Radio Web InformaSom

quinta-feira, 14 de julho de 2016


Serra Macaense depena a Arara de Araruama no Moacyzão


O Serra Macaense voltou a campo nesta quarta-feira (13) à noite e derrotou o Araruama por 2x0, no Estádio Moacyrzão, em Macaé. Massaro e Luquinha marcaram para o time alviverde, ambos no segundo tempo, que agora tem dez pontos e está na vice-liderança do Grupo A, atrás do São Gonçalo EC, que tem uma duzia de pontos. Já o Araruama está com sete pontos no Grupo B, na quinta colocação.

O primeiro tempo foi equilibrado e sem emoção. Poucas chances de gol foram criadas. E as duas melhores foram do Araruama, com Maiqui e Talisca, mas não foram eficientes nas finalizações. Aparentemente, o Serra demonstrava cansaço, provavelmente pelo desgate no jogo anterior devido o calor da uma da tarde na Bariri.
Foto Luiz Bispo
Na etapa final o Serra Macaense foi em busca do gol e os atacantes eram parados com falta. E por varias vezes o lateral Lecinho cobrou, mas sem manar na rede. Em sua ultima cobrança, na lateral da grande área, a bola tocou no travessão.

Mas após a paradinha técnica, o treinador Quarenta fez uma alteração que mudou a postura do Serra. Tirou Alisson e colocou o Aldênio. Logo em sua primeira jogada, o camisa 20 carimbou o travessão. Na sequencia, aos 24 minutos,  Massaro recebeu livre dentro da grande área, passou pelo goleiro e tocou rasteirinho no fundo do barbante. Cinco minutos depois, Aldênio lançou Luquinha à esquerda da grande área, que bateu cruzado e estufou a rede do Arara, escrevendo 2x0 no pacar.

O Serra volta a jogar no domingo (17), às três da tarde, visitando o Rio São Paulo na Rua Bariri. O Araruama recebe o Barcelona no Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema. A rodada prosseguirá nesta quinta-feira (14) com mais duas partidas às três da tarde. Barcelona x Serrano, no Guilherme da Silveira Filho e Mesquita x Futuro Bem Próximo, no Nivaldo Pereira.
O artilheiro Massaro marcou seu quinto gol na Terceirona

SERRA MACAENSE: Italo; Lecinho, Neto, Brandão e Allyson Oliveira; Luan (Miguel), Leanderson, Alisson (Aldêni) e Biel; Lucas e Massaro. Tecnico: Quarenta. ARARUAMA: Washington; Weverton, Valadares e Maylson; Yuri, Ruan, Maiqui e Talisca (Alef); Ayrton e Gustavo (Mercedes). Douglas Almeida.  O árbitro foi Thiag Pinheiro Ferreira, auxiliado por Rafael Sepeda de Souza e Andre Luis da Silva Segundo.

Nos outros jogos desta quarta-feira (13) pela quinta rodada: Nova Cidade 1 x 0 Rio São Paulo, Rio de Janeiro 1 x 1 Juventus, São Gonçalo EC 3 x 0 Bela Vista. O Duquecaxiense venceu o Condor por Win Out (3x0). O Condor foi excluído da competição.

Na classificação do Grupo A: 1º São Gonçalo EC, 12 pontos; 2º Serra Macaense, 10; 3º Barcelona, 8; 4º Mesquita, 7; 5º Rio de Janeiro, 5; 6º Nova Cidade, 4 e 7º Condor, zero. No Grupo B: 1º Juventus, 8 pontos; 2º Serrano, 7 (saldo: 3); 3º Futuro e Duquecaxiense, 7 (saldo: 2 / gols pró: 6); 5º CEAC/Araruama, 7 (saldo: 1); 6º Rio São Paulo, 6 e 7º Bela Vista, 4 pontos.


terça-feira, 5 de julho de 2016

AMFE goleia o Praia Campista na abertura do Amador Macaense

Na reabertura do Estadio Expedicionário a bola rolou neste domingo (3) para o inicio do Campeonato Amador Macaense. Na preliminar o Barense derrotou o Colorado pelo placar de 1x0, gol de Marquinhos. No jogo de fundo a AMFE goleou o Praia Campista por 4x0, com dois gols de Mateus Tomaz, Elkiki e Felipe.

A segunda rodada começa no sabado, com Selefogo x Corrego do Ouro a uma da tarde e às tres da tarde, Unidos da Aroeira x Independente. No domingo, nos mesmos horários, Macaé faz a preliminar com o Atlantico do Futuro e o Colorado duela com a AMFE no jogo de fundo.

Apesar da goleada, o Praia Campista fez jogo duro com a AMFE e o primeiro tempo ficou no empate sem a rede balançar. Após o intervalo, o time da AMFE passou a dominar o meio campo e o quarteto Kaio, Roberto, PH e Wellington tocavam a bola e deixavam os atacantes em condições de marcarem o gol. Em três lances seguidos, o goleiro Bruno salvou o Praia.

Mas foi em chute de longa distancia, na verdade quando o lateral esquerdo Felipe buscava um cruzamento na área, que a AMFE mandou na rede. A bola subiu e encobriu o goleiro, que estava adiantado.

A situação do Praia piorou quando Pozinho caiu sentindo uma contusão e o tecnico Jeronimo mandou Jonatas o substituir. Pozinho não gostou e tirou a camisa no momento que deixava o campo. Atento à regra, o árbitro Diogo Morgado o advertiu com o cartão vermelho. Jonatas retornou para o banco de suplentes e o Praia passou a jogar com um a menos.

Na tentativa de empatar o Praia Campista atacava e demorava a voltar para a defesa. Os atacantes da AMFE recebiam a bola sempre livres de marcação, principalmente pela direita. E foi assim que virou goleada. Em duas jogadas na grande área, os atacantes da AMFE sofreram penaltis e ambos foram convertidos. Um cobrado pelo Mateus Tomaz e outro pelo Elkiki. Mateus fez o outro gol com bola tocando na trave, antes de ir para o fundo do gol.

AMFE: Leandro; Rodrigo Orelha (Rafael), Robson Junior, Nonô e Felipe; Kaio, Roberto, PH (Luan Portugal) e Wellington (Felipinho); Mateus Ramos (Mateus Tomaz) e Elkiki. Tecnico: Alfredo    PRAIA CAMPISTA: Bruno; Adilson (Ronaldi), Alex, Renato e Catito; Macaeió (Jonatas), Pozinho, Vitor e Bruno; Leo (Tiago) e Patrick. Tecnico: Jeronimo.   O árbitro foi Diogo Morgado, de Conceição de Macabu, auxiliado por Marcelo Chagas e Marcos Maia, ambos de Rio das Ostras.

Wellingto (de verde), com o trio de arbitragem e o capitão da Praia Campista
O Personagem da Rodada

O camisa 10 da AMFE, Wellington, deixou um recado no facebook relembrando uma contusão que acabou com o sonho de ser um jogador profissional e destaca que hoje a bola é sua ferramenta de comunicação. Certamente, o Campeonato Amador vai lhe permitir fazer o que mais gosta, como lazer.

- "Gostaria de agradecer a Deus pelo privilégio de poder jogar minha bolinha. Quando tinha 18 anos rompi meus ligamentos e meniscos do joelho. Na época nunca tive condições de fazer a cirurgia por se pobre. Interrompendo o sonho que era meu somente! Com 19 anos iniciei minha carreira profissional na empresa onde tive meu primeiro plano de saúde!!! Podendo voltar a jogar futebol. Dr Gumercindo nunca me esqueço. Aonde depois tive oportunidade de jogar uma C do carioca e até sair do país. Ae eu passei a sonhar os sonhos de Deus, deixei as coisas de menino de lado. Hoje tenho um combustível dentro de mim chamado gratidão. Posso usar a bola como uma ferramenta de comunicação. Usar a bola com Integridade, comprometimento, e principalmente saber trabalhar em equipe. Obrigado Deus pelo privilégio de ainda jogar futebol. Te amo meu Deus", finalizou Wellington demonstrado a sua fé e gratidão.

domingo, 19 de junho de 2016

Campos é finalista da Taça Corcovado

O Roxinho voltou com tudo ao futebol profissional do Rio de Janeiro. Depois de conquistar o inédito acesso à Segundona, manteve a pegada e está qualificado para disputar a Taça Corcovado, o segundo turno da Segundona. Na semifinal, derrotou o Audax Rio por 3x2 em Moça Bonita, e voltou a vencer neste sábado (18), no Estádio Ângelo de Carvalho, diante de sua torcida, por 1x0, gol do macaense Anderson Manga, cobrando falta.

Garantido na decisão da Corcovado, Campos agora espera pela definição do outro finalista. Americano e Olaria, que estava suspenso, foi remarcado para a próxima quarta (22), em Cardoso Moreira. No jogo de ida, o confronto terminou empatado em 1x1. Um novo empate leva a decisão para os tiros livres da marca do penalti. O vencedor nos penaltis ou durante o tempo regulamentar com bola rolando, enfrenta o Campos.

No jogo de volta em Campos, foi o Audax que partiu para o ataque em busca da vitoria. Além disso, seria preciso ganhar por dois gols de diferença, pois perdeu o duelo de ida por 3x2, no Rio. No primeiro lance, o atacante Borebi dominou no peito e chutou para defesa do goleiro Bambu.

O Roxinho deu a resposta com Miguel cobrando uma falta. Ele chutou forte, para fora. Em seguida, o Audax chegou com muito perigo, mas Bambu salvou o Campos após boa chegada do atacante Borebi.

O jogo seguia muito disputado, e após uma falta de Miguel em cima de Borebi, o tempo fechou. Amenizado os animos, o Audax cobrou a falta e assustou o goleiro Bambu, que fez a defesa em dois tempos. O Audax passou a arriscar os chutes de fora da área, mas sem conseguir o gol.

Após a parada técnica, os dois times insistiam em jogar no abafa, alçando a bola na grande área. Com a vantagem do empate, Campos atraia o Audax e explorava os contra-ataques. O Audax teve uma boa chance de gol, mas o chute do Castro parou no goleiro Bambu.

Após o intervalo, o Audax assustou em cobrança de falta, mas Bambu estava ligado e fez outra boa defesa. Em outra lance com origem da bola parada, Denílson cobrou escanteio e a zaga campista rebateu, no contra-ataque Washington foi acionado e errou o ultimo passe visando o Miguel.

O jogo passou a ficar violento com seguidas faltas. Numa delas, Júnior Pagode foi derrubado dentro da grande área e pediu pênalti, mas o árbitro ignorou.

Em outro lance, aos 28 do segundo tempo, o artilheiro Paquetá foi parado com falta. Anderson Manga cobrou com categoria e obrigou o goleiro Cleiton a buscar a bola na rede.

O Audax passou a precisar de pelo menos dois gols para vencer de virada e forçar a decisão nos penaltis. Mas o goleiro Bambu não permitiu. O Audax ainda teve seis minutos de acréscimos, mas não foi suficiente. Campos se fechou na defesa e após o apito final, comemorou com a sua galera, a vaga na final da Taça Corcovado.

Campos: Bambu; Vinicinho, Leandro, Cleiton e Jadinho; Sanderson, Junior Pagode, Miguel (DG) e Washington (Thurram); Anderson Manga (Gilmax) e Vinicius Paquetá. Técnico: Rafael Soriano. Audax Rio: Cleiton; Sávio, Vagner Eugênio, Yago e Valmir (Claudio Pagodinho); Alex, Ortega (Yuri), Rodrigues e Denilson; Castro (Dany) e Borebi. Técnico: Luciano Quadros. O árbitro foi Daniel de Sousa Macedo, auxiliado por Gilberto Stina Pereira e Francisco Pereira de Sousa.

Macaé perde para o Mogi Mirim no Moacyrzão

Com os portões fechado para o publico, o Macaé sofreu a quarta derrota na primeira fase da Terceirona do Brasileiro. Na tarde deste sábado (18), o Leão perdeu para o Sapo por 1x0. Ortigoza fez o gol do Mogi Mirim, mantendo o Macaé na zona de rebaixamento à Quartona do Brasileirão, com três pontos e na nona colocação no Grupo B.

Na próxima rodada, o Macaé viaja até o Rio Grande do Sul para encarar o Ypiranga (RS) no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim (RS), no domingo (26) às quatro da tarde. Se não vencer poderá assumir a lanterna. O Mogi Mirim visita o Boa Esporte, nos mesmos dia e horário, no estádio Dilzon Melo, em Varginha.
Com a vitória o Mogi Mirim entra na briga por uma das quatro vagas às quartas-de-final da Terceirona. Agora, o time tem oito pontos, no quarto lugar, e só deixa o G4 se o Boa Esporte, com sete pontos, superar o Guarani neste domingo.

Desde o início do primeiro tempo, o Macaé se viu pressionado pelo Mogi Mirim. Porém, poucas chances foram criadas por ambos os times, sendo duas pelo time paulista, a primeira com Neto Paulista cobrando falta no travessão e depois com Roni, que chutou e Milton Raphael defendeu. Pelo time macaense, Ronaldo cobrou falta e parou no goleiro Gustavo.

Na segunda metade do primeiro tempo, o time fluminense, enfim, conseguiu impor seu jogo. Mesmo assim, chegou em apenas mais uma oportunidade, aos 33 minutos. Depois de um bate-rebate na área, a bola sobrou para Fabinho Cambalhota. Mas o atacante estava impedido.

Na etapa derradeira, o Leão tentou rugir nos primeiros minutos, afinal jogava em casa e precisava vencer. Aos três minutos, Ronaldo cobrou escanteio na área e o zagueiro Sérgio Raphael desviou e a bola foi para fora do gol.
E só aos 23 minutos, em sua primeira ação de ataque, o Sapo criou a chance real de gol. O meia Keké entrou na área e foi derrubado pelo zagueiro Matheus Cambuci. Na cobrança, Roni bateu no canto e Milton Raphael fez a defesa.

Após o susto a expectativa era por uma reação. E quando o time começava a pressionar o Mogi, o atacante Deivison recebeu o segundo amarelo e foi expulso aos 33 minutos. Além disso, dois minutos depois, o Sapo balançou a rede do Leão. Após um contra-ataque mortal, Keké foi à linha de fundo e levantou na área. Livre de marcação, o atacante Ortigoza completou de cabeça, escrevendo 1x0 no placar do Moacyrzão.

Macaé: Milton Raphael; Ronaldo, Sérgio Raphael, Matheus Cambuci e Guilherme; Dos Santos, Fabrício Baiano, Luís Mário (Dija Baiano) e Magnum (Juninho); Fabinho Cambalhota (Luan) e Deivison. Técnico: Carlinhos Ganjão.  Mogi Mirim: Gustavo; Neto Paraense, Henrique Motta, Gladstone e Bruno Ré; Gilson, Alan Mota, Neto Paulista e Carlinhos (Keké); Diego Clementino (Edmar) e Roni (Matheus Ortigoza). Técnico: Leston Júnior. O árbitro foi Claudio Francisco Lima e Siva, da Federação Sergipana, com Vanderson Antonio Zanotti e Ramires Santos Cândido, ambos da Federação Capixaba, nas bandeiras.


quinta-feira, 16 de junho de 2016

Basta o empate para Campos disputar a Taça Corcovado

Paquetá é o artilheiro da Segundona com 12 gols
Os jogos de ida pelas semifinais da Taça Corcovado, o segundo turno da Segundona Carioca, aconteceram nesta quarta-feira (15), com os dois times de Campos, mantendo a vantagem para o jogo de volta.
O Americano empatou em 1x1 com o Olaria, no estádio Mourão Filho, na Bariri. William marcou o gol alvinegro e Anderson Kunzel o gol alvianil. Três jogadores foram expulsos: Canavan e Juninho, pelo Cano e Juninho pelo Olá.

Itaboraí apela no Tapetão e a Federação suspendeu a semifinal

A Federação Carioca aceitou as denúncias sobre suspeita de manipulação de resultados feitas pelo presidente do Itaboraí, Junior Cardoso, e suspendeu o jogo de volta entre Americano x Olaria, a ser realizado em Cardoso Moreira.
O dirigente reclama e acusa o presidente do Americano, Luciano Vianna, por supostamente estar ‘escolhendo adversários’ para o triangular final. Com isso, a FERJ colocou esse resultado sub-judice e suspendeu o jogo de volta que seria realizado neste sábado (18), às três da tarde, no estádio Antônio Ferreira de Medeiros, em Cardoso Moreira.
Um novo empate garantiria o Americano na decisão do segundo turno. Para o Olaria só a vitória interessa. Independente de qualquer resultado nesta semifinal, o Cano já está garantido no Tringular Final, por ter atingido a maior pontuação na fase classificatória dos dois turnos. Neste Triagular, serão disputada duas vagas para a Primeirona do Carioca de 2017.
Na outra partida, o Campos derrotou o Audax Rio por 3x2, no Guilherme da Silveira Filho, em Bangu. Atrevido, o Roxinho chegou a abrir 2x0. Paquetá, aos 32 minutos da etapa inicial, tirou o zero do placar. Após o intervalo, aos 5 minutos, Anderson Magno, escreveu 2x0 no Placar.
O time laranja reagiu aos 29 com Denílson, em cobrança de falta. Três minutos depois Paquetá fez o terceiro para o Roxinho e aos 34 o meia Gerson voltou a marcar para o Audax. Apesar da bulha envolvendo Americano x Olaria, até ontem o jogo de volta estava confirmada para este sábado (18), às tres da tarde no estádio Ângelo de Carvalho, em Campos.
Para chegar a decisão o Campos basta empatar. Uma vitória do Audax Rio por um gol de diferença levará a disputa da vaga para as cobranças de tiros livres da marca do penalti. Uma Vitória por dois ou mais gols garantirá o time da Baixada Fluminense na decisão.
Audax Rio: Cleiton; Sávio, Vagner Eugênio, William Carlos (Bebeto Muraille) e Valmir; Ortega, Rodrigo Yuri, Gerson (Cláudio Pagodinho) e Denílson; Castro (Wallan, intervalo) e Borebi. Técnico: Luciano Quadros. Campos: Bambu; Vinicinho, Leandro (Maranhão,), Cleiton e Jadinho; Sanderson, Júnior Pagode e Washington; Miguel, Vinícius Paquetá (Thurram Anderson Manga (Gilmax,). Técnico: Rafael Soriano.  O árbitro foi Rafael Martins de Sá, auxiliado por : Gabriel Conti Viana e Wendel de Paiva Gouvêa

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Liga Macaense na final do Regional de Seleções Sub 17

O Quissamã foi à forra e derrotou o Serra Macaense também por 2x0, e forçou a decisão nos pênaltis. Mas é a  garotada do Serra Macaense, representando a Seleção da Liga Macaense de Desportos, no Campeonato Estadual de Seleções Sub 17, que vai disputar o bi-campeonato Regional. Neste sábado (11), o escrete macaense perdeu por 2x0, mas como havia vencido o jogo em Macaé pelo mesmo placar, a definição foi nas cobranças de tiros livres da marca do penalti.

Marlon Freitas, Marquinhos, Tannos, Marcinho, Jhonatan, Guilherme e Ian converteram suas cobranças e o Serra Macaense conquistou o direito de decidir o campeonato contra o vencedor de Campos x São Fidélis. O goleiro Vinícius foi, mais uma vez, o grande herói macaense.

- Ganhar nos pênaltis foi muito emocionante. Não vou negar que os nervos estavam a flor da pele. Bati meu pênalti olhando o goleiro, e consegui marcar um gol que deu a nossa classificação", comemorou Ian.

A classificação para a fase final do Regional poderia acontecer sem tanto sofrimento. O time macaense entrou no castigado gramado do Carneirão, com a vantagem de 2x0 no placar. Bastava o empate e até podia perder por um gol de diferença.

Mas o time sentiu a ausencia da zaga titular, e ainda desperdiçou a cobrança de uma penalidade máxima no tempo regulamentar. O meia Marquinhos cobrou e o goleiro defendeu. Repetindo as falhas do jogo anterior, dessa vez a bola entrou. Na decisão por pênaltis, Macaé foi mais eficiente e saiu vencedor.
 

Serra Macaense vence amistoso em Conceição de Macabu

Encerrando a serie de amistosos visando a reestreia na Terceirona de Profissionais do Rio de Janeiro, o Serra Macaense derrotou o Compacto Mix pelo placar de 2x1, em Conceição de Macabu. 

O jogo de abertura na Terceirona que seria no proximo dia 19 de junho, às três da tarde, contra o Duquecaxiense, no Moacyrzão, em Macaé, foi adiado pela Federação Carioca.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

É CAMPEÃO!

O time do projeto "Basquete Sobre Rodas" em parceria com a Fesporte Macaé conquistou o 1º Fest Campos Paralímpico.

 A competição foi realizada pela nova Liga União de Basquete em Cadeira de Rodas. 

O torneio aconteceu no último fim de semana em Campos, promovido pela nova Liga União de Basquete em Cadeira de Rodas. 

A equipe macaense  derrotou o  Campos por 60 a 40 e o Vitória-ES por 47 a 40, conquistando o titulo de campeão.

Parabéns, Guerreiros!

terça-feira, 31 de maio de 2016

Projeto da nova sede do America

Adicionar legenda
Rebaixado à Segundona d Carioca, o America está buscando uma reestruturação e na noite desta segunda (30), apresentou  fotos do projeto de construção da nova sede do clube. Sem divulgar o nome da empresa que realizará a obra, por opção do próprio America, Sidney Santana, primeiro vice-presidente do Rubro, apresentou os slides com perspectivas da edificação para quase 100 conselheiros presentes no Club Municipal.

Construída na cobertura de um futuro shopping, a sede rubra terá mais de 12.700m² de área total. Exaltada como sinônimo de modernidade e sustentabilidade pelo presidente do conselho de administração Léo Almada, presidente do conselho deliberativo Neil Chaves, vice-presidente jurídico Ricardo Florentino e vice-presidente de planejamento, comunicação e marketing Marcelo Burgos,  a nova sede da Rua Campos Sales, 118, por todos os presentes ao Club Municipal.

Mais detalhes do projeto devem ser divulgados na próxima reunião do conselho, com apresentações tridimensionais da futura sede. De todo modo, as imagens mostradas nas reuniões desta segunda (30) já estão no site oficial do clube. 

A reapresentação dos jogadores do America está marcada para o dia 4 de julho,  visando a disputa da Copa Rio, com previsão de começar no fim de agosto.

Apresentação do Projeto Serra Macaense

O Serra Macaense está de volta ao futebol profissional do Rio de Janeiro, com estreia prevista para o dia 19 de junho na Terceirona do Carioca, no Moacyrzão. Mas os garotos do Serra já estão em plena atividade representando a Seleção Macaense no Estadual de Seleções Sub 17.

Nesta sexta-feira (3), no Sindipetro NF, às 19 horas, será apresentado o Projeto Serra Macaense abrangendo o futebol profissional, categorias de base, Serra social e futebol feminino.

O convite é aberto a todos os professores, dirigentes, atletas, jornalistas, árbitros e demais segmentos que fazem o futebol amador e profissional de Macaé e Região.

A diretoria do Serra Macaense conta com a presença de todos.

Sejam nossos parceiros!