 x 0 Portuguesa; Macaé Esporte 4 x 2 Castelo Branco; Futuro 3 x 2 Miguel Couto e Sendas 3 x 1 Botafogo. Grupo B: Serrano 4 x 3 CFZ do Rio; Flamengo 3 x 1 Paraíba do Sul e Volta Redonda 3 x 1 Profute. Grupo C: Madureira 6 x 1 Friburguense e Villa Rio 3 x 3 Olaria. Grupo D: Mesquita 2 x 1 Boavista e Vasco 4 x 1 Duque de Caxias. Na quinta-feira (20), o Bangu venceu o Fluminense por 1 x 0, pelo Grupo C.
Na classificação, pelo Grupo A: 1º Sendas, 29 pts; 2º Botafogo, 23; 3º Tigres do Brasil, 17; 4º Futuro, 16; 5º Macaé Esporte, 15; 6º Miguel Couto, 7; 7º Castelo Branco, 6. Grupo B: 1º Flamengo, 29 pts; 2º CFZ do Rio, 28; 3º Profute, 22; 4º Volta Redonda, 19; 5º América, 15; 6º Serrano, 12; 7º Paraíba do Sul, 9 (saldo: -10); 8º São Cristovão, 9 (saldo: -14). Grupo C: 1º Bangu, 23 pts; 2º Madureira, 22; 3º Fluminense, 21 (saldo: 11); 4º Friburguense, 21 (saldo: 0); 5º Villa Rio, 8; 6º Olaria, 7; 7º Bela Vista, 3. Grupo D: 1º Bonsucesso, 26 pts; 2º Vasco, 25; 3º Mesquita, 16; 4º Duque de Caxias, 13; 5º Portuguesa, 12 (saldo: -2); 6º Arraial do Cabo, 12 (saldo: -4); 7º Boavista, 7 pts.
A última rodada da segunda fase começa neste sábado (22), com três partidas às 10h. No Joel Pereira, Miguel Couto x Tigres do Brasil; no CT Celso Gol, Botafogo x Futuro e no Louzadão, Mesquita x Portuguesa. À tarde, com bola rolando às 16h; no Colonia, Castelo Branco x Sendas; no CT Ninho do Urubu, Flamengo x São Cristóvão; no Antunes Coimbra, CFZ do Rio x Profute; no Raulino de Oliveira, Volta Redonda x Paraíba do Sul; no Giulite Coutinho, América x Serrano; na Bariri, Olaria x Bela Vista; no aniceto Moscoso, Madureira x Bangu, no CT Vale das Laranjeiras; Fluminense x Villa Rio; no CT Rio de Janeiro, Arraial do Cabo x Duque de Caxias e no VascoBarra, Vasco x Bonsucesso.

Corrida Rústica em São Pedro da Aldeia

Representando a Princesinha do Atlântico na Maratona de Curitiba, a atleta Vera Lúcia Mota, da Associação de Corredores de Macaé (Ascom), vai correr neste domingo (23) a maratona da cidade, considerada uma das mais difíceis do Brasil, com percurso de 42 quilômetros e 195 metros. A largada feminina acontece às 7h30, enquanto a masculina acontece às 8h. E a atleta macaense está confiante: "A maratona de Curitiba é uma prova muito difícil devido as muitas subidas, principalmente nos 15 últimos quilômetros, mesmo assim vou tentar ficar entre as 10 primeiras da minha categoria", comentou Vera.
Seja qual for o resultado em Curitiba, a temporada 2008 já foi excelente, especialmente a nível Estadual. Mas fechar o ano com uma boa colocação é o objetivo. "O ano de 2008 para mim foi só vitória, participei de seis etapas do Circuito Estadual e em todos subi em 1º lugar na minha categoria, 50 a 54 anos", lembra Vera. A macaense ainda competiu a meia maratona do Rio e a super maratona de Nova Friburgo, quando completou 30 quilômetros de corrida.
Durante a temporada Vera Lúcia já disputou diversas provas longas entre elas a Maratona do Rio - 42 km - 7ª na categoria; Super maratona de Teresópolis - 50KM, sendo a 5ª no geral; 30Km Ecológico - Friburgo - 1ª na categoria; Meia Maratona da Barra - Rio - 2ª na categoria;- Dez milhas de Cachoeira - 18KM - 1ª na faixa; Meia Maratona Friburgo - 21KM - 1ª na categoria e Meia Maratona do Rio - 21KM - 13ª na categoria. Vera conta com apoio da FESPORTE, Kent Calçados e Pro-Physic Academia.
Corrida Rústica em São Pedro da Aldeia
A Associação de Corredores de Rua de São Pedro da Aldeia (Acorspa), em parceria com a prefeitura, realizará a tradicional Corrida Rústica, no domingo (30). Com largada e chegada no Campo do Japonês, o percurso totaliza 10km e terá início às 9h30. Os interessados em participar devem efetuar o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$12,00 no banco Itaú, agência 6101, conta 09.930-4 e enviar o comprovante para Rua Rodrigues Santos nº 132, bairro Estação, São Pedro da Aldeia – Cep: 28.940-000 em nome de Gilson José Azevedo, ressaltando que não serão aceitos depósitos efetuados nos caixas eletrônicos, somente os compensados diretamente na boca-do-caixa.
Os 100 primeiros atletas inscritos receberão camiseta do evento. Como premiação, os três primeiros colocados na categoria geral masculino e feminino serão agraciados com troféus, medalhas e R$ 200,00 para o 1º lugar geral masculino e feminino; R$ 150,00 para o 2º lugar e R$ 100,00 para a terceira posição. Estimulando o esporte local, a Acorspa premia separadamente a categoria de atletas nascidos e residentes no município de São Pedro da Aldeia. Além de troféus e medalhas, a primeira posição embolsa R$ 100,00; a 2ª, R$ 80,00 e o terceiro lugar fatura R$ 50,00. Os três atletas mais novos e o mais idoso a participar da competição também receberão troféus, assim como as três primeiras equipes com menos pontos na classificação geral.
Também haverá premiação especial para os vencedores das categorias divididas por faixa etária. São elas: até 15 anos, 16/19, 20/24, 25/29, 30/34; 35/39, 40/44; 45/49, 50/54, 55/59, 60/64, 65/69, 70/74-75 anos em diante. Para outras informações, os interessados devem ligar para os telefones (22) 9261-8751 / fax – 2627-2584 / 2621-1559 ramal: 207.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Quissamã concentrado em Três Rio para a Semi Final

Após o treino recreativo pela manhã, nesta sexta-feira (21), no Carneirão, o Quissamã arrumou as malas e após o almoço viajou para Três Rios, onde pernoitará concentrado visando o jogo decisivo contra o Paraíba do Sul, neste sábado (22), às 16h, no Estádio Marcelo Moura e Souza, pelas semifinais do Estadual da Terceirona. O único desfalque será o atacante Ricardo, ainda se recuperando de contusão.
Embalado pela vitória contra o Sampaio Corrêa, e principalmente pelos numeros, em que o Quissamã tem o melhor indice de aproveitamento, melhor ataque, melhor defesa, equipe que menos perdeu e time mais disciplinado; a comissão técnica está otimista em jogar bem e vencer. Na história dos confrontos, o Quissamã empatou sem a rede balançar (0x0) em Paraíba do Sul e goleou por 4x1, jogando no Carneirão, em Quissamã, ambos este ano pela Copa Rio.
Mas a principal preocupação do técnico Paulo Henrique é com a ansiedade dos seus atletas. "A torcida (foto) tem toda a razão em ficar otimista, mas nós temos que ter paciência nessa reta final. O exemplo na reta de chegada da Copa Rio, fez nosso grupo amadurecer e como voce disse, estamos a dois jogos do nosso objetivo", disse o técnico.
Passando pelo Paraíba do Sul, o Quissamã garante o acesso à Segundona em 2009 e disputa o inédito título de campeão (foto do troféu) contra o vencedor da outra semifinal, Campo Grande x São João da Barra. Para o jogo de ida, o técnico Paulo Henrique promoverá os retornos do zagueiro Edson, o volante Amaral e o capitão Bruno Reis, ficando na suplência o Folete, Thiaguinho e Adriano, titulares no último jogo pela terceira fase. O time do Paraíba deve ser o mesmo que jogou classificado e perdeu para o São João da Barra.
Paraíba do Sul: Baiano; Felipe, Marreta, Rodrigo e Paulinho; Aílton, Pedruzo, Betinho e Gustavo; Welleson e Peterson. Técnico: Moisés. Quissamã: Espíndola; Romero, Edson, Douglas Gomes e Rodrigo; Amaral, Cleiton, Douglas Silva e Bruno Reis; Fabrício e Wellington Maranhão. Técnico: Paulo Henrique. O árbitro será Ivair Francisco da Silva, auxiliado por Augusto Alves Pereira e Julio Campana de Carvalho.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Craque português reforça o beach soccer Carioca

A seleção carioca de beach soccer (futebol de areia) promete brigar pelo título do Brasileiro, apostando no craque português Madjer, principal reforço do escrete do Rio de Janeiro. Nesta quinta (20), a equipe realizou o seu último treino nas areias cariocas antes do embarque para São Luís-MA, onde acontecerá o Campeonato Brasileiro, de 25 a 30 de novembro.
Além da novidade que vem de Portugal, duas vezes eleito o melhor jogador da Copa do Mundo, em 2005 e 2006, a seleção carioca terá o atacante Neném, maior artilheiro da Seleção Brasileira, com 334 gols marcados. E também, os experientes Júnior Negão e Benjamim. Sob o comando do técnico Alexandre Soares "Indio", a seleção também terá Sidney e Daniel Souza, campeões mundiais em julho deste ano.
A estréia da seleção carioca está marcada para o dia 25 contra adversário a ser definido após o sorteio das chaves da competição. O Rio de Janeiro é cabeça-de-chave número 3, e não vence a competição há dez anos. A última conquista foi inclusive comemorada no último sábado, com uma goleada por 12 x 2 em um "time" arranjado em Macaé. André Gomes e Renan, ambos jogadores de futebol de campo, marcaram os gols dessa baba que foi passear em Copacabana.
O Brasil conquistou a Copa do Mundo da Fifa, e retomou a hegemonia no beach soccer. Agora procura se fortalecer internamente, com a criação de uma competição nacional forte. Por isso, a expectativa de Indio, técnico do Rio e da Seleção Brasileira, é de que novos talentos sejam revelados na competição.

Quissamã rumo à Segundona de 2009

Empurrado pela Torcida Família, o Quissamã derrotou o Sampaio Corrêa por 3x0, gols de Tiaguinho, Fabrício e o zagueiro Douglas Gomes, na tarde desta quarta-feira (19) no Carneirão, em jogo válido pela última rodada da terceira fase do Estadual da Terceirona. O time entrou em campo já garantido na semifinal e até com o empate terminaria líder no Grupo V, mas não deu chances ao time de Saquarema, que acabou eliminado. No outro jogo deste Grupo, o Campo Grande derrotou o Castelo Branco por 1x0 e ficou com a segunda vaga.
No Grupo VI, o eliminado La Coruña eliminou o Fênix ao vencer o duelo por 3x2 e o São João da Barra derrotou o Paraíba do Sul pelo placar de 1x0, gol de Cafezinho. Com estes resultados, o time saojoanense terminou na primeira colocação e o Paraíba ficou na segunda posição. As semifinais começam no próximo sádado (22), com os jogos de ida. O Quissamã vai jogar contra o Paraíba do Sul, no Marcelo de Moura e Souza, enquanto o São João da Barra enfrenta o Campo Grande, no campo do Ceres. Na outra quarta-feira (26), o Quissamã recebe o Paraíba no Carneirão e o São João da Barra faz o jogo da volta contra o Campusca no estádio Sazinho.
O Quissamã já havia assegurado a classificação na rodada anterior, e pôde neste jogo decisivo para o Saquarema, deixar no banco de suplentes alguns jogadores que estavam pendurados pelo segundo cartão amarelo. E os que ganharam a oportunidade no time titular corresponderam a expectativa do técnico Paulo Henrique, que terá a sua disposição nas semifinais, a força máxima. Até o lateral Fred reapareceu após um longo período, afastado por contusão.
Quissamã: Espíndola: Romero (Fred), Douglas Gomes, Folete e Rodrigo; Cleiton, Douglas Silva, Adriano e Thiaguinho (Leonel); Fabrício (Washington) e wellington Maranhão. Técnico: Paulo Henrique. Sampaio Corrêa: Arthur; Marcelinho, Junior Guaraná, Belarmino e afonso (Juninho Barra Mansa); Dinho, Zu, Lucas (Daniel) e Leandrinho (Daniel); Willy e Rômulo (Biro-Biro). Técnico: Rubens "Bueira" Filho.
O árbitro foi Daniel Wilson Barbosa Castro, auxiliado por Tiago Pillar e Augusto Alves Pereira. O 4º árbitro foi Ricardo Nogueira.
No estádio Antonio Gomes Viana, em Carapebus, o Macaé Esporte fez seu último jogo pelo Torneio Octávio Pinto Guimarães de Juniores, derrotando por 4x2 o time do Castelo Branco. Já pelo Estadual de Futebol Mirim, o Nova Iguaçu conquistou o returno, ao derrotar o Volta Redonda por 2x1, no CT Oscar Cardoso, na Cidade do Aço. O Laranjinha da Baixada vai disputar o título da categoria contra o Fluminense, campeão do turno.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Macaé pega o Voltaço em Campos na estreia do Carioca


Saiu a tabela e o regulamento do Campeonato Carioca, em Arbitral que durou cinco horas, nesta terça-feira (18), na sede da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. A principal novidade será o retorno do mando de campo dos clubes "pequenos", na prática, com os quatro "grandes" jogando fora do Maracanã, Engenhão e São Januário. O Macaé Esporte vai estrear contra o Volta Redonda, no Arizão, em Campos.
A competição terá início dia 25 de janeiro e todas as rodadas já estão definidas, mas as datas dos confrontos ainda não foram divulgadas porque a Federação Carioca aguarda que seja definida a situação do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Haverá mudanças na quantidade de datas, caso o rubronegro da Gávea conquiste a vaga na Taça Libertadores.
Os quatro "grandes" perderam a regalia de só jogarem na capital, mas continuarão de certa forma levando vantagem, pois contra cinco adversários jogarão em campo neutro. A Federação foi rigorosa ao aprovar os estádios. O Aniceto Moscoso, do Madureira; Nielsen Louzada, do Mesquita; Trabalhador, do Resende; CT do Tigres do Brasil e Marrentão, do Duque de Caxias, não poderão receber Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco.
Contra os "grandes", o Madureira jogará no Giulite Coutinho, em Edson Passos e o Resende, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Duque de Caxias, Mesquita e Tigres do Brasil ainda estão sem locais definidos, mas a Ferj estuda a possibilidade destes clubes mandarem seus jogos nos estádios Luso-brasileiro, na Ilha do Governador, e no Giulite Coutinho, em Mesquita.
O Macaé Esporte, com o Estádio Moacyrzão sendo reconstruído (foto), está vetado para o início da competição, mas poderá ser utilizado ainda neste Campeonato, possivelmente no returno caso realmente fique pronto e seja liberado pela FERJ. O sonho da prefeitura é reinaugurar o novo Estádio jogando contra um "grande" da capital carioca. Enquanto isso, o time da Princesinha do AtLãntico mandará suas partidas, em Campos dos Goytacazes.
Regulamento
As 16 equipes estão divididas em dois grupos. No primeiro turno, valendo a Taça Guanabara, os jogos serão entre si dentro das respectivas chaves. No segundo turno, valendo a Taça Rio, os jogos serão entre os clubes do Grupo A contra os do Grupo B e vice-versa. Ao término da disputa cada turno, os dois primeiros colocados de cada chave estarão classificados para a etapa semifinal, em cruzamento olímpico. Os vencedores da semifinal estarão automaticamente classificados para a final de cada turno, e vencedor da final será campeão do turno. Caso um mesmo clube conquiste os dois turnos, será proclamado Campeão Estadual.
Grupo A: Americano, Cabofriense, Duque de Caxias, Fluminense, Madureira, Resende, Tigres do Brasil e Vasco da Gama. Grupo B: Bangu, Boavista, Botafogo, Flamengo, Friburguense, Macaé, Mesquita e Volta Redonda.
Ainda não foram definidas todas as datas da competição, porém foi divulgada a tabela do Carioca de 2009, com Flamengo x Friburguense, abrindo o Estadual. Pelo Grupo A: Vasco x Americano, Duque de Caxias x Tigres do Brasil, Cabofriense x Fluminense e Madureira x Resende. No Grupo B: Macaé Esporte x Volta Redonda, Mesquita x Bangu, Boavista x Botafogo e Flamengo x Friburguense.
Os valores dos ingressos serã nos mesmos valores cobrados no Campeonato deste ano. Os bilhetes para as cadeiras azuis do Maracanã, a antiga geral, custarão R$ 20 (vinte reais). Para as arquibancadas verdes e amarelas, R$ 30 (trinta reais) e, para as cadeiras brancas, R$ 50 (cinqüenta reais). Nos outros estádios, em especial no Interior, o preço mínimo do bilhete será no valor de R$ 10 (dez reais). Em Macaé, existe a previsão de arquibancadas cobertas e com cadeiras.

Quissamã quer a vantagem e decidir no Carneirão

A última rodada da terceira fase do Campeonato Estadual da Terceirona de Profissionais, acontece nesta quarta-feira (19), com o Quissamã já classificado às semifinais e os outros clubes brigando pelas três vagas restantes. Os quatro jogos vão começar às 16h: No Carneirão, Quissamã x Sampaio Corrêa; em Moça Bonita, Campo Grande x Castelo Branco; em Curicica, La Coruña x Fênix e no Sazinho, São João da Barra x Paraíba do Sul.
Mesmo com a vaga assegurada, o Quissamã vai defender a liderança no Grupo V visando a vantagem de decidir em casa no jogo da volta pela semifinal. Na manhã desta segunda-feira (17), os jogadores que não atuaram no domingo ou ficaram na suplência, treinaram com bola no CT do Palmeirinha e os que jogaram na vitória por 2x0 contra o Castelo Branco, trabalharam na piscina do parque aquático de Quissamã.
O time já inciou a concentração e hoje à tarde volta a bater bola no treino recreativo marcado para o Carneirão. O capitão Bruno Reis, sentindo dores na coxa, deverá ser poupado e substituído pelo Tiaguinho; o atacante Ricardo também continua em tratamento no DM e o zagueiro Edson, que cumpriu suspensão automática, já tem condições de jogo, mas deve reaparecer ficando no banco de reservas.
Assim o técnico Paulo Henrique vai prestigiar a rapaziada que classificou o Quissamã com uma rodada de antecedência. No caso do zagueiro Folete, ele era o titular e perdeu a posição para o Edson. Esperou com paciência na suplência e parece ter reconquistado a titularidade, formando dupla com o irmão Douglas Gomes. O Quissamã deverá formar com: Espíndola; Romero, Douglas Gomes, Folete e Rodrigo; Douglas Silva, Amaral, Cleiton e Tiaguinho; Fabrício e Wellington Maranhão.
Na briga pela vaga que resta neste Grupo, o Sampaio Corrêa precisa derrotar o Quissamã ou empatar e torcer por empate no confronto Castelo x Campo Grande, e se perder, torcer pela vitória do Campusca. Com estas três possibilidades de combinações de resultados, o time de Saquarema vai manter o sonho de subir à Segundona. Ao Castelo, resta derrotar o lanterna Campo Grande e torcer pelo Quissamã não perder. Até o lanterna Campo Grande tem chance, desde que derrote o Castelo e o Quissamã derrote o Sampaio.
Na classificação do Grupo V, o Quissamã lidera com 10 pts; 2º Sampaio Corrêa, 7; 3º Castelo Branco, 6; 4º Campo Grande, 5. No Grupo VI, o Paraíba do Sul é o líder com 10 pts; 2º São João da Barra, 9; 3º Fênix, 7; 4º La Coruña, 3, na lanterna e único já eliminado.
Com 14 gols, Fabrício (Quissamã) é o principal artilheiro da Terceirona; perseguido por Willy (Sampaio Corrêa), 10; Alexandre Bala (Arraial do Cabo) e Marcelo (Rubro Social), que pararam nos 9 gols; Ricardo (Quissamã), Elias (São João da Barra), Alex (La Coruña), Tiago Amaral e Renan (Castelo Branco), 7 e André (Campo Grande), 5 gols.

Macaé Esporte sonha com novo Estádio e um time forte

A vinda dos grandes clubes do Rio de Janeiro à Macaé para a disputa do Campeonato Carioca ainda não está descartada. Na manhã desta segunda-feira (17), o prefeito Riverton Mussi esteve reunido com representantes das empresas responsáveis pelas obras de reconstrução do estádio Moacyrzão, para viabilizar a acelação dos serviços, na tentativa de inaugurar as arquibancadas (área norte) e convencer a Federação Carioca a aprovar o novo estádio, com previsão otimista de ficar totalmente pronto em março.
Durante o período em que o prefeito estava de licença, o presidente da FERJ, Rubens Lopes, esteve em Macaé e ao visitar as obras concluiu que dificilmente o estádio seria utilizado para o Campeonato Carioca de 2009. Nesta terça-feira (18), acontece o Arbitral do Cariocão, e a diretoria do Macaé Esporte levará um relatório e a promessa da Prefeitura, de ter o Moacyrzão em condição de receber os jogos do Campeonato, inclusive pronto para os jogos contra os grandes clubes da capital carioca.
Quanto ao time, devido aos atrasos salariais, a apresentação da comissão técnica e jogadores está prevista para o dia 25 de novembro, prazo previsto para colocar os pagamentos em dia. Assim, o Macaé teria quase 60 dias para treinar a equipe, e que teria uma base com jogadores que disputaram a Segundona.
Para o gol, o Macaé manterá Lugão e está negociando com o goleiro Gati; nas laterais, Schneider, Bil e dos Santos; para a zaga, André e Otávio; volantes Léo Gonçalves, Andre Gomes e Steve; meias Wallacer e outros quatro que virão emprestados pelo Fluminense, mas que a diretoria ainda não quer divulgar os nomes; e para o ataque, o macaense Anderson, Léo Itaperuna e provavelmente Fernando Gaúcho, um dos artilheiros na Série C do Campeonato Brasileiro.

Prosport vence na Copa de Vôlei da Baixada

A Prosport/Macaé foi à Baixada Fluminense na tarde deste domingo (16) e derrotou o Central Vôlei, por 2 sets a 0, parciais de 25/15 e 25/20, em jogo válido pela Copa de Voleibol Masculino do SESC, em jogo realizado no ginásio do SESC de Nova Iguaçu.
Com destaque para o experiente atacante de ponta Ferrari, da equipe macaense, a Prosport venceu com: Ryan, João Luis, Vinicius, Uanderson, Rodrigo, Ferrari, Rhuan, Igor, Rafael, Robson "Bobinho", Rodson e Cristian. Técnico: Marcos Ribeiro.
Já as equipes femininas infantil e juvenil da Prosport não precisaram suar a camisa e venceram por Win Out, devido ao não comparecimento das equipes da Vôlei Flama.

Vassouras vai decidir com o CEPE-Caxias no Feminino

O time feminino do Vassouras entrou em campo na tarde deste domingo (16), precisando apenas empatar com o Campo Grande para decidir o título de campeão Estadual de Futebol Sub 20. Mas as meninas vassourenses disputaram o duelo com muita determinadas a vencer e derrotaram o Campuscão por 2 x 0, gols de Geniffer "Bobola", no Estádio Peixotão, em Vassouras.
Por ter empatado a primeira partida da semifinal em 1 x 1, e ter melhor campanha na fase anterior, o Vassouras jogava por um simples empate para conquistarem a vaga, mas a vitória foi um estímulo a mais para enfrentar o CEPE-Caxias na final, a ser disputada em jogo único, no próximo domingo (23), com horário e local a serem confirmados pela Federação Carioca de Futebol. Em caso de empate, haverá prorrogação e, persistindo o resultado, a decisão será por cobranças de tiros livres da marca do pênalti.
Disposta a brigar pela artilharia, a atacante Geniffer " Bobola" (que está sendo aguardada em Macaé para a semifinais do Estadual de Futsal Feminino), com os dois gols marcados ainda na primeira etapa, agora tem 13. Bobola já pensa na final e destaca a união das meninas de Vassouras. "Ficamos bastante unidas nesta última semana e isso foi fundamental dentro de campo. Estamos confiantes. O CEPE-Caxias não é um bicho de sete cabeças. Se jogarmos com esta garra, vamos buscar o título", ressaltou a artilheira.
Vassouras: Jéssica; Catu, Karine, Luana e Laboã (Géssica de Paula); Aline, Ludmila, Danúbia (Bruna) e Jane (Michele); Danielle Ratinha e Geniffer. Técnico: Anderson Souza. Campo Grande: Luana; Ingrid, Flor, Dani e Tati; Kelly, Rayane (Maiara), Ana e Bebê (Taís); Daniele e Daiane. Técnica: Mara Sueli. O árbitro foi Vagner Figueiredo, auxiliado por Diogo Santos e Augusto Barbosa, nas bandeiras.

domingo, 16 de novembro de 2008

Quissamã garante vaga nas semifinais da Terceirona

O Quissamã foi à Mesquita e desmoronou o Castelo por 2x0, disparando na liderança isolada e garantindo uma das vagas nas semifinais do Estadual da Terceirona, com uma rodada de antecedência. No outro confronto deste Grupo, o Sampaio Corrêa empatou em 1x1 com o Campo Grande, na Arena Guanabara, em Araruama.
Com estes resultados, o Quissamã é o líder do Grupo V, com 10 pts; 2º Sampaio Corrêa, 7 (saldo: 3); 3º Castelo Branco, 6 (saldo: -2); 4º Campo Grande, 5. Na última rodada, na próxima quarta-feira (19), o Quissamã recebe o Sampaio Corrêa, às 16h, no Carneirão e o Campo Grande joga em Moça Bonita contra o Castelo Branco.
O Quissamã está classificado, até mesmo com uma derrota. A segunda vaga será definida nesta última rodada. O Sampaio Corrêa precisa de uma vitória simples, ou empatar e torcer por empate ou derrota do Castelo para ficar com a segunda vaga. O Castelo precisa derrotar o Campo Grande e torcer por empate ou vitória do Quissamã. E o Campo Grande vai depender de um "milagre": derrotar o Castelo e contar com a vitória do Quissamã. Se depender do retrospecto do favorito ao título, jogando em Quissamã, tanto o time da Universidade quanto o Campuscão, podem sonhar com as semifinais.
Pelo Torneio Octávio Pinto Guimarães de Futebol Junior, o Macaé Esporte foi goleado pelo Botafogo por 6x0, no CT Celso Gol e no outro duelo deste domingo, o Flamengo derrotou o Volta Redonda por 1x0, no Ninho do Urubu.
E pela Série C do Campeonato Brasileiro, o Duque de Caxias sapecou 4x1 no Rio Branco, em jogo realizado no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Com este resultado, na penúltima rodada, o time caxiense chegou aos 18 pontos e se manteve no G 4, com 18 pontos. Para conseguir o acesso, precisa vencer a última partida. Já o Rio Branco deu adeus às chances da vaga na Série B, ficando com 13 pontos, na lanterninha da Terceirona.
Na próxima rodada, a última do octogonal final da Série C, todos os jogos vão ser no domingo, às 19 horas. O Duque de Caxias joga em Sergipe, contra o Confiança-SE. Na importante vitória, neste domingo na Cidade do Aço, os gols dotricolor da Baixada Fluminense foram marcados por Cléber, Douglas Silva, Tinoco e marquinhos contra. Marcelo Brás, de pênalti, fez o gol de honra. O Duque de Caxias goleou com: Borges; Douglas Silva (Rodrigo), Tinoco, Silva e Alan; Pingo (Douglas Fernandes), Cléber, Renatinho e Juninho (Giovani); Dudu e Edvaldo. Técnico interino: Paulo Sérgio.

Bangu está de volta á Elite do Futebol Carioca

O Banguzão acaba de confirmar todas as expectativas, está de volta à Elite do Futebol Carioca e vai dar a volta olímpica no Estádio de Moça Bonita. Com a vitória por 2x0 diante do Aperibeense, gols de Bruno Reis e Sassá, na deste sábado (15), o time treinado pelo competente Antonio Carlos Roy (campeão da Segundona em 2007 com o Resende) conquistou o título de campeão Estadual da Segundona.
A outra vaga é do Tigres do Brasil, que surpreendeu aos "Chutemáticos", ao golear o Olaria, em Xerém. O time treinado pelo técnico da seleção brasileira sub-17, Lucho Nizzo, derrotou o Olaria por 4x0, com Eduardo e Clayton marcando dois cada um. Vice-campeã da Segundona 2008, a Fera da Baixada Fluminense debutará na elite, promete "morder".
Na briga pelas vagas nas semifinais no Estadual da Terceirona, o Paraíba vai despachando lanterna La Coruña e o São João da Barra segue arrancando uma importante vitória por 1x0, diante do Fênix, em Resende. Com estes resultados parciais no Grupo VI, o Paraíba do Sul assume a liderança com 10 pontos; o São João da Barra pula para a vice-liderança, com 9; o Fênix cai para a terceira posição, com 7 e o La Coruña, está eliminado, com 3 pontos. Fabrício, atacante do Quissamã, é o principal artilheiro da Terceirona, com 13 gols.
MACAÉ FOI GOLEADO EM COPACABANA
Comemorando os 10 anos da conquista do último título Brasileiro nas areias de Copacabana e fechando a preparação da equipe para o Campeonato Brasileiro, que começa no dia 25, no Maranhão, a Seleção Carioca de Beach Soccer fez um joguinho festivo contra um time formado por atletas profissionais do Macaé Esporte e atletas amadores do futsal macaense, e venceu aplicando uma impiedosa goleada.
Reforçada pelo veterano Júnior, ex-Flamengo e agora comentarista da SporTV, a equipe goleou a desentrosada "Seleção" da FESPORTE, que convocou inclusive um faixa preta e tae know do, por 12 x 2, na manhã deste sabado. Até o vovô Junior "Capacete" balançou as redes do Macaé, mas os artilheiros do confronto foram: Júnior Negão, Sidney, Daniel e o português Madjer, com dois gols cada.
Homenageado por ter sido um dos precursores do beach soccer, Júnior foi convidado para o amistoso e encantou o público na praia de Copacabana. Com jogadas de habilidade, fez um gol, deu assistências e arrancou aplausos da torcida e dos adversários adversários. O jogo teve quatro tempos de 12 minutos, e o técnico do escrete carioca, Alexandre Soares, usou todos os jogadores que viajarão na próxima sexta-feira para a disputa do Brasileiro. O único poupado foi o atacante Neném, com dores na coxa direita. O português Madjer mostrou bom entrosamento com o grupo.
Macaé poderia ter sido melhor representada e não precisava pagar esse mico no Rio de Janeiro. Tem uma privilegiada orla para treinar e alguns praticantes do futebol de areia, mas optaram por levar a rapaziada que joga futebol de campo e futsal, totalmente diferente do beach soccer. Na pré-lista dos convidados pela Fesporte, alguns até jogaram ontem à noite pela Copa Tatu de Futsal.

sábado, 15 de novembro de 2008

Azurra vai decidir o Macaense de Futsal contra Búzios

O atual bi-campeão macaense de futsal eliminou o 15 amigos na semifinal que aconteceu na noite desta sexta-feira (14), no Ginásio Maurição, pela Copa Edilson Tatu de Futsal Masculino Adulto. O Azurra venceu na prorrogação, por 2x1, e vai decidir contra o time do Búzios, que derrotou o jovem time do Olímpico por 3x1. Os jogos finais pela Copa Edilson ‘Tatu’ de Futsal Masculino Adulto e pela Copa Fesporte de Futsal Feminino serão realizados na quinta-feira (27) a partir das 18h30, com a disputa do terceiro lugar e o título de campeão.
Na preliminar o confronto foi equilibrado e terminou empatado em 1x1 no tempo regulamentar, gol de Adrianinho para o 15 e Elton decretando o empate. Na prorrogação, prevalecia o equilíbrio e dava a impressão que a definição seria nas cobranças de tiros livres da marca do pênalti. Mas nos minutos finais, o 15 Amigos utilizou o goleiro linha, errou e acabou sofrendo o gol numa jogada em que o ala Clayton viu o goleiro adiantado e balançou a rede. O mesmo Clayton puxou um contra-ataque, e foi atingido violentamente pelo Cacau, que acabou sendo expulso pelo árbitro César Pinto.
No lance da falta, Clayton seguia com a bola dominada e Cacau o derrubou pelas costas. Clayton ficou por alguns minutos chorando em quadra e dizendo que não sentia os movimentos das pernas. Foi socorrido pelo atendente Alexandre Adolfo e a equipe de enfermagem presente ao Ginásio, que resolveu encaminha-lo ao Hospital Municipal de Macaé. Foi uma cena lamentável e dramática, o próprio Cacau entrou em desespero e tentou justificar sua atitude errônea. "Desculpe Clayton, fiquei de cabeça quente", lamentava Cacau. Mais tarde, o coordenador da competição, Tony Batalha, informou que o atleta teria sido examinado, passava bem e que depois da avaliação dos resultados das radiografias seria liberado pela equipe médica.
Azurra: Diego, Marcelo, Clayton, Elton e Pardal. Entraram: Gleydson, Dinarte e Fofão. Técnico interino: Emerson. 15 Amigos: Gabriel, Cacau, Jomar "Bicudo", Vitor Brandão e Cleyton. Entraram: Antônio José, Eric, Cláudio Antônio, Felipe e Adriano. Técnico: Alexandre Adolfo.
No jogo de fundo o Olímpico entrou aceso e logo abriu o placar com o atacante Luizinho aproveitando um "cochilo" da rapaziada de Búzios. Ainda na etapa inicial, Rafael decretou o empate, depois que o técnico Leonardo pediu tempo e reorganizou o posicionamento do time em quadra. Na volta do intervalo, Búzios foi superior, e virou o jogo, com os gols dos experientes Isack e Gustavo.
Búzios: Tiago, Isack, Rafael, Maurício e Wanderson. Entraram: Gustavo, Ramires e Leandro "Boi". Técnico: Leonardo. Olímpico: Gregory, Felipe, Diego, Luisinho e Henrique. Entraram: Magson, Gabriel e John. Técnico: Zé Baixinho.
Os árbitros riostrenses da AMARD, Cesar Pinto dos Santos e Andre Luis Soares Caramuru trabalharam no apito, com Luis Claudio Vilela "Bigode", acumulando as funções de cronometrista e anotador. O árbitro César Pinto pediu a súmula do jogo preliminar e prometeu fazer um relatório registrando os fatos que o levaram a encerrar o jogo, restando alguns minutos para o término da prorrogação. A vitória do Azzurra está confirmada.
O encerramento da competição será na quinta-feira (27), a partir das 18h30m. Abrindo a rodada final, 15 Amigos x Olímpico, decidem o terceiro lugar no Masculino e em seguida, Raça-Fla x Rosa de Saron, disputam a mesma posição no Feminino. A decisão da Copa Fesporte de Futsal Feminino, Juventus x Macaense, será na preliminar de Azurra x Búzios, que disputam o título de campeão da Copa Edilson "Tatu" de Futsal Masculino.


Beach Soccer em Copacabana


Participando das comemorações dos 10 anos do 1º título de campeão brasileiro de seleções, um combinado macaense, "estrelado" por atletas do Macaé Esporte e do futsal amador, disputará um jogo festivo na Praia de Copacabana contra um time que terá as participações do goleiro Paulo Sérgio, Junior Negão, Neném e a estréia do português Madjer na seleção carioca. Segundo o auxiliar-técnico, Alexandre Adolfo, o técnico do Macaé será Fabio Neves, que deverá começar jogando com Diego, Andre Gomes, Léo Gonçalves, Bersot e o faixa-preta Dinarte; informa Adolfo, sugerindo ao que não puderem ir à capital carioca, que sintonizem no canal SporTV.


A bola vai rolar às 10h, neste jogo-treino que faz parte da preparação da equipe carioca, visando o XII Campeonato Brasileiro de Beach Soccer, entre os dias 24 e 20 de novembro, na cidade de São Luis, no Estado do Maranhão. A seleção do Rio é formada pela base da Seleção Brasileira, três vezes campeã do Mundo Pela Fifa.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Deu ZEBRA no Estadual de Futebol da Terceirona

O Quissamã foi surpreendido pelo lanterna Campo Grande, na tarde desta quinta-feira (13), no estádio Proletário Guilherme da Silveira, em Bangu, no complemento da primeira rodada do returno na terceira fase do Campeonato Estadual da Terceirona de Profissionais. O Campuscão derrotou o Quissamã por 2x0, gols de Marcelão e Sérgio, e conquistou a primeira vitória nesta fase, entrando na briga direta por uma das vagas nas semifinais da competição. Na verdade, o Campo Grande somou pontos apenas contra o time Quissamã, além da vitória, empatou na primeira rodada jogando no Carneirão.
Mesmo com a vitória, o Campusca segue na lanterna do Grupo V com quatro pontos, dois abaixo da zona de classificação. Já o Quissamã, apesar da derrota ainda é o líder, com sete pontos. Na próxima rodada, o Campo Grande vai até Araruama enfrentar o Sampaio Corrêa, na Arena Guanabara e o Quissamã enfrenta o Castelo Branco no Louzadão, com o vice-presidente de futebol, Flavio Trivella, substituindo o técnico Jorginho.
Na quarta-feira, o Sampaio Corrêa goleou o Castelo Branco por 4x1, em Araruama, com três gols de Willy e Leandrinho. Renan fez o gol de honra. Pelo Grupo VI, o La Coruña derrotou o São João da Barra por 1x0, gol de Paulo César, e o Paraíba do Sul também derrotou o Fênix pelo mesmo placar, gol de Gustavo.
Após estes jogos, no Grupo V, o líder é o Quissamã, 7 pts; 2º Sampaio Corrêa, 6 (saldo: 3); 3º Castelo Branco, 6 (saldo: -2); 4º Campo Grande, 4. No Grupo VI, o líder é o Fênix, 7 pts (saldo: 1 / gols pró: 7); 2º Paraíba do Sul, 7 (saldo: 1 / gols pró: 6); 3º São João da Barra, 6; 4º La Coruña, 3 pts.
A quinta rodada da terceira fase da Terceirona terá início no próximo sábado (15), às 16h, com duas partidas. No estádio Marcelo de Moura e Souza o Paraíba do Sul recebe o La Coruña e no estádio do Trabalhador, em Resende, Fênix x São João da Barra buscam a reabilitação das derrotas sofridas no meio de semana. No domingo (16), às 16h, mais dois jogos fecham a penúltima rodada. No estádio Nielsen Louzada, em Mesquita, Castelo Branco x Quissamã e na Arena Guanabara, em Araruama, Campo Grande x Sampaio Corrêa.

Tá tudo definido no Futsal Amador Macaense

Os outros dois semifinalistas da Copa Edilson "Tatu" de Futsal Masculino foram definidos na noite desta quinta-feira (13) nos jogos realizados no Ginásio Maurição. Na mesma rodada, o Macaense confirmou todo o favoritismo e derrotou o Raça-Fla por 2x0 pela semifinal da Copa Fesporte de Futsal Feminino. Nesta sexta-feira (14), a bola pesada volta a rolar no Maurição pelas semifinais no Masculino. Na preliminar, às 19h30, Azurra x 15 Amigos e às 20h30, Búzios x Olímpico.
Abrindo a última rodada pelas quartas-de-finais no futsal dos "cuecas", o time de Búzios derrotou o Raça-Fla por 3x2, com três gols de Isack, descontando Raphael e João Claudio pra o rubro negro macaense. No outro confronto, o Olímpico derrotou o 5 de Maio pelo mesmo placar, gols de Luis Claudio Henrique e Macson, diminuindo João Fernandes e Leandro.
No jogo que definiu o adversário da Juventus na final da Copa Fesporte, o escrete do Macaense derrotou o Raça-Fla por 2x0. Apesar do resultado, o primeiro tempo foi equilibrado, terminou empatado sem a rede balançar e os gols só sairam na etapa final, marcados por Iara e Tamires.
Raça-Fla: Alexia; Michele, Graciele, Aline, Marystela e Marcinha. Entraram: Vanessa, Mariana e Jorgiane. Técnica: Claudia Márcia "Kako. Macaense: Gracenilda; Bárbara, Iara, Carol e Robertinha. Entraram: Daiane, Lidiane e Tamires. Técnico: Raul Conceição.
Estadual de Futsal Feminino
A Liga Rio Futsal confirmou para os dias 23 e 30 de novembro, os jogos do Macaé Sports contra o Securitários pelas semifinais do Estadual de Futsal Feminino. O primeiro jogo será em Macaé, às 15h, no Ginásio Maurição e o segundo, às 16h, na capital carioca.