Radio Web InformaSom

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Macaé Oilers depende de ajuda para viabilizar ida à final da LiFFA 2015 em Volta Redonda

Link para fazer a doação.

O mais dificil seria passar por todos os adversários e chegar a disputa do título inédito de campeão da Liga Fluminense de Futebol Americano. O Macaé Oilers conseguiu e o desafio agora é superar a crise financeira, e arrecadar o valor suficiente para bancar as despesas com viagem e hospedagem do time em Volta Redonda.
Estádio Raulino de Oliveira - Volta Redonda
Apesar do futebol americano crescer no Brasil, dos campeonatos nacionais terem partidas em arenas de Copa do Mundo e até a LiFFA usar um estádio profissional para a sua decisão, ainda há dificuldades e falta de apoio. Por isso, o Macaé Oilers conta com a ajuda da comunidade macaense, dos entusiastas do esporte amador e com qualquer um que queira incentivar a bola oval em solo fluminense. A equipe finalista desta edição da Liga Fluminense de Futebol Americano pela segunda vez consecutiva, está fazendo uma "vaquinha" para arrecadar fundos e facilitar sua viagem à Volta Redonda, no dia 6 de dezembro.

Link para fazer a doação.
O Oilers pede a colaboração para chegar à quantia de R$ 4 mil. A verba será usada para arcar com ônibus, hospedagem, alimentação (jantar de sábado e almoço de domingo), além de qualquer outra eventualidade que possa ocorrer. Vale lembrar que de Macaé para Volta Redonda - local da Final - são cerca de oito horas de viagem. Como a viagem é cansativa, os petroleiros vão no sábado para a Cidade do Aço.

Vale lembrar que caso o valor proposto não seja arrecadado, o dinheiro é recebido e pouco mais de 17% vai para o site que ajudou a arrecadar a quantia.
O Brasil vive um momento de crise. Só que pra Macaé o problema se potencializa, pois a maioria dos atletas e habitantes da cidade possui relação direta com o Petróleo e com os últimos acontecimentos, muitos perderam seus empregos, ou quem trabalha ajuda os pais que foram demitidos. Situações assim que dificultam, mas não inviabilizam. Por isso, a mobilização e o pedido de colaboração.

Confira a mensagem oficial que os jogadores, torcedores e familiares estão usando nas redes sociais:

"Caros amigos.

A família OILERS, no qual meu filho é presidente, está precisando de ajuda financeira para a final do campeonato estadual que será no dia 6/12/2015 em Volta Redonda.

Não temos patrocínio de ninguém. Todos os atletas custiam com seus próprios gastos.

Temos apenas o apoio da Água Mineral Bicuda Grande que nos fornece as águas para os jogos.

Como o trajeto é longo, sairemos de Macaé no sábado e ficar em alguma pousada. Não temos dinheiro em caixa para hospedagem dos jogadores.
São 7 horas de viagem + almoço + lanche + jantar,  etc.

A prefeitura de Macaé junto com a Secretaria de Esportes ignoram nossa existência.

Chegamos onde chegamos com esforços próprios.

Quem se interessar e puder contribuir com nosso time, acesse o seguinte link: http://www.kickante.com.br/campanhas/transporte-e-acomodacao-liga-fluminense-de-futebol-americano-final

Desde já agradecemos o apoio e carinho recebido."
 

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Ajuda para pessoas desabrigadas em Mariana - MG

Nosso amigo Ewerton, parceiro de futebol no Kraik's Realmatismo, junto com outro amigo, está fazendo campanha para levar produtos "não perecíveis" (arroz, café, feijão, água mineral, açúcar, farinha, sal, bolachas, leite em pó, etc.) para levar e socorrer as pessoas em Mariana-Minas Gerais.
Um ou dois caminhões, se possível carregados, sairão de Macaé na sexta-feira 13 de novembro.

Como ajudar Mariana-MG? Ligar para ele, que vai apanhar no endereço indicado, ok?
 Obrigado!
Interessados em colaborar, favor entrar em contato com Ewerton Dvaneio
Celular: 22-99939-7129  ou  Serviço: 22-2772-0828
Email: ewertondvaneio@hotmail.com

Um novo Macaé sob o comando de Toninho Andrade

De volta ao Brasil após um passeio em Portugal, Toninho Andrade deixou as propostas de trabalho para serem avaliadas mais tarde e aceitou o desafio de tentar livrar o Macaé do rebaixamento em quatro jogos. Andrade teve apenas um dia para treinar a equipe visando o confronto desta terça (10), às sete da noite, contra o Náutico, no Moacyrzão. Além de vencer, o Macaé vai precisar torcer contra o Ceará, ABC e Oeste, na luta pela permanência na Segundona do Brasil.
Toninho Andrade em sua mini conferencia didatica
Nesta segunda-feira (9), no Moacyrzão, Toninho comandou um coletivo e não contou com os atletas que viajaram para o Rio de Janeiro, e que venceram o Bonsucesso por 3x2, mas foram eliminados da Copa Rio, no critério de desempate pelo numero de cartões amarelos. No time que iniciou a atividade, o treinador sacou o zagueiro Frauches e promoveu a entrada de Wagner Carioca, no meio campo, além de promover a volta do atacante Anselmo.Outro que pode recuperar a posição é o lateral Henrique, com Igor Julião sendo barrado. Além disso, Marcos Felipe será o goleiro em substituição ao goleiro Rafael, que foi expulso e cumpre suspensão automática. O jovem goleiro emprestado pelo Fluminense, vinha atuando pelo time alternativo na Copa Rio, e entrou muito bem nos minutos finais contra o Vitória. Fez no mínimo três excelentes defesas, monstrando que está pronto para defender o Leão.Com Toninho Andrade o Macaé deverá ir a campo com: Marcos Felipe; Henrique, Ramon, Douglas Assis e Diego; Gedeil, Wagner Carioca, Juninho e Fernando Neto; Pipico e Anselmo.
COPA RIO
O Macaé foi ao Rio de Janeiro, com remotas chances de classificação as semifinais da Copa Rio, pois além da necessidade de vencer, dependia de uma combinação de resultados. E quase conseguiu.
Diante do favorito Bonsucesso em Moça Bonita, o Macaé saiu perdendo por 1x0 e conseguiu a virada, indo para o intervalo vencendo por 2x1. Neste momento, o Macaé ia garantindo a classificação, pois o Resende tambem vencia o Volta Redonda por 2x1 no Raulino de Oliveira.
Na etapa derradeira, o Leão ampliou a vantagem para 3x1 no placar e só esperava o apito final. Mas nos acréscimos sofreu o segundo gol e, com o gol de empate do Volta Redonda, acabou eliminado. Macaé e Volta Redonda terminaram empatados em vários quesitos e o desemate foi pelo número de cartões amarelos. O Leão foi advertido com 29 cartões, sete a mais que o Voltaço. O Bonsucesso, que parou nos três pontos e sofreu duas derrotas seguidas, acabou eliminado e na lanterna.
Bonsucesso: Ricardo Luiz; Luis Gustavo, Rafael Lima, Renan e Ricardo Sena; Júnior, Aílton (Marcelo Cabral) e Matheus Salgado; Everton (Rael), Dudu e Matheus Pimenta (Vitor Ferraz). Técnico: Marcelo Salles. Macaé: Rafael; Max, Brinner, Rafael Martins e Bruno Santos; Alisson, Digão e Norton; Fernando Santos (Charles), Romário (Pimenta) e Douglas Amaral (Felipe Ferraz). Técnico: Carlinhos Ganjão.  O árbitro foi  Rafael Martins de Sá, auxiliado por Jackson Lourenço dos Santos e Wallace Miller Barros Santos.



terça-feira, 4 de agosto de 2015

Sabão é o novo atacante do Macaé

 https://www.globaldrivestore.com.br/ganhecomigo
O Macaé Esporte apresentou, na tarde desta terça-feira (4), mais um reforço para a Segundona do Brasileiro. O Leão contratou o atacante Sabão, um dos destaques da Segundona do Rio de Janeiro pelo Gonçalense. O jogador, de 23 anos, assinou contrato por empréstimo até o fim de 2016. A apresentação contou com a presença dos presidentes do Leão Praiano, Mirinho, e do Tricolor Metropolitano, Joacir Thomaz.
https://www.globaldrivestore.com.br/ganhecomigo
  Antônio Wellington Batista da Silva, o popular Sabão, marcou cinco gols no Estadual  e chegou a despertar o interesse do Vasco. O jogador ficou treinando na Colina nas últimas três semanas, mas a forte concorrência com outros sete atacantes no elenco vascaíno fez a diretoria do Gonçalense desistir da negociação.
  O apelido Sabão do atacante faz referência ao seu futebol arisco e driblador, característica do agora companheiro Pipico, artilheiro do Macaé na Série B do Brasileiro, com 8 gols. O próximo compromisso do Macaé será contra o Atlético-GO, no sábado (08), às 16h30, no Moacyrzão.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

JOSUÉ TEIXEIRA REASSUME O MACAÉ NA SEGUNDONA

Após ser trocado pelo lanterna da Segundona, o Macaé anunciou a volta do tecnico Josue Teixeira para reassumir o comando tecnico da equipe em substituição ao Marcelo Cabo, que acertou com o Ceará na manhã desta segunda-feira (3). Josué foi o treinador que conduziu o Macaé à Segundona e conquistou o histórico titulo de campeão da Terceirona do Brasileiro. Ele está no Cuiabá e se despede do time mato-grossense na partida contra o Vila Nova.
Ex-técnico de Fluminense e Avaí, Josué Teixeira assumiu o Macaé com a Terceirona em andamento, no ano passado e levou o time ao título. Neste ano, ele trocou o clube pelo ABC antes do início da Segundona e conquistou o Campeonato Potiguar. Demitido, acertou com o Cuiabá, na Terceirona.
Marcelo Cabo trocou o Macaé pelo lanterna da Segundona
Josué Teixeira aceitou retornar ao Macaé
 

 O Ceará anunciou o acerto com o técnico Marcelo Cabo para a sequência do Campeonato Brasileiro da Segundona. O novo tecnico do Vozão estava na mesma competição dirigindo o Macaé. O contato foi feito na manhã desta segunda-feira (3) e a tendência é que ele se apresente ao novo time já na terça-feira.
Marcelo Cabo iniciou a carreira no Bangu, mas ganhou notoriedade quando foi observador técnico da Seleção Brasileira. Neste ano, ele fez uma excelente campanha com o Volta Redonda no Campeonato Carioca, e mudou para o Macaé ainda no Carioca e nesta temporada da Segundona. Ele substitui o Josué Teixeira, que acertou sua volta ao Leão para curiosamente substituir o Cabo. Marcelo deixa o Macaé na oitava colocação, com 24 pontos.
Cabo agora vai substituir o Geninho, demitido no último domingo após derrota por 3x0 para o Bragantino. Ele terá muito trabalho pela frente, afinal o Ceará é o lanterna da Segundona, com apenas 11 pontos, três a menos que o Mogi Mirim, penúltimo colocado. Quatro jogadores foram dispensados e o reforço que chegou foi o lateral Alan.
O primeiro compromisso de Cabo em seu novo time será neste sábado, às quatro e meia da tarde, contra o Vitória, no estádio Castelão, em Fortaleza. Ainda comandando o Macaé, Cabo arrancou um empate dentro do Barradão.
Não é a primeira vez que o Ceará contrata um técnico que já comandava outro time na Segundona. No ano passado, após demitir Sérgio Soares, o clube tirou PC Gusmão do Bragantino.
Na atual temporada, antes de contratar Geninho, o Vozão tentou de todas as formas convencer Lisca a deixar o Náutico, mas uma proposta de subida salarial do Timbu fez com que o técnico Gaúcho permanecesse em seu atual clube.

sábado, 27 de junho de 2015

Macaé apagou a chama do lider no Moacyrzão

Anselmo (9) abriu o placar no Moacyrzão
http://www.eup.com.br/?ref=514368
No retorno do atacante Pipico, a barração do zagueiro Breinner e a entrada do Marquinhos desde o início, o Macaé acabou com a invencibilidade do Botafogo na segundona do Brasileiro. Na tarde deste sábado (27), o Leão apagou o Fogo por 4x2 no Moacyrzão e voltou a encostar na zona de classificação. O Macaé fez 3x0 no primeiro tempo, usando a cabeça, duas vezes om Anselmo e uma com Pipico. Depois do intervalo, o Fogão voltou aceso e esboçou uma reação, com os gols de Daniel e Roger Carvalho, mas Pipico aproveitou um "apagâo" alvinegro e mandou a bola na rede, escrevendo 4x2 no placar final.
Com a vitória, o Macaé chegou aos 16 pontos e subiu para a sétima posição. Na próxima rodada a equipe enfrentará o ABC (RN), no sábado (4 de julho), às quatro e meia da tarde, no Estádio Frasqueirão. O Botafogo, mesmo com a derrota, continua na liderança, com 20 pontos. O próximo jogo do Botafogo é com o Sampaio Correâ (MA), na sexta-feira (3 de junho), às nove e cinquenta da noite, no estádio Nilton Santos.
A torcida do Fogão ficou frustrada com a goleada
Primeiro Tempo
Com as duas equipes buscando o gol, no duelo do ataque mais positivo contra a melhor defesa da Segundona, o jogo foi aberto. O Leão apostava nas jogadas pelo lado esquerdo explorando a volta do artilheiro Pipico, mas sem a eficiencia esperada. O Botafogo também atacava, enfiando as bola para Bill que não conseguia ganhar do motivado zagueiro Douglas Assis. Numa unica bola chutada de fora da área, Fernando desviou para escanteio.
O Macaé inverteu o lado de ataque e marcou três gols. Com Marquinho inspirado, Anselmo foi lançado na pequena área e testou duas vezes para balançar a rede em lances muito parecidos. Antes do intervalo, o lateral Henrique apareceu pela direita, foi a linha de fundo e cruzou para Pipico subir e estufar o barbante.
Segundo Tempo
O Fogão voltou quente e colocou fogo no duelo, marcando dois gols antes dos 15 minutos de jogo. Daniel Carvalho, fez grande jogada na entrada da área e bateu de perna direita no cantinho, diminuindo para 3x1. No segundo gol do Bota, o mesmo Daniel cobrou falta alçando a redondinha na pequena área e o Fernando deu mole, soltando a bola nos pés de Roger Carvalho, que empurrou para as redes e correu para o abraço.
Pipico marcando o 4º gol do Macaé
Empurrado pela fanática torcida alvinegra, o Botafogo passou a acreditar no gol de empate. Daniel Carvalho arriscou de fora da área em cobrança de falta e Fernando espalmou pela linha de fundo. Pimpão teve uma outra chance real de gol, mas cabeceou para fora. E em um contra-ataque, desta vez pela esquerda como planejava o Macaé desde o início, Diego lançou na área, Anselmo disputou no alto com Renan e a bola sobrou para o atacante Pipico chutar para o gol. Final Macaé 4x2 Botafogo no placar do Moacyrzão.
MACAÉ: Fernando; Henrique (Max), Douglas Assis, Felipe Machado e Diego; Thiago Cardoso, Dos Santos, Juninho e Marquinho (Fernando Santos); Pipico e Anselmo. Técnico: Marcelo Cabo. BOTAFOGO: Renan; Gilberto, Roger Cavalho, Renan Fonseca e Luís Ricardo; Andreazzi, William Arão, Fernandes (Lulinha) e Diego Jardel (Daniel Carvalho); Rodrigo Pimpão e Bill (Vinícius Tanque). Técnico: René Simões. O árbitro foi Rodrigo carvalhaes de Miranda, auxiliado por Lilian da Silva Fernandes Bruno e Silbert Faria Sisquim.

Americano conquista a Taça Corcovado e força Triangular Final

  http://rede.natura.net/espaco/ganhecomigo/
Charge alusiva ao ex-homem forte do Cano "Caixa D'Agua"
 O Americano conquistou o segundo turno do Campeonato Estadual da Segundona Carioca. O alvinegro campista venceu neste sábado (27) a Portuguesa, por 2x1, dentro do Luso Brasileiro, e forçou a decisão do acesso para o Triangular Final, a ser disputado pelos dois finalistas e o America, que somou o maior numero de pontos agregando os dois turnos. Ramon Costa abriu o placar de cabeça, e Adriano, também de cabeça, empatou. Na segunda etapa, Léo Guerreiro desempatou e deu o título ao clube de Campos.
Com o resultado, o Americano mantem vivo o sonho de conquistar o acesso de volta à elite do futebol carioca. Assim como a Portuguesa, que conquistou a santos Dumont, o ano entra no Triangular Final com um ponto extra, por ter sido campeão da Corcovado. O America entra zerado nesta disputa pelo acesso. Os jogos do Triangular começam no próximo sábado.
Primeiro tempo
Vindos de um empate em 1x1 em campos, Lusa e Cano fizeram um jogo tenso e truncado. O Americano procurava buscar a iniciativa, pois precisava vencer. A primeira oportunidade veio aos 18 minutos, quando Tiago Corrêa roubou bola pela esquerda e cruzou na área, rasteiro. Léo Guerreiro fez o pivô e Adrianinho chutou, mas pressionado por um adversário. A bola saiu em escanteio, e na cobrança, Philip colocou a bola na cabeça de Ramon Costa, que desviou encobrindo o goleiro Ricardo Luiz: Cano 1x0.
A Lusa foi para o ataque e a defesa do Americano isolava todas as bolas que chegavam na área. Allan e Bruno Andrade estavam bem marcados. Mas o meia Adriano, aproveitou lançamento da direita e de cabeça decretou a igualdade no placar.
Após o empate, o Americano arriscou em bolas aéreas, mas sem obrigar Ricardo Luiz a fazer alguma grande defesa. Pela Portuguesa, Crispin e Adriano criaram algumas jogadas pela esquerda, mas a zaga campista estava atenta.
Segundo tempo
Jogando mais abertos, Portuguesa e Americano foram saindo mais para o ataque, mas as oportunidades foram escassas. Um chute de Tiago Corrêa, de fora da área, foi o momento mais perigoso do Cano nos primeiros minutos. A Lusa esteve perto de marcar com Pessanha: aos 26, ele cobrou falta da intermediária e  bola passou perto do travessão.
O empate era suficiente para a Portuguesa, ficar com a taça do Returno e conquistar o título Estadual. Mas no finzinho a Lusa entrou pelo Cano. No abafa, o Americano conseguiu um tiro esquinado aos 36 e na cobrança, Philip lançou e Léo Guerreiro apareceu no meio da confusão dentro da pequena área e mandou a bola na rede, aproveitando a falha do Ricardo Luiz.
A torcida alvinegra comemorava nas arquibancadas do Luso Brasileiro e levou um susto. Allan cobrou falta próxima à área e Vander espalmou, numa defesa espetacular. No minuto final, o Americano quase ampliou. Léo Guerreiro apareceu sozinho e tocou na saida do goleiro, para fora. Depois deste lance o Americano vibrou muito após o apito final. Festa alvinegra e mantido o sonho de retornar à Primeirona do Rio.
Portuguesa: Ricardo Luiz; Belarmino, Pessanha, Allan Miguel e Crispin (Diego Cocada); Alexandre Carioca (Felipe Wallace), Silvano, Adriano e Maicon Assis (Romarinho); Allan e Bruno Andrade. Técnico: Luiz Antônio Ferreira.  Americano: Vander; Ânderson Künzel, Ramon, Alemão e Noel (Bobby); Rodolfo, Tiago Corrêa e Adrianinho (David); Philip, Léo Guerreiro e Ramon Costa (Nikson). Técnico: João Carlos Ângelo. O árbitro foi Luiz Antonio Silva dos Santos, auxiliado por Jackson Lourenço dos Santos e Diego Couto Barcelos, nas bandeiras.

sábado, 20 de junho de 2015

Macaé sofre outra derrota na Segundona do Brasileiro

Aproveite as facilidades de comprar em nosso Espaço!
http://rede.natura.net/espaco/ganhecomigo/
O Macaé sofreu a segunda derrota consecutiva na Segundona do Brasileiro. Na noite deste sábado (20), perdeu para o CRB pelo placar de 3x1, no Estádio Rei Pelé. Com o resultado, nesta oitava rodada, o clube alagoano subiu para a 11ª colocação com dez pontos. O Macaé, que chegou a entrar no G4, é nono com 13, e a cada rodada vem piorando seu rendimento. Se não reagir vai se aproximar da zona de rebaixamento.
Primeiro Tempo
As duas equipes jogaram no ataque e criaram algumas chances de gols, mas só os alagoanos mandaram a bola na rede, curiosamente em duas cobranças de penalti. Aos 17 minutos, Dos Santos derrubou Pingo dentro da área e o árbitro apontou para a marca penal. Zé Carlos cobrou e correu para o abraço.
O Macaé equilibrou, buscou o empate e carimbou a trave do CRB. Aos 23 minutos, Filipe Machado aproveitou o cruzamento de Juninho e cabeceou no pé da trave. O segundo lance aconteceu só aos 40. Juninho cobrou falta e bola passou por cima do travessão, tocando na rede, pelo lado de fora.
Jogando recuado e explorando os contra-ataques, o CRB ampliou o placar. Aos 37 minutos, Alisson segurou Clebinho dentro da área, os dois cairam e o arbitro deu pênalti. Na cobrança, Zé Carlos bateu no mesmo canto e Fernando foi buscar a bola na rede.
Segundo Tempo
O Macaé voltou do intervalo com uma postura ainda mais ofensiva e pressionou o CRB. Criou algumas chances de gol e parou no goleiro Julio Cesar. Mas aos 23 minutos, Diego voltava de uma posição irregular e pegou uma sobra após desvio do zagueiro alagoano, bateu de canhotinha e estufou o barbante.
Com o gol, o Macaé passou a acreditar no empate e ficou exposto aos contra-ataques. Aos 29 minutos, Maxwell arriscou de fora da área e Fernando Ribeiro defendeu. Na sobra, o mesmo atacante tentou de novo, e o goleiro fez a defesa.
Mas os 39 o Galo marcou o terceiro. Zé Carlos recebeu um lançamento, o zagueiro Brinner falhou e o atacante bateu queimando a grama para se consagrar no artilheiro da noite, com três gols.
Na próxima rodada, o Macaé recebe o Botafogo no sábado (27), às 16h30, no Estádio Moacyrzão, na Princesinha do Atlântico. Já o CRB visita o Mogi Mirim no mesmo dia e horário, no Estádio Romildo Ferreira, no interior paulista.
CRB: Júlio Cesar; Maranhão, Sérgio Raphael, Audálio e Gleidson Souza (Somália);Olívio, Glaydson Almeida, Leandro Brasília (Fernando) e Clebinho; Pingo (Maxwell) e Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior.  MACAÉ: Fernando Ribeiro;Diego, Filipe Machado, Brinner e Henrique;Alisson (Marquinho), Dos Santos, Juninho e Fernando Santos (Vitinho);Fernando Neto (Jones) e Anselmo. Técnico: Marcelo Cabo. O árbitro foi o goiano Andre Luiz de Freitas Castro, auxiliado por Evandro Gomes Ferreira e Edson Antonio de Sousa.

Lusa exorcisa o Diabo e vai disputar a Taça Corcovado

Campeã da Taça Santos Dumont, a Portuguesa não se acomodou no returno e vai brigar pelo título de campeão da Taça Corcovado. Na tarde deste sábado (20), a Lusa despachou o America, vencendo o jogo de volta por 1x0 no Estádio Luso Brasileiro. O gol unico desta semifinal foi marcado pelo volante Silvano.
Apesar de eliminado o America ainda tem uma chance de voltar à elite do futebol carioca em 2016. Basta a Portuguesa conquistar a Taça Corcovado, assim, a Lusa ganharia os dois turnos, seria automaticamente declarada campeã da Segundona, conquistaria o acesso e levaria o America.
A Lusa agora aguarda pelo vencedor da outra semifinal. Duque de Caxias e Americano se enfrentam neste domingo (21), no estadio Marrentão. O Cano venceu o jogo de ida por 2x0, e pode perder por até um gol de diferença para ir a final contra a Portuguesa.

Primeiro Tempo
O America começou tomando a iniciativa. Aos sete minutos, Darlan deu passe para Fabio Saci, que driblou um adversário na entrada da área e chutou de pé esquerdo, para fora. Em seguida, a Lusa também criou uma bela jogada. Wander deu mole na saída de bola, mas Crispin desperdiçou o presente, errando a finalização à gol.
Aos 12 minutos, Allan chutou de fora da área e a bola passou por cima do travessão de Felipe. O America tinha mais posse de bola, porém a Portuguesa chegava com mais vontade ao ataque. Logo depois da parada técnica, Allan cobrou escanteio da direita, Victor Hugo subiu mais alto que a defesa americana, mas errou o gol.
A Lusa valorizava a posse de bola, sem pressa de atacar. E o America só voltou a assustar aos 41 minutos. Léo Rocha chutou da entrada da área e a bola passou rente a trave direita de Ricardo Luiz. No ultimo lance da primeira etapa, o experiente Somália avançou pela direita e cruzou na medida para Léo Rocha, que pegou mal na bola e perder mais uma chance de gol.

Segundo Tempo
Na volta do intervalo, o America voltou buscando o gol. Aos dez minutos, Léo Rocha rolou para Accioli, que chutou da entrada da área, para fora. Em seguida, Somália cruzou, Fabio Saci se antecipou a defesa lusitana e chutou de primeira, mas o goleiro da Portuguesa fez uma grande defesa.
Apesar de jogar recuada, em seu primeiro ataque, a Lusa mandou a bola no barbante. A defesa do America falhou na saída de bola, Maicon Assis roubou e tocou para Belarmino, que passou para Silvano chutar da entrada da área e desta vez acertar no canto direito, sem chances para Felipe. O Diabo ficou assustado e quase sofreu o segundo. Allan cobrou falta para a área, Pessanha subiu livre de marcação e cabeceou forte, exigindo uma grande intervenção do goleiro Felipe.
Após a paradinha técnica, Fabio Saci cruzou da esquerda, Abedi pegou de primeira, mas o Ricardo Luiz evitou o empate. Em seguida, Léo Rocha cobrou escanteio, Ricardo Lucena cabeceou e o goleiro lusitano desviou para escanteio.
O America não conseguiu o empate e no ultimo lance de perigo foi a Portuguesa que criou um bom lance. Aos 39 minutos, em rápido contra-ataque, Allan tocou para Maicon Assis, que deixou Crispin de cara para o gol, mas o ala esquerdo chutou por cima do travessão. A Lusa esperou o apito final e garantiu sua vaga na final da Taça Corcovado.
Portuguesa: Ricardo Luiz; Belarmino (Adriano), Pessanha, Allan Miguel e Crispin; Alexandre Carioca, Silvano, Victor Hugo e Maicon Assis (Lincoln); Allan (Romarinho) e Bruno Andrade. Técnico: Luiz Antônio. America: Felipe; Wander (Taércio), Ricardo Lucena, Vagner Eugênio e Marlon; Muniz, Darlan, Accioli (Abedi) e Léo Rocha; Fábio Saci (Russo) e Somália. Técnico: Ricardo Cruz. O árbitro foi Rodrigo Nunes de Sá, auxiliado por Marcello Oliveira da Costa e Marcio Moreira de Queiroz nas bandeirinhas.

domingo, 14 de junho de 2015

Massa Bruta acabou com o reinado do Leão no Moacyrzão

O Macaé defendia uma longa invencibilidade no Moacyrzão, a permanência no G4 da Segundona do brasileiro e tentava superar o desfalque do experiente goleiro Ricardo Berna. Mas sofreu uma inesperada e humilhante goleada por 5x2 para o Bragantino, com dois gols de Jobinho, um do Alan Mineiro e outro do Roberto. Diego e Anselmo fizeram os gols do Leão.

Com a derrota, o Macaé continua com 13 pontos, e despenca para a sétima colocação do campeonato. Na próxima rodada, a 8ª da Segundona, o Macaé vai buscar a reação no estádio Rei Pelé, visitando o CRB (AL), enquanto o Bragantino (SP) enfrenta o Oeste (SP) no estádio Nabi Abi Chedid.

Macaé fez um bom primeiro tempo

Motivado pela sequencia de quatro jogos sem perder e o fato de defender uma longa invencibilidade jogando em casa, o Leão dominou o Massa Bruta. Na primeira grande chance de gol, Fernando Neto recebeu pelo meio, avançou e chutou forte, mas o goleiro Douglas desviou para escanteio. Na cobrança do corner, a zaga cortou parcialmente e a bola sobrou para Fernando Neto que tentou driblar um adversário e caiu na área. Em cima do lance, o assistente parlamentar, marcou o penalti.

Na cobrança, Pipico bateu e Douglas defendeu, mas a bola sobrou para o macaense Diego balançar a rede. Antes deste gol, o mesmo Pipico entrou pela esquerda, cruzou para a área e a bola tocou na mão do zagueiro. O Macaé pediu o pênalti, mas o árbitro não deu. Após levar o gol, o Braga quase empatou. Alan Mineiro cobrou falta e Fernando Ribeiro, de mão trocada, mandou pela linha de fundo.

O Bragantino empatou. A bola foi lançada na área, Jobinho tentou passar entre dois adversários e caiu na área, na cobrança, o Jobinho deslocou o goleiro Fernando Ribeiro e garantiu o empate.

E no segundo tempo só o Bragantino jogou

Logo no primeiro minuto, o Bragantino virou o placar com um gol contra. Roberto cruzou da esquerda, a bola sobrou para Chico, que perdeu o gol, mas ao se atrapalhar chutou a bola contra o Gedeil, que não teve como evitar o gol. Não demorou muito e o Macaé conseguiu empatar. Diego cobrou escanteio e Alselmo usou a cabeça para marcar o gol.

Com o gol de empate, a expectativa era pelo gol da revirada, pois a vitoria colocaria o Macaé na vice-liderança. Mas curiosamente foi o Bragantino que resolveu jogar. Aos 19 minutos Jobinho recebeu a bola livre de marcação e finalizou, marcando o seu segundo gol na partida e logo no minuto seguinte, Diego Maurício cruzou da direita, o goleiro Fernando Ribeiro desviou, mas na sobra Alan Mineiro marcou o quarto gol do Massa Bruta.

O Macaé se esforçou para evitar o vexame, mas o Bragantino segurou a pressão e ainda ampliou o placar. Roberto cobrou falta, a bola desviou na barreira e o goleiro Fernando Ribeiro foi buscar na rede. Final Macaé 2x5 Bragantino.

Macaé: Fernando Ribeiro; Henrique, Brinner, Filipe Machado e Diego; Gedeil, Juninho (Bruno Santos), Fernando Neto (Marquinho) e Fernando Santos (Jones Fortaleza); Pipico e Anselmo. Técnico: Marcelo Cabo.  Bragantino: Douglas; Luan, Leandro Silva, Fabrício e Roberto; Bruno Costa (Moisés), Chico, Alan Mineiro (Gilberto) e Everton; Jobinho (Alemão) e Diego Maurício. Técnico: Osmar Loss. O árbitro foi Igor Junio Benevenuto, auxiliado por Breno Rodrigues e Leandro Newley Ferreira Belota. Trio da Federação Mineira.

Americano vai disputar as semifinais da Taça Corcovado

O Americano derrotou o Ceres por 3x0, na tarde deste sábado (13), em Moça Bonita, e beneficiado pelo empate em 1x1 entre Sampaio Correa e Gonçalense, conseguiu a tão sonhada classificação às semifinais da Taça Corcovado, o segundo turno do Campeonato Estadual da Segundona do Rio de Janeiro. O Cano venceu com dois gols de Léo Guerreiro e Adrianinho, cobrando pênalte. O Ceres apenas cumpria tabela e terminou com 7 pontos na Taça Corcovado e 18 na pontuação agregando os dois turnos.

Sabendo que dependia da combinação de resultado e precisa vencer, o Alvinegro campista atacou desde o início. Logo no primeiro minuto de bola rolando, Adrianinho quase marcou um gol olímpico, carimbando o travessão. Depois o meia achou Ramon Costa em velocidade, entrou em condições de marcar, mas deixou a bola escapar. O Cano criou outras oportunidades de gol, desperdiçadas por Léo Guerreiro e Philip.

O Ceres suportou essa pressão, e trocava passes buscando controlar o ritmo de jogo. A equipe campista também cadenciou, sem deixar de mostrar que estava a fim de jogo. Em mais um lance no ataque do Americano, Adrianinho acertou um belo chute e a trave salvou o Ceres.

Antes do intervalo, o Ceres deu um susto, com o atacante Vítor Ferraz. David cruzou a bola na área, Ferraz se antecipou a defesa e errou na finalização. O Cano deu a resposta e mandou na rede. Adrianinho fez uma grande jogada pela direita , rolou para Léo Guerreiro, que dominou livre, e bateu forte para tirar o zero do placar. Léo Flores foi buscar a bola no barbante. Cano 1x0 Ceres.

No segundo tempo o Cano continuou atacando e dando muito trabalho ao Léo Flores. Itaperuna foi derrubado dentro da área, e o árbitro marcou o pênalti. Adrianinho cobrou e escreveu 2x0 no placar. Com a vantagem o Cano passou a ficar teoricamente ligado no outro jogo entre Sampaio Correa x Gonçalense.

Aos 32 minutos, Léo Guerreiro foi lançado no comando de ataque, escolheu o canto e bateu no cantinho, marcando o terceiro do Cano. Mesmo com o fim do jogo entre Sampaio Corrêa e Gonçalense, que decidia diretamente a classificação do Cano, a equipe não parou de atacar e perder oportunidades de ampliar. O jogo foi chegando no fim e o placar se manteve: 3 a 0 Americano classificado.

Ceres: Léo Flores; David (Cleiton), William, Lucão e Waguinho; Thiago Sapo, Wladimir, Lucas Silva e André; Vitor Ferraz (Marcos Vinícius) e Marcelinho (Yago). Técnico: Manicera. Americano: Vander; Anderson Kunzel, Ramon, Espinho e Tiago Corrêa; Rodolfo (Nikson), Bobby e Adrianinho; Ramon Costa (Itaperuna), Léo Guerreiro e Philip (Davi). Técnico: João Carlos Ângelo. O árbitro foi Grazianni Maciel Rocha, auxiliado por Paulo Vitor Paladino Carneiro e Patrícia Silveira de Paiva Retondario da Silva.

Semifinais da Taça Corcovado

O Americano se junta ao Duque de Caxias, Portuguesa e America nas semifinais da Taça Corcovado, e consequentemente entra na briga pelo acesso à elite do Campeonato Carioca. Os confrontos já começam a acontecer nesta quarta-feira (17). Portuguesa e Duque, líderes de seus grupos, jogam por dois empates para ir à final, além de decidirem seus confrontos em casa.

Caso a Portuguesa seja campeã do returno, somado ao título do primeiro, será campeã geral da Segundona conquista o acesso. O America, segundo colocado no geral, deve herdar a segunda vaga, neste caso. Se o título ficar com America ou Americano, ambos entram no Triangular Final junto à Portuguesa. Se o Duque de Caxias for campeão, é o Tricolor que entra no turno final, ao lado de Lusa e America.

Jogos de ida pelas semifinais: America x Portuguesa, às três da tarde no Estádio Giulite Coutinho e Americano x Duque de Caxias, às oito da noite no Estádio Aryzão, em Campos. Os jogos de volta serão no dia 20, ambos às três da tarde: Portuguesa x America, no Estádio Luso Brasileiro e Duque de Caxias x Americano, no Estádio Marrentão.

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Ricardo Berna deixou o Macaé na mão

Berna foi agredido antes de um jogo contra o Flamengo
O goleiro Ricardo Berna pediu dispensa a diretoria, não houve o acordo e desfalcará o time contra o Bragantino, neste sabado (13), às 21hs, no Moacyrzão. O jogador teria alegado problemas pessoais, foi liberado dos treinos e uma reunião foi marcada para a proxima semana. A tendência será a rescisão de contrato. O goleiro Fernando, campeão com o Macaé na Terceirona de 2014, será o novo titular.
Nos bastidores, o motivo desta surpreendente postura do goleiro no momento em que o clube faz uma boa campanha figurando no G4 da Serie B, seria uma proposta do Fortaleza. Curiosamente, o Berna estaria trocando de clube indo para uma divisão inferior. O ideal seria ouvirmos a versão do atleta, mas não foi possivel.
O Ricardo Berna não é o primeiro a pedir para deixar o Macaé, simplesmente por outra proposta. Acontecem outras situações internamente, que não vem a publico. Com contrato assinado até o final de novembro e boas atuações no Brasileiro, Ricardo Berna trouxe a sua esposa e as duas filhas para morar em Macaé. Ele informou ao clube que viajaria para São Paulo onde resolveria um assunto pessoal.
Entrevistado pela Radio Globo Macaé, o diretor executivo do Leão, Gustavo Mendes, preferiu fugir do assunto e focar no jogo contra o Brangantino. "Tenho confiança no Fernando e ele será o nosso goleiro neste jogo importante. O que eu posso dizer é que, por enquanto, o Berna está liberado desse jogo para resolver um problema pessoal" - disse o diretor executivo. Gustavo confirmou que houve um contato de um empresário oferecendo o goleiro Fernando Henrique, com quem trabalhou no Fluminense, mas garantiu que o assunto será tratado pela diretoria, que ainda vai buscar um novo goleiro. Também está sendo especulada uma possível volta do Rafael, por empréstimo junto ao Botafogo.
Por coincidência, o Fortaleza está buscando um novo goleiro. O que era titular absoluto, foi barrado devido a sequência de falhas nos jogos, e Erivelton, das categorias de base, assumiu a titularidade. Mas ainda não adquiriu a confiança da comissão técnica e da exigente torcida.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Empate na Vila Olimpica pela Terceirona do Carioca

Procurando um presente para o Dia dos Namorados? Achou!
Confira a NOVIDADE.
http://www.eup.com.br/?ref=514368
Fechando a quinta rodada do primeiro turno pelo Campeonato Estadual da Terceirona de Profissionais do Rio de Janeiro, o Duquecaxiense empatou em 1x1 com o Juventus, na tarde desta quinta-feira (11), no estádio Mestre Telê Santana da Silva, na Vila Olímpica de Duque de Caxias.
O Duque saiu na frente com gol de Diego, na etapa inicial, e a Juve da Baixada empatou com Marcão na etapa derradeira. Com o ponto conquistado o Juventus chegou aos sete e assumiu a terceira colocação do Grupo A, enquanto o Duquecaxiense, acumula oito pontos, na quarta colocação do Grupo B.
O Touro da Leopoldina, que atualmente treina em São João da Barra, voltará a campo neste domingo (14), às três da tarde, para enfrentar o Nova Cidade, no João Francisco dos Santos, campo do Céres, na Rua da Chita, em Bangu. O Duquecaxiense jogará contra o Rubro Social, no dia 18 de junho, também às três da tarde, no Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema.
Ainda no domingo (14), às dez da manhã, o Arraial do Cabo receberá o Búzios no Barcelão. Na sequência, às três da tarde, estarão se enfrentando, Santa Cruz/Belford Roxo x São Gonçalo EC, no Telê Santana; Esprof x Campos, no Correão e Heliópolis x Itaboraí, no Alvarengão, em Belford Roxo.
A quinta rodada começou no domingo (7), com: Búzios 0x0 Rubro Social, no Municipal Búzios; Artsul 7x0 Nova Cidade, no Joaquim Flores; São Gonçalo EC 2x2 Arraial do Cabo, no Eucyrzão e Itaboraí 1x0 Santa Cruz/Belford Roxo, no Alzirão. Heliópolis e ESPROF venceram por Win Outm respectivamente o Futuro Bem Próximo e São Pedro.
Na classificação do "Amador Melhorado", pelo Grupo A: 1º Santa Cruz/Belford Roxo, 10 pontos; 2º Artsul, 8; 3º Juventus, 7 (saldo: -3); 4º Rubro Social, 7 (saldo: -6); 5º Heliópolis, 6; 6º Arraial do Cabo, 4 e 7º Esprof, 3. Pelo Grupo B: 1º Itaboraí, 12 pontos; 2º Campos, 10 (saldo: 12); 3º São Gonçalo EC, 10 (saldo: 7); 4º Duquecaxiense, 8; 5º Búzios, 7; 6º Futuro Bem Próximo, 4; 7º Nova Cidade, 3 e 8º São Pedro, zero.
O artilheiro desta competição é Marcão (Duquecaxiense), com sis gols; seguido pelo Anderson Manga (Campos), com cinco; Robinho (Búzios), com quatro; Gilcimar (Artsul), Raí Alves (Itaboraí) e Marcos Vinícius (São Gonçalo EC), com três gols cada.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

GOYTACAZ VENCE O SÃO JOÃO DA BARRA NO SAZINHO

Rael marcou o unico gol do jogo contra o seu ex-clube
O Goytão derrotou o São João da Barra por 1x0, na noite desta quarta-feira (20), no Estádio Sazinho, pela terceira rodada do segundo turno da Segundona Carioca e continua sonhando com o acesso à elite. O gol foi marcado pelo atacante Rael, ex-São João da Barra, aos 37 minutos do primeiro tempo.
Com os três pontos, o Alvianil Campista chega aos 7 pontos ganhos no Grupo A, e acumula 21 na classificação geral, entrando na briga pela Taça Corcovado e por uma vaga na final do Estadual.
Já o time de São João da Barra sofreu a segunda derrota em dois jogos neste returno, e um empate, correndo o risco do rebaixamento. Com uma duzia de pontos, o time está na 15ª posição na classificação geral, uma posição acima da zona de rebaixamento que tem Queimados, com os mesmos 12, além de Barcelona com seis e Mangaratibense já rebaixado.
São João da Barra: Rerysson; Totonho, Ruan, Lucas Coutinho e Baiano; Índio, Jader (Renato), Iago e Thiaguinho; Isac (Leo) e Wanderson (Douglas Martins). Técnico: André Pimpolho.
 Goytacaz: Anderson; Sassá, Rodrigo Lacraia, Edson e Diego; Renan (Flavio), Rondinelli, Cleiton e Bóvio (Miguel); Rael (Franklin) e Wandinho. Técnico: Mauro Rodrigues.
 Neste sábado (23) o Azulão de Campos receberá o Audax, no Aryzão, às quatro da tarde. No domingo (24), às três da tarde, os sanjoanenses enfrentarão o Sampaio Correa no Lourival Gomes de Almeida, em Saquarema.
Os ingressos para a partida no Arizão serão vendidos de forma promocional ao preço de 10 reais até às 13h do sábado, dia do jogo. Em seguida passam para 20 Reais. Os postos de venda antecipada são: Sede do clube, Banca do Coliseu (Centro), Aviário Galo de Ouro (Pelinca) e Banca do Washington (28 de março com Rua do Gás).
Nos outros jogos desta quarta-feira (20): Gonçalense 2 x 1 Audax Rio, Queimados 0 x 0 Barra da Tijuca, Duque de Caxias 3 x 2 Barcelona, São Gonçalo FC 2 x 2 Angra dos Reis, Americano 2 x 0 São Cristovão e América 3 x 2 Olaria. Nesta quinta-feira, Ceres 0x0 Sampaio Correa.

Na classificação da Taça Corcovado, pelo Grupo A: 1º Americano, 9 pontos; 2º Portuguesa, 7 (saldo: 2); 3º Goytacaz, 7 (saldo: 1); 4º São Cristovão, 6; 5º Gonçalense, 5; 6º São João da Barra, 3; 7º Ceres, 3; 8º Sampaio Corrêa, 2 e 9º Audax Rio, zero. Grupo B: 1º Olaria, 9 pontos; 2º América, 7 (saldo: 5); 3º São Gonçalo FC, 7 (saldo: 1); 4º Angra dos Reis, 5 (saldo: 3); 5º Barra da Tijuca, 5 (saldo: 2); 6º Duque de Caxias, 5 (saldo: 1); 7º Queimados, 3; 8º Barcelona e 1; 9º Mangaratibense, zero.

Na classificação Geral, agregando os dois turnos: 1º Portuguesa, 27 pontos (saldo: 13); 2º Americano, 27 (saldo: 11); 3º América, 23; 4º Goytacaz, 21; 5º Olaria, 20 (vitórias: 6); 6º Gonçalense, 20 (vitórias: 5); 7º São Cristovão, 19 (vitórias: 6); 8º Angra dos Reis, 19 (vitórias: 5 / saldo: 3); 9º Ceres, 19 (vitórias: 5 / saldo: 1); 10º São Gonçalo FC, 16; 11º Barra da Tijuca, 15 (saldo: 2); 12º Sampaio Corrêa, 15 (vitórias: 1); 13º Audax Rio, 14 (vitórias: 4); 14º Duque de Caxias, 14 (vitórias: 3); 15º Queimados, 13; 16º São João da Barra, 12; 17º Barcelona, 6 e 18º Mangaratibense, 1 pontinho.

domingo, 17 de maio de 2015

São João da Barra perde penalte e fica no empate com o Gonçalense

Em um dos jogos que fechou a terceira rodada pela Taça corcovado, o Returno da Terceirona Carioca, o São João da Barra empatou com o Gonçalense na tarde deste domingo (17) e ficou no empate sem balançar a rede no Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho. Praticamente na unica chance real de gol, o meia Thiaguinho, aos 24 minutos da etapa complementar, desperdiçou um penalte a favor do São João da Barra chutando sobre o travessão.
Com o empate o time do Norte Fluminense chegou aos 12 pontos na classificação geral e permanece fora da zona de rebaixamento. Na Taça Corcovado, o segundo turno da Segundona, a equipe chegou ao seu quarto ponto e segue na briga por classificação às semifinais.
Os dois times voltarão a campo na próxima quarta-feira (20), pela quarta rodada do segundo turno. O São João da Barra receberá o Goytacaz, às sete da noite, no estádio Sazinho. O Gonçalense entra em campo às tres da tarde, de novo em Moça Bonita, recebendo o Audax, que no outro jogo deste domingo (17) perdeu de 1x0 para o São Cristóvão, na Bariri.
GONÇALENSE: Julio; Rossales, Joseph, Rodrigão e Yago; Pedrinho, Alan (João), Gilmax (Bernardo) e William Amendoim; Dyeguinho (Giovanni) e Sabão. Técnico: Pinduca.  SÃO JOÃO DA BARRA: Rerysson; Totonho, Ruan, Lucas Coutinho e Baiano; Índio (Rafael Rodrigues), Jader, Iago e Thiaguinho (Douglas Martins); Isac (Renato) e Wanderson. Técnico: André Pimpolho.  O árbitro foi Fabricio Ribeiro Aguiar, auxiliado por Wander Luiz da Conceição e Marcus Vinicius Machado Araújo Brandão.
A rodada começou no sábado e teve os seguintes resultados: Sampaio Corrêa 1 x 1 Portuguesa, no Lourival Gomes de Almeida; São Gonçalo FC 3 x 2 Barra da Tijuca, no Guilherme da Silveira; Olaria 1 x 0 Queimados, no Mourão Filho; América 4 x 0 Barcelona, no Luso Brasileiro e Goytacaz 1 x 1 Ceres, no Aryzão. O Angra dos Reis ganhou do Mangartibense por Win Out e simbolicamente com 3x0 no placar.
http://www.radios.com.br/aovivo/InformaSom/32257
Na classificação da Taça Corcovado, pelo Grupo A: 1º Portuguesa, 7 pontos; 2º Americano, 6 (saldo: 2); 3º São Cristovão, 6 (saldo: 1); 4º Goytacaz e São João da Barra, 4 (saldo: 0 / gols pró: 2); 6º Ceres e Gonçalense, 2 (saldo: -1 / gols pró: 3); 8º Sampaio Corrêa, 1 e 9º Audax Rio, zero. Pelo Grupo B: 1º Olaria, 9 pontos; 2º São Gonçalo FC, 6; 3º América, 4 (saldo: 4); 4º Angra dos Reis, 4 (saldo: 3); 5º Barra da Tijuca, 4 (saldo: 2; 6º Duque de Caxias, 2 (saldo: 0); 7º Queimados, 2(saldo: -1); 8º Barcelona, 1 e em 9º Mangaratibense, zero, que já está rebaixado para a Terceirona, punido conforme Regulamento da Competição. Só falta a FEERJ oficializar.
http://www.radios.com.br/aovivo/InformaSom/32257
A quarta rodada do Returno tem sete jogos confirmados para a quarta-feira (20). Abrindo a jornada cinco partidas às três da tarde: Audax Rio x Gonçalense, no Guilherme da Silveira; Queimados x Barra da Tijuca, Nivaldo Pereira; América x Olaria, no Giulite Coutinho; Duque de Caxias x Barcelona, no Marrentão e São Gonçalo FC x Angra dos Reis, no Alzirão. Mais tarde, às sete da noite, o São João da Barra receberá o Goytacaz no estádio Sazinho e, fechando às oito da noite, o Americano enfrentará o São Cristóvão. Completando a rodada, na quinta-feira, com bola rolando às três da tarde, o Ceres receberá o Sampaio Corrêa, no estádio Guilherme da Silveira Filho.

Goytacaz empata com o Ceres em pleno Aryzão

O Goytão deixou escapar a chance de conquistar três pontos ao empatar em 1x1 com o Ceres, em jogo realizado na tarde deste sábado (16), no Estádio Ary de Oliveira e Souza, em Campos. O duelo valeu pela 3ª rodada da Taça Corcovado, referente ao segundo turno da Segundona Carioca. Wandinho abriu o placar para o time da Rua do Gás e Waguinho empatou para o time de Bangu. Logo no começo da partida o Goyta teve dificuldade da partida. O Ceres assustou com Vitor Ferraz, finalizando com perigo, sobre a meta do time de Campista. O susto fez o time do Goyta sair da moita e após Léo Flores rebater falta cobrada por Rondinelli, Wandinho apareceu para finalizar e fazer o gol do Goytacaz aos 20 do primeiro tempo.Se na etapa inicial o Goytacaz tirou o zero do placar, na etapa derradeira o Ceres fez o mesmo. Após jogada de escanteio, a defesa do Alvianil deu mole e Waguinho chutou no cantinho direito de Anderson, para empatar. Daí em diante o jogo ficou aberto, com os dois times criando boas chances. Até que aos 38 do segundo tempo, André, do Ceres, recebeu o segundo cartão amarelo após o árbitro interpretar como simulação um lance dentro da área adversária e foi expulso. Com um a mais em campo, o Goyta pressionou, mas não conseguiu desempatar.Na próxima rodada, o Goytacaz vai até São João da Barra, onde enfrenta o time sanjoanense. Já o Ceres segue em busca de sua primeira vitória no returno para manter a pouca distância dos times da parte de cima na briga pela Corcovado. O próximo adversário é o Sampaio Corrêa, em Moça Bonita. Goytacaz: Anderson; Matheus (Sassá); Rodrigo, Diego e Miguel (Neto); Renan, Cleiton, Bóvio (Almir) e Rondinelli; Rael e Wandinho. Técnico: Mauro. Ceres: Léo Flores; Lucas, William, Gustavo e Waguinho; André, Wladimir, Thiago e Thiago Abreu (Marcelinho); Cleiton (Marcos Vinícius) e Vitor Ferraz (Tiago Vieira). Técnico: Leandro Ferreira. O árbitro foi Leandro de Lima e Silva, auxiliado por José Batista de Arruda e Ricardo Fragoso Dourado de Carvalho.
http://www.eup.com.br/?ref=514368
Na Rua Bariri, o Olaria derrotou o Queimados por 1x0, gol de Lipe. O Azulão é lider do Grupo B e o Dragão da Baixada está a um ponto da zona de rebaixamento para a Terceirona. No meio de semana, o Olaria visita o America no Giulite Coutinho em confronto direto na classificação geral, pois agregando os dois turnos, as duas equipes somam 20 pontos. Já o Queimados recebe o Barra da Tijuca no Nivaldo Pereira para tentar se afastar da zona de rebaixamento.
http://www.eup.com.br/?ref=514368
O America goleou o Barcelona por 4x0 no Estádio Luso Brasileiro. Com uma atuação segura, o Mecão venceu pela primeira vez na Taça Corcovado e diminuiu um pouco a pressão que tinha em cima da equipe.  Na proxima quarta-feira (20), às tres da tarde, o America recebe o Olaria no Giulite Coutinho. No mesmo dia e horário, o Barcelona enfrenta o Duque de Caxias no Estádio Marrentão.
http://www.eup.com.br/?ref=514368
Em Moça Bonita, o São Gonçalo FC, ganhou do Barra da Tijuca por 3x2. O Barra buscou o empate em duas oportunidades, com os gols de Ximenes e Bruninho. Mas Waguinho, Edu e Felipe Camacho fizeram para o time de São Gonçalo. Com o resultado, o time gonçalense conseguiu abrir vantagem em relação aos times que estão na zona de rebaixamento. O proximo duelo será contra o Angra dos Reis, no Alzirão, em Itaboraí. Já o Barra da Tijuca busca a reabilitação visitando o Queimados, no Nivaldo Pereira.
http://www.eup.com.br/?ref=514368
No Lourival Gomes de Almeida, Sampaio Corrêa e Portuguesa ficaram no empate em 1x1. Os dois gols do jogo foram marcados no segundo tempo. Gessé abriu para o time de saquarema e Allan, artilheiro da Segundona Carioca, empatou. Com o empate, o Sampaio Corrêa conquistou o seu primeiro ponto no segundo turno. Na próxima quinta-feira (21), às três da tarde, visita o Ceres, em Moça Bonita. Já a Lusa Carioca, campeã do Primeiro Turno e líder da classificação geral, folga durante o meio de semana devido a eliminação do Mangaratibense.
http://www.eup.com.br/?ref=514368
O clube de Mangaratiba não pagou as dívidas a tempo e é rebaixado à Terceirona do Carioca. O prazo era até esta sexta-feira (15) para se acertar com a FFERJ, mas não conseguiu. Consequentemente levou, neste sábado (16), seu terceiro W.O. seguido na Segundona, contra o Angra dos Reis, o que configura a eliminação automática da equipe, que já vinha suspensa desde o começo do segundo turno.

domingo, 26 de abril de 2015

Macaé Basquete derrota o Mogi e traz decisão para o Juquinha

 http://www.webtodasua.com.br/
Voltando a jogar muito bem e desta vez não permitindo o Mogi desgarrar no ultimo período, o Macaé calou o lotado ginásio Hugo Ramos na noite deste sábado (25), vencendo o jogo por 89x84. A torcida mogiana acreditou que seria mole e foi em peso para o "caldeirão". Com grande atuação do "americaense" Jamaal, a equipe do técnico Léo Costa ignorou completamente a pressão vinda das arquibancadas, vence e igualou a serie em 1x1. Agora, eles serão pressionados.
Em uma partida extremamente equilibrada durante os 40 minutos, o time macaense mostrou mais tranquilidade nos minutos finais e conseguiu a vitoria. Agora, a equipe do litoral norte-fluminense terá a oportunidade de fechar a série apoiada por sua fanatica torcida, no Ginásio do Juquinha. O terceiro jogo acontecerá na próxima quarta-feira, às 19h30, e a quarta partida será disputada dois dias depois.
Para vencer em solo mogiano e quebrar o mando de quadra dos paulistas, Macaé contou com um grande desempenho do armador norte-americano Jamaal, grande cestinha da partida, com 27 pontos, sendo expressivos 13 deles no último quarto. O jogador ainda registrou quatro bolas recuperadas, duas assistências e dois rebotes. Ele já tinha sido o "Dono da Bola" nas oitavas.
Outro nome fundamental para o êxito do Macaé foi o ala João Phylippe, que deixou a quadra com 16 pontos. Responsáveis por 15 e 14 pontos, respectivamente, o ala/pivô Fernando Mineiro e o pivô Atílio também foram cruciais para decretar o empate na serie. Do lado mogiano, os destaques foram os alas Shamell e Filipin, ambos com 20 pontos.
O pivô Atílio també foi fundamental no jogo coletivo do Macae

O jogo

Com pouco menos de um minuto, o clima de playoff já apareceu em quadra. Depois de uma sequência de faltas de Elinho, Jamaal teve a oportunidade de ir diversas vezes para a linha dos lances livres e Macaé abriu 5 a 0 de frente. Logo em seguida, Mogi passou a atuar com mais tranquilidade e no embalo de Shamell passou a pontuar com regularidade. Porém, do outro lado, Atílio apareceu muito bem no garrafão, Fernando Mineiro acertou duas bolas de três pontos praticamente seguidas e os visitantes seguiram tranquilos em vantagem (19 a 10).
Impondo um ritmo agressivo nos minutos finais do primeiro quarto, os donos da casa reagiram. Gustavinho e Paulão saíram muito bem do banco de reservas e deram uma nova cara ao time. Então, depois de marcar 15 pontos contra apenas oito dos rivais, os comandados do técnico Paco García reduziram a diferença no marcador para apenas dois pontos ao final da parcial inicial (27 a 25).
No início do segundo período, os paulistas até chegaram a se alternar com os mogianos na liderança, mas Gustavinho cometeu sua quarta falta e precisou ir para o banco de reservas. Depois disso, os mogianos não conseguiram manter a mesma intensidade e o jogo ficou truncado.
Diante de uma forte defesa por zona dos macaenses, Mogi passou a abusar dos tiros de três pontos e não obteve sucesso, com apenas dois acertos em dez tentativas. Enquanto isso, os representantes do Estado do Rio de Janeiro passaram a valorizar mais a posse de bola e conseguiram controlar o ritmo do jogo. Desta maneira, a equipe contou com boas participações dos experientes Márcio e Fernando Mineiro e partiu para o intervalo com três pontos de frente: 44 a 41.
Com muita disposição, Mogi voltou melhor dos vestiários e rapidamente assumiu a ponta do marcador. Depois de ficar em quadra por apenas 36 segundos no primeiro quarto, Elinho voltou concentrado e, com seis pontos e três assistências, foi uma das grandes figuras para a arrancada dos donos da casa. Após uma enterrada fantástica de Tyrone, os paulistas abriram quatro pontos de frente (56 a 52) e a torcida foi ao delírio nas arquibancadas do Hugo Ramos. Com a moral lá em cima, a equipe da casa finalizou o período com uma bela corrida e carregou oito pontos de vantagem para os dez minutos finais: 68 a 60.
Sem se abater, Macaé virou o jogo logo no início do último período. Com uma forte defesa e boas movimentações ofensivas, a equipe emplacou uma sequência de 11 a 2, assumiu a liderança (71 a 70) e obrigou o treinador mogiano Paco García a parar o jogo, com sete minutos para o fim. A partir de então, o jogo ficou lá e cá e as duas equipes passaram a se revezar na ponta do placar. Restando pouco menos de quatro minutos para o fim, os donos da casa tinham dois pontos de frente (77 a 75) e desta vez quem parou o jogo foi o comandante macaense Léo Costa.
Após o pedido de tempo, Macaé parou o ataque mogiano, conseguiu sete pontos seguidos em contra-ataques e abriu cinco pontos de frente (82 a 77). Em bela jogada individual, Shamell cortou a diferença no placar (82 a 79), mas no lance seguinte Jamaal jogou um balde de água fria na empolgação da torcida mogiana com uma bola de três pontos certeira (85 a 79). Depois disso, os donos da casa não conseguiram se reabilitar e os macaenses mostraram muita calma para confirmar a importante vitória fora de casa.
 http://www.webtodasua.com.br/
Confira o calendário completo da série entre Mogi (4º) e Macaé (12º):

Jogo 1 – Mogi x 72 Macaé
Jogo 2 – Mogi 84 x 89 Macaé
Jogo 3 – 29/04 (quarta-feira), às 19h30, no Ginásio Juquinha, em Macaé
Jogo 4* – 01/05 (sexta-feira), às 19h30, no Ginásio Juquinha, em Macaé
Jogo 5* – Data e horário a definir – Ginásio Hugo Ramos, em Mogi
*Se necessário

Com informaçoes da Liga Nacional de Basquete

Cano pega a Lusa na final da Santos Dumont

Ouça a nossa Rádio  http://www.webtodasua.com.br/

Sonhando com o retorno à elite do futebol carioca, o Americano derrotou o America por 3x2 neste sábado (25) no Estádio Giulite Coutinho, e vai disputar a Taça Santos Dumont contra a Portuguesa, que na outra semi eliminou o ngra dos Reis. Após ficar duas vezes em desvantagem no placar, o Cano conseguiu uma virada aos 44 minutos do segundo tempo. Mais uma vez o Mequinha ficou na semifinal do primeiro turno. 

O Americano começa a decidir a final da Taça Santos Dumont nesta quarta-feira contra a Portuguesa no Estádio Aryzão, em Campos. Já o America só retorna a campo no dia 13 de maio, quando irá encarar o Duque de Caxias na segunda rodada da Taça Corcovado, pois folga na primeira rodada.

America: Felipe; Muniz, Fábio Braz, Vagner Eugênio e Enric; Taércio, Darlan, Accioli (Steve) e Léo Rocha; Jean (Abedi) e Fábio Saci (Marcelinho). Técnico: Arturzinho. Americano: Vander; Anderson Kunzel, Ramon, Espinho e Noel; Abuda (Bobby), Yan (Tiago Corrêa) e Adrianinho; Ramon Costa (Nikson), Léo Guerreiro e Philip. Técnico: João Carlos Ângelo. O árbitro foi Bruno Arleu de Araújo, auxiliado por Daniel da Silva Araújo e Wander Luiz da Conceição.

Na outra semifinal, a Portuguesa derrotou o Angra dos Reis por 2x0 no Estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador, e avançou para decidir o título do primeiro turno da Série B com o Americano. Os gols foram marcados pelo volante Victor Hugo e pelo atacante Allan, artilheiro do campeonato agora com nove gols.

Trans Parente                                                           Ouça a nossa Rádio  http://www.webtodasua.com.br/

Macaé vence o Itaboraí em amistoso no Moacyrzão

Novidade no ar  http://www.webtodasua.com.br/
Em mais um jogo-treino visando a Segundona do Brasileirão, desta vez colocando em campo o time considerado titular, o Macaé Esporte derrotou o Itaboraí, na tarde deste sábado (25) no Moacyrzão. O gol unico na vitória diante do time que vai disputar a Terceira Divisão do Carioca, foi marcado pelo meia Fernando Santos, aos 26 minutos do primeiro tempo. No dia anterior, com o time alternativo, o Macae perdeu por 1x0 para o Campos, que também disputará a Terceirinha do Rio.

No jogo deste sábado, o técnico Marcelo Cabo mandou a campo a base da equipe que disputou o último Campeonato Carioca, com Ricardo Berna; Max, Brinner, Filipe Machado e Diego; Juninho, Dos Santos, Fernando Santos, Aloisio, Pipico e Rodrigo Fumaça. O zagueiro Matheus Brandão foi o unico a entrar no amistoso substituindo o Fumaça.

Na derrota para o Roxinho de Campos, que tem estreia prevista na Terceirinha para o dia 3 de maio, contra o Artsul no Moacyrzão, o gol foi marcado pelo zagueiro Douglas. O tecnico do Leão colocou em atividade os recém-contratados Vitinho, meia ex-Barra Mansa e Henrique, lateral-direito que defendeu o Volta Redonda no Carioca. O Leão pode anunciar outros reforços na proxima semana. O clube busca entre outros, um atacante, e Fernandão pode reaparecer em Macaé.

Na próxima semana, o Macae Esporte fará seus dois últimos jogos-treinos antes da estreia na Segundona do Brasileiro, marcada para o dia 9 de maio, contra o Santa Cruz, no Moacyrzão. Os adversários dos próximos amistosos serão provavelmente dois clubes da Segundona Carioca.

Alan Brado

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Juquinha lotado inspirou o Macaé Basquete a encestar o Minas

Empurrado por uma galera vibrante que lotou o Juquinha, o Macaé Basquete encestou o Minas por 91 a 62 e fez 2 a 1 na série oitavas de final. Na noite desta quarta-feira (15), o Macaé começou perdendo o primeiro quarto, mas fechou sua defesa, virou o placar e venceu os outros três quartos com expressiva vantagem levando a galera ao delírio.

O confronto começou com superioridade minastenista, que venceu a etapa inicial por 24 a 19. Depois, só deu Macaé. Com marcação forte e muita velocidade no jogo de transição, a equipe do técnico Leo Costa sofreu apenas oito pontos no segundo quarto e 13 no terceiro, o que os permitiu não só virar o jogo como ir para o último quarto com 20 pontos de frente, diferença esta que pulou para a casa dos 30 pontos na etapa final.

Com 14 pontos, sendo 12 deles oriundos de quatro bolas de 3 pontos certeiras no último quarto, o jovem armador Pedrinho Rava, de apenas 19 anos, saiu do banco para ser um dos principais destaques do Macaé neste duelo. Também com 14 pontos, o também armador e ídolo Jamaal Smith ainda deu quatro assistências e foi mais uma figura importante do time vencedor, assim como Márcio, outro com 14 tentos.

Pelo time mineiro, que saiu vencendo a série em Belo Horizonte e agora sofreu a segunda derrota, teve como maior pontuador em quadra seu principal destaque na série: o jovem ala Danilo Siqueira, de 21 anos, que deixou a quadra com 15 pontos. Com 12 pontos, o ala/pivô Léo Demétrio, também garoto de 21 anos, também apareceu bem na derrota para o Macaé.

O quarto e decisivo jogo, que pode dar a inédita classificação na sequência dos playoffs ao Macaé ou igualar a disputa novamente e forçar a realização do quinto Jogo, acontece nesta sexta-feira (17), às 19h30, novamente no Ginasio do Juquinha, em Macaé. Se necessário, o quinto jogo acontecerá na segunda-feira (20), na Arena Minas, em Belo Horizonte, às 19h30. Mas a atuação do Macaé nos ultimos dois confrontos deixou o torcedor confiante em acabar com esta série no Juquinha, já imaginando o Mogi na sequencia do Novo Basquete Brasil.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Americano empatou com o São Gonçalo pela Segundona

Pela sétima rodada da fase classificatória da Taça Santos Dumont do Campeonato Estadual da Segundona de Profissionais, o Americano empatou em 2x2 com o São Gonçalo FC na tarde deste domingo (12) no estádio Aryzão, em Campos.
O resultado acabou sendo ruim para o alvinegro campista que saiu da zona de classificação após essa rodada. Agora com uma duzia de pontos o Cano é o quinto colocado do Grupo A. Já o time gonçalense, com meia duzia de pontos, está em sexto no Grupo B. 
As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira (15), às três da tarde. O Americano visitará o Angra dos Reis, no estádio Jair Toscano de Brito, e o São Gonçalo FC enfrentará o Gonçalense no estádio Alziro de Almeida.
Americano: Vander, Anderson, Ramon, Léo Gomes e Tiago Corrêa (Davi); Abuda (Nikson), Iuri, Ramon Costa (Bobby) e Adrianinho; Léo Guerreiro e Philip. Técnico: João Carlos. São Gonçalo FC: Victor Hugo, Dreivison, Fernando, Raphael e Ramon; Matheus, Guilherme (Robertinho), Walber e Felipe Linhares; Eduardo e Vaguinho (Camacho). Técnico: Marquinhos Pereira. O árbitro foi Pedro Goulart Martins, auxiliado por Marcelo da Silva Cardoso e André Luis da Silva Segundo.
No outro jogos deste domingo, o São Cristovão fez 3x0 no Queimados, no Luso Brasileiro. No Sábado (11): Goytacaz 2 x 0 Duque de Caxias, Gonçalense 1 x 0 América, Audax Rio 4 x 2 Mangaratibense, Ceres 1 x 1 Barra da Tijuca, Portuguesa 3 x 0 Olaria, Sampaio Corrêa 2 x 1 Barcelona e Angra dos Reis 1 x 0 São João da Barra.
Na classificação da Taça Santos Dumont, pelo Grupo A: 1º Portuguesa, 14 pontos (saldo: 7); 2º Gonçalense, 14 (saldo: 6); 3º Audax Rio, 13 (vitórias: 4); 4º Sampaio Corrêa, 13 (vitórias: 3); 5º Americano, 12 (saldo: 5 / gols pró: 11); 6º Goytacaz, 12 (saldo: 5 / gols pró: 10); 7º Ceres, 11; 8º São João da Barra, 8 e 9º São Cristovão, 7. Pelo Grupo B: 1º América, 14 pontos; 2º Angra dos Reis, 11; 3º Queimados, 8 (saldo: -4); 4º Olaria, 8 (saldo: -5); 5º Barra da Tijuca, 6 (saldo: -2); 6º São Gonçalo FC, 6 (saldo: -3); 7º Duque de Caxias, 6 (saldo: -4); 8º Barcelona, 5 e 9º Mangaratibense, 1 ponto.
A oitava rodada vai acontecer na quarta-feira (15), com bola rolando às três da tarde, em seis jogos: Barra da Tijuca x Audax Rio, em Guilherme da Silveira; Olaria x São João da Barra, no Mourão Filho; Barcelona x Ceres, no Luso Brasileiro; Queimados x Goytacaz, no Nivaldo Pereira; São Gonçalo FC x Gonçalense, no Alziro de Almeida e Angra dos Reis x Americano, no Jair Toscano de Brito. Mais tarde, às sete da noite, Duque de Caxias x Portuguesa, no Marrentã e Mangaratibense x São Cristovão (Jair Toscano de Brito). Fechando a jornada, às 20h, o América receberá o Sampaio Corrêa, no estádio Giulite Coutinho.

domingo, 12 de abril de 2015

Macaé Basquete derrota o Minas na prorrogação e empata a serie nos playoffs

O Macaé surpreendeu o Minas e empatou a série pelas oitavas de final do Novo Basquete Brasil em 1x1. Neste domingo (12), na Arena Minas, o Macaé chegou a abrir 20 pontos no placar, foi para o intervalo vencendo por 35 a 20 e na volta dos vestiários permitiu a reação dos minastenistas e cedeu o empate em 71 a 71, a menos de dez segundos para o fim, forçando um período extra de cinco minutos.

Nesta prorrogação, o Minas começou melhor, mas o Macaé voltou a equilibrar o duelo e acabou vencendo por um ponto de diferença (81 a 80), com parciais de 7/13, 8/22, 26/15 e 30/21. Na prorrogação, Macaé 81x80 Minas.

Agora, Macaé e Minas voltarão a jogar pelos playoffs, em Macaé. Os duelos serão na quarta-feira (15) e na sexta-feira (17/4), às 19h30, no Ginásio Tênis Clube de Macaé, o Juquinha. Caso seja necessária a quinta partida, ela será realizada novamente na Arena Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte.

O norte americano Jamaal, do Macaé, foi o cestinha da partida com 23 acertos. Ele ainda obteve 100% nos lances livres, com 12 arremessos certeiros. Atílio, 15 pontos e três rebotes, e Eddy, 12 tentos e oito rebotes, também foram destaques.

Pelo lado do Minas, Alex foi quem mais pontuou, com 14 acertos, seguido por Irigoyen, com 13. Shilton foi bem na zona do garrafão ao apanhar 13 rebotes, sendo oito deles defensivos. Na parte ofensiva, entretanto, ele foi mais discreto ao marcar sete pontinhos.

O time que avançar nesta série vai encarar o Mogi das Cruzes nas quartas de final. A equipe paulista fez a quarta melhor campanha na fase de turno e returno. O Macaé terá a oportunidade de fechar a série em casa, caso vença os dois confrontos. O Minas precisa vencer ao menos uma aprtida para levar a decisão para Belo Horizonte.

Minas: Cafferata, Shilton, Irigoyen, Coelho e Leo Demétrio. Entraram: Danilo, Ansaloni, Alex e Pitico. Técnico: Demétrius Ferracciú. Macaé Basquete: Márcio, Eddy, George, Atílio e Jamaal. Entraram: Fernando Mineiro, João, Young, Pedrinho, Diego e De Bem. Técnico: Léo Costa. Os árbitros foram Marcos Benito, Fábio Kover e Gustavo Edson Mathias.

sábado, 11 de abril de 2015

Uma nova derrota pode eliminar o Macaé dos playoffs da NBB

Na inédita disputa dos playoffs do Novo Basquete Brasil, o Macaé estreiou com derrota para o Minas Tênis Clube, perdendo por 90 a 78, na Arena Minas, em Belô. Nesta fase de mata-mata do NBB, que pode terminar numa melhor de três jogos, com possibilidades de acontecer até mais dois jogos caso seja necessário, nesta sexta-feira, o time treinado pelo Leo Costa não conseguiu se reabilitar das quatro derrotas seguidas na fase anterior. 

Agora precisa vencer no domingo (12), às cinco da tarde, o mesmo adversario no mesmo local e continuar na briga por uma vaga nas quartas de final do sétima edição do nacional para enfrentar o Mogi das Cruzes. O terceiro jogo, e o quarto se necessário, serão no Juquinha em Macaé. O SporTV mostra este jogo ao vivo para todo o Brasil.

Nesta vitória diante do Macaé, o time do técnico Demétrius Ferracciú contou com grande atuação coletiva e teve quatro atletas registrando dígitos duplos na pontuação. Com destaque para o jovem ala/armador Danilo Siqueira, que saiu do banco e foi autor de 20 pontos em 29 tentados, e para o também jovem Henrique Coelho, com 16 pontos e sete assistências.

O clube de Belo Horizonte ainda teve no pivôs Ansaloni, que flertou com um duplo-duplo ao registrar 16 pontos e apanhar nove rebotes, e Shilton, responsável por 11 pontos, foram os outros destaque do Minas. Curiosamente, o cestinha deste duelo, foi o armador norte-americano Jamaal, do Macaé, acumulando 24 pontos.

O duelo

O confronto começou bastante movimentado e disputado ponto a ponto, com uma constante alternâncias de liderança de placar por parte das duas equipes. O armador norte-americano Jamaal Smith estava inspirado e foi responsável por dez dos 12 primeiros pontos do Macaé na partida. No entanto, foi com entrada dos reservas Márcio Dornelles e Otis George que o Macaé abriu uma pequena vantagem de cinco pontos ao final do primeiro período (21 a 16), repetindo o resultado de inicio dos ultimos confrontos, porém perdendo sempre nos minutos finais.

Todo este bom primeiro quarto feito pelos macaenses foi superado pelos mineiros após uma sequencia de pontos chegado nos 15 a 3, nos cinco primeiros minutos da parcial, com direito a dez pontos do jovem ala Danilo Siqueira. Esta sequência não só devolveu ao Minas a dianteira no placar como também os deixou com sete pontos de vantagem (31 a 24). O escrete macaense fez seis pontos seguidos e voltou para o jogo (31 a 30), mas os minastenistas voltaram a ter superioridade em quadra e foram para o intervalo vencendo por 39 a 33.

Na volta dos vestiários o Minas continuou encestando e abrindo 11 a 3 nos primeiros quatro minutos, aumentando a vantagem no placar em 14 pontos (50 a 36). Passou a atuar com mais tranquilidade em quadra, encerrando a terceira etapa com 15 pontos de vantagem: 63 a 48. O Macaé não esboçava reação.

No último quarto, o Minas manteve a pegada forte e foi aumentado a diferença no placar. Bastante acionado e acertando os arremessos, o pivô Ansaloni anotou dez pontos e ajudou o clube de Belo Horizonte a abrir 19 pontos de vantagem (80 a 61). O Macaé ainda tentou incomodar nos últimos minutos, chegando a reduzir o prejuízo para nove pontos (83 a 74) com pouco menos de dois minutos para o apito final. Mas o time não teve forças para uma possível virada, sendo derrotado no jogo que abriu a série: 90 a 78. Resta tentar o empate no proximo jogo e levar a "decisão" para Macaé.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Pela primeira vez nos playoffs do Novo Basquete Brasil

Começa nesta sexta-feira (10), às sete e meia da noite, na Arena Minas para o Macaé Basquete o inédito playoffs do Novo Basquete Brasil, duelando com o Minas Clube. A equipe mineira terminou a primeira fase na 5ª posição enquanto o escrete fluminense conquistou a ultima vaga (12º), beneficiado pelas derrotas de Uberlandia e Basquete Cearense na penultima rodada. O Macaé teve uma sequencia de quatro jogos em casa, precisando vencer apenas um e perdeu todos.

Agora precisa vencer para avançar na competição. As séries das oitavas, assim como as quartas e as semifinais, serão disputadas em uma melhor de cinco jogos. As duas primeiras partidas acontecerão na casa da equipe de melhor campanha, assim como um possível quinto jogo, enquanto que os duelos 3 e 4 serão sob os domínios do time de pior campanha na fase de classificação.

Os dois primeiros jogos contra o Minas Tênis Clube serão nos dias 10, às 19h30 e no dia 12, às 17h, ambos na Arena Minas, em Belo Horizonte. Este jogo no domingo será transmitido ao vivo pelo SporTV. O terceiro jogo será no dia 15(quarta-feira), às 19h30, no Ginásio Juquinha, em Macaé, com transmissão ao vivo pela WEB. Caso um mesmo time vença os três jogos, estárá automaticamente classificado às quartas de finais.

Caso seja necessário, o quarto jogo acontecerá no dia 17(sexta-feira), às 19h30, no Ginásio Juquinha, em Macaé. O quinto jogo só será necessário caso este confronto chegue ao empate em 2x2. Este quinto e deciso jogo de desempate está previsto para o dia 20 (segunda-feira), às 19h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte.

terça-feira, 7 de abril de 2015

Punição ao Barra Mansa praticamente salva o Boavista

O Barra Mansa foi punido com a perda de 15 pontos e está automaticamente rebaixado à Segundona de 2015. Mas ainda cabe recurso, no entanto dificilmente o Leão do Sul conseguirá reverter a situação. Com isso, na última rodada do Campeonato Carioca, quatro equipes vão brigar para fugir da unica vaga que resta para o rebaixamento. 
Como o regulamento não prevê critérios de desempate na luta contra o descenso, a fuga da Segundona do Estadual pode ser decidida em um Quadrangular, Triangular ou ser disputado por duas equipes e jogos extra em campo neutro, provavelmente em Macaé.
Agora o Barra Mansa é o lanterna com -7 pontos, Boavista e Nova Iguaçu dividem a vice-lanterna com 7 pontos. O Verdão recebe o Friburguense em Bacaxá, enquanto o Laranja da Baixada encara o Flamengo no Moacyrzão, em Macaé. Em caso de vitórias, ambos alcançariam a pontuação do Tigres, que recebe o rebaixado Barra Mansa. Se o time de Xerém for derrotado em Los Larios, e a Cabofriense, atualmente com 9 pontos, empatar com o Bonsucesso, quatro equipes terminariam empatadas com 10 pontos. 
O regulamento do Estadual, em seu artigo 15º, obriga a formação de um Quadrangular com jogos de ida e volta neste caso. Mas na logica o Tigres vencerá, com possibilidades de até ganhar por Win Out. Ou seja, sem precisar entrar em campo.
De acordo com o item II deste artigo, “no caso de mais de duas associações terminarem o campeonato na última colocação com o mesmo número de pontos, essas associações formarão o grupo X, jogando entre si em sistema de turno e returno”.
O regulamento também prevê que, em caso de apenas duas equipes empatadas na penúltima colocação, o time rebaixado será decidido em dois jogos extras, disputados em campo neutro. Esta será a situação se o Barra Mansa, que tem 8 pontos, for derrotado pelo Tigres, e Boavista ou Nova Iguaçu apenas empatarem seus jogos. No entanto, caso ambos empatem e cheguem aos mesmos 8 pontos do Barra Mansa, o descenso seria definido não mais em um quadrangular, mas em um triangular da morte.
Já o último parágrafo do artigo 15º, por outro lado, estabelece que "havendo empate em pontos ganhos entre duas ou mais associações ao final do returno do grupo X serão aplicados, para fins de classificação, os critérios de desempate estabelecidos no art. 6º". Ou seja: caso o Quadrangular ou Triangular terminem com dois times em igualdade de pontos, voltam a valer os critérios previstos, por exemplo, para a classificação às semifinais do Estadual, a saber: número de vitórias, saldo de gols, gols pró, confronto direto, número de cartões e sorteio.
A punição ao Barra Mansa, se confirmada, salvará um clube do rebaixamento. E o clube que tem mais chances de permanecer na elite do futebol carioca é o Boavista. Basta vencer o Frisão em Bacaxá e torcer para o Nova Iguaçu não ganhar do Flamengo. 
Sendo rebaixado, o Barra Mansa corre o risco de seguir a mesma trajetoria do Quissamã e Cardoso Moreira, que só disputaram uma temporada na Primeirona e ao retornarem à Segundona fecharam as portas. Têm ainda outros exemplos como o Campo Grande, Itaperuna e Serrano, que ao serem rebaixados nunca mais voltaram. O tradicional Campusca ainda rala na Terceirona, os outros dois, não disputam mais nada.
A última rodada desta fase classificatória do Carioca, com bola rolando em todos os jogos às 22h desta quarta-feira, terá: Vasco x Volta Redonda, em São Januário; Nova Iguaçu x Flamengo, no Moacyrzão; Botafogo x Macaé, no Nilton Santos;Madureira x Fluminense, no Raulino de Oliveira; Bangu x Resende, no Giulite Coutinho; Boavista x Friburguense, no Eucyr Resende; Cabofriense x Bonsucesso, no Alair Corrêa e Tigres x Barra Mansa, no Los Larios.

Tapetão pode ter "livrado" o Boavista

Nesta segunda-feira (6), o Barra Mansa foi julgado por escalar jogadores de forma irregular e acabou punido com a perda de 15 pontos pela Justiça Desportiva do Rio de Janeiro. Com isso, acabou despencando para a lanterna do Campeonato Carioca e consequentemente rebaixado.
Além da perda de pontos, o Barra Mansa terá que pagar uma multa de R$ 5 mil. Na tabela de classificação, ficou com -7 pontos, tirando Boavista da zona de rebaixamento. O caso ainda cabe recurso, mas as chances de reverter o quadro são consideradas mínimas, já que acabou sendo punida por unanimidade e se atrapalhou na hora de fazer sua defesa durante o julgamento.
O pivô do caso foi o zagueiro Romulo, que atuou em cinco partidas antes de ser inscrito na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. Contra o Volta Redonda - um dos cinco jogos -, Wesley, que até hoje não está regularizado, ficou entre os suplentes.
A punição ainda poderia ser maior. O Barra Mansa poderia ter perdido 22 pontos, caso a comissão julgadora incluisse o jogo diante da Cabofriense e tirarasse os pontos do clube conquistados dentro de campo. A multa de 5 mil também foi simbólica, baseada no  CBJD.
De acordo com o artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), há punição com perde de pontos se “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”. Além da perda de três pontos mais os pontos conquistados no(s) jogo(s), também está prevista de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais).
Esta é a oportunidade do momento e o negocio do futuro.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Macae Basquete perde jogo e ganha vaga inedita nos playoffs do NBB

Pela terceira vez consecutiva o Macae Basquete perdeu e deixou a galera frustrada no Ginásio do Juquinha. Apesar da derrota por 81 a 79 para o vice-lider Limeira, o Macae foi beneficiado pelas derrotas do Basquete Cearense e o Uberlândia, e com isso garantiu a tão sonhada e inédita classificação para os playoffs do Novo Basquete Brasil.
 
Com esta combinação de resultados, mesmo que O Macaé não vença o ultimo jogo desta fase classificatória, na proxima sexta feira contra o Rio Claro, não será ultrapassado. No minimo, terminará em igualdade de pontos com o Basquete Cearense ou Uberlandia, caso ambos vençam ou um dos dois.
 
No criterio de desempate, o Macaé garante a vaga pelo confronto direto contra ambos.
O Macaé deixou a vitória escapar nos segundos finais e teve como destaque o pivô Atílio. O jogador foi o cestinha do jogo com 26 pontos, além de sete rebotes recuperados. Pelo lado do Limeira, David Jackson e Deryk foram os destaques.
 
Na última rodada, o Macaé recebe o Rio Claro, no Juquinha, na próxima sexta-feira. Já o Limeira joga contra o Flamengo, no mesmo dia, no Tijuca Tênis Clube.

Barra Mansa corre o risco de ser rebaixado no Tapetão

Se no campo não estava tão facil para o Barra Mansa permanecer na elite do futebol carioca, o rebaixamento poderá ser oficializado na próxima segunda-feira (6), no Tapetão, caso o clube seja punido.
 
A 5ª Comissão Disciplinar do TJD/RJ acolheu a denúncia da Procuradoria e vai julgar o clube por ter supostamente escalado o zagueiro Rômulo de forma irregular por cinco vezes e o volante Jean por uma vez.
 
O processo pode render a perda de 25 pontos por parte do Leão do Sul, o que o rebaixaria automaticamente.
 
A denúncia partiu do Nova Iguaçu, que entrou com um recurso no TJD que foi aceito pela Procuradoria. O clube foi incurso no art. 214 do CBJD que prevê, além da perda dos pontos, multa que varia de R$ 100 reais a R$ 100 mil reais.
 
O QUE DIZ O ARTIGO

Art. 214: Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente.
 

PENA: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais).
 

§ 1º Para os fins deste artigo, não serão computados os pontos eventualmente obtidos pelo infrator.
 

§ 2º O resultado da partida, prova ou equivalente será mantido, mas à entidade infratora não serão computados eventuais critérios de desempate que lhe beneficiem, constantes do regulamento da competição, como, entre outros, o registro da vitória ou de pontos marcados.
 

§3º A entidade de prática desportiva que ainda não tiver obtido pontos suficientes ficará com pontos negativos.

terça-feira, 31 de março de 2015

Macae recebe o Barra Mansa no sábado às quatro da tarde

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro divulgou, na manhã desta segunda-feira (30), dias e horários da 14ª rodada, a penúltima do Campeonato Carioca de 2015. Todas as partidas que não envolvem clubes grandes foram antecipadas para sábado (04), enquanto o clássico Fla-Flu e os jogos de Botafogo e Vasco foram mantidos no domingo.
Com isso, a briga contra o rebaixamento acontecerá toda simultânea, com a exceção do Friburguense, que jogará no domingo contra o Vasco pois o Gigante da Colina disputará um jogo na quarta-feira, pela Copa do Brasil, no Acre, e precisará de tempo para a recuperação da viagem.
Na luta pela classificação, Botafogo e Madureira se enfrentarão no domingo, no Estádio Nilton Santos, às 16h. O clássico Fla-Flu, será às 18h30 no Maracanã.
Confira os dias e horários:
Sábado, 4 de abril
15:30 - Bangu x Cabofriense, em Moça Bonita
15:30 - Boavista x Tigres do Brasil, no Elcyr Resende
15:30 - Nova Iguaçu x Bonsucesso, no Jânio Moraes
16:00 - Volta Redonda x Resende, no Raulino de Oliveira
16:00 - Macaé x Barra Mansa, no Moacyrzão
Domingo, 5 de abril
16:00 - Botafogo x Madureira, no Nilton Santos
18:30 - Flamengo x Fluminense, no Maracanã
18:30 - Friburguense x Vasco, no Eduardo Guinle

segunda-feira, 30 de março de 2015

Agora é só cumprir tabela no Carioca

O Macaé continua sem vencer desde que mudou de treinador e está fora das semifinais do Campeonato Carioca. Antes o Leão havia conquistado o maior numero de pontos em sua história no Estadual, o maior numero de vitórias seguidas e a maior sequencia de jogos sem perder.
Chegou a sonhar com uma inedita classificação no G4 e a vaga na Copa do Brasil de 2016, mas tropeçou diante do Resende e foi derrotado pelo Madureira no jogo da entrega das medalhas ao campeão da Taça Rio.
Na tarde deste sábado (28) o Macaé perdeu de 1x0 para o Madureira, gol contra do zagueiro Douglas Assis, no Aniceto Moscoso. O jogo valeu pela antepenultima rodada da fase classificatória da Taça Guanabara. O resultado deixou o Tricolor Suburbano entre os quatro primeiros, com 30 pontos. O Macaé Esporte é o sexto na classificação, com 23 pontos ganhos.
Ainda sem data e horário confirmados pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro tanto Madureira como Macaé Esporte voltarão a jogar apenas no próximo final de semana. O Tricolor Suburbano enfrentará o Botafogo, no estádio Nilton Santos, e o Leão da Princezinha receberá o Barra Mansa no Moacyrzão.
Madureira: Jonathan, Formiga, Daniel, Thiago Cardoso e Moisés; Gilson, Ryan, Rodrigo Lindoso e Camacho (Luiz Paulo); Thiago Galhardo (Marcelo Tavares) e Rodrigo Pinho (João Carlos). Técnico: Toninho Andrade.  Macaé Esporte: Ricardo Berna, Max, Douglas Assis, Filipe Machado e Diego; Dos Santos (Bruno Santos), Juninho, Aloísio (Eberson) e Marquinho; Pipico e Fernando Santos (Rodrigo Fumaça). Técnico: Marcelo Cabo. O árbitro foi João Batista de Arruda, auxiliado por João Luiz Coelho de Albuquerque e Márcio Moreira de Queiroz.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Classificação do Macaé no NBB ficou para o dia da mentira

http://xseguidores.com/?ref=438
Pela segunda vez consecutiva o Macaé deixou de confirmar a classificação inédita para o playoffs da NBB. Perdeu para o São José e voltou a perder nesta sexta-feira (27), para o Mogi das Cruzes por 95 a 89, deixando frustrada a torcida que lotou o Ginásio Juquinha.
Apesar do resultado negativo, o Macaé continua na briga, mas perdeu a larga vantagem que tinha frente aos concorrentes Basquete Cearense e Uberlandia. Ambos estão a uma vitória e os três farão dois jogos. A classificação do Macaé poderá ser confirmada no "dia da mentira", quando a equipe macaense recebe o vice-lider Limeira, às 20hs, no Ginásio do Juquinha. Se voltar a perder, terá que torcer por derrotas dos concorrentes, diante dos já classificados Paulistano e Pinheiros, respectivamente.
O ala norte-americano Tyrone Curnell foi o grande nome da partida ao anotar 28 pontos. Quem também teve destaque pelo time de Mogi das Cruzes foi o ala Jimmy e o pivô Gerson, que marcaram 15 pontos cada um.
Com a derrota, o Macaé Basquete, que teve Jamaal como cestinha, com 20 pontos, ainda não conseguiu cravar sua classificação inédita para os playoffs. O time do Rio de Janeiro precisa somente de um triunfo para garantir a 12ª e começa a correr o risco de perder a  última vaga para a próxima fase. Caso continue perdendo, terá que torcer para que Basquete Cearense e Uberlandia também percam seus últimos dois confrontos no NBB. Assim, o Macaé estará classificado.
O trabalho coletivo do Macaé fez a diferença nos primeiros minutos do jogo, abrindo sete pontos na etapa inicial (16 a 9). Ainda no primeiro período, o Mogi reagiu no jogo e, com boa atuação do ala Guilherme Filipin, chegou a virar o confronto (19 a 18). Mas nos segundos finais, o armador Jamaal fez uma belíssima jogada, fazendo a cesta, recebendo a falta e anotando uma bola de três pontos, deixando o Macaé de novo na frente (21 a 19).
No segundo período o duelo permaneceu equilíbrado durante o segundo quarto. Os paulistas contaram com um desempenho incrível do ala Tyrone Curnell, que anotou 13 pontos nesse período. Porém o Macaé, aproveitando as bolas de fora seguiu a frente no placar até o final da primeira metade do jogo (44 a 42).
No terceiro quarto, os mogianos acertaram a mão de vez e assumiram a vantagem no placar logo nos primeiros minutos. O ala Jimmy veio bem do banco de reservas e ajudou sua equipe a abrir seis pontos de diferença na etapa (69 a 63).
Tyrone voltou a comandar a ofensiva da equipe paulista, que logo nos primeiros lances abriu 8 a 0 e aumentou a vantagem para 14 pontos (77 a 63). O Macaé Basquete não desistiu do jogo e, com boa atuação de Jamaal, chegou a ficar apenas sete pontos atrás nos momentos decisivos. No entanto, o Mogi foi capaz de segurar a frente do confronto até o final.