Radio Web InformaSom

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Classico do Interior na abertura da Segundona Carioca

  www.ganhe.lucroextra.com
Confirmado oficialmente o Goytacaz na Segundona do Rio de Janeiro, após o julgamento do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) que reconduziu o Quissamã a Elite, e o inédito rebaixamento do Americano, o clássico campista de maior tradição acontecerá já na abertura do Campeonato Estadual de 2013. A partida está marcada para dia 2 de março, às três da tarde, no Arizão, em Campos.
O confronto Goyta-Cano nos profissionais não acontece desde de 2003, quando se reencontraram em fase eliminatória da Terceirona do Campeonato Brasileiro, em 12 e 15 de Outubro de 2003, com discutida classificação do Americano ao final dos embates em que cada clube venceu o jogo em seu estádio por 1 a 0. Os jogadores do Goytacaz reclamaram muito de impedimento no gol assinalado a favor do Cano no segundo jogo, que acabou não terminando e sendo marcado por inúmeros tumultos, com direito a cai-cai de jogadores do Goyta e a classificação do Americano sendo concedida através da justiça desportiva. Em 1920, outros dois clássicos não terminaram devido há tumultos e em 1929 houve mais um caso.
Goyta-Cano é o confronto que envolve o Goytacaz Futebol Clube e o Americano Futebol Clube, cujo primeiro confronto foi em 1914, em vitória pelo placar de 4x2 do Goytacaz.
Este é o maior clássico do futebol do interior do Estado do Rio de Janeiro, cujas equipes se confrontam desde a segunda década do século XX, sendo as maiores ganhadoras dos campeonatos citadinos de Campos dos Goytacazes, o Americano com 27 títulos e o Goytacaz com 20 títulos. Nos campeonatos do antigo Estado do Rio de Janeiro, antes da fusão com o Estado da Guanabara, o Americano foi campeão em sete ocasiões e o Goytacaz também em sete, sendo o de 1978 não declarado oficialmente.
Em Campeonatos Brasileiros, a melhor performance do Goytacaz foi o vice-campeonato da Segundona em 1985 e o Americano Campeão do Módulo Azul em 1987 e vice-campeão do grupo E do Módulo Amarelo em 1986.       www.ganhe.lucroextra.com
O Americano também, até 2006, foi o segundo clube que mais disputou o Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão, em 19 ocasiões, sendo que a sua melhor colocação foi a quarta, por tres vezes.
Em campeonatos brasileiros da Primeira Divisão, a melhor colocação do alvi-negro campista foi a 27ª entre 74 participantes, em 1978, já a melhor colocação do alvi-anil na primeira divisão do futebol brasileiro, foi a 30ª, neste mesmo ano.
Em jogos pelo campeonato do novo Estado do Rio de Janeiro, em confrontos disputados entre 1976 e 1992, o Americano somou oito vitórias, o Goytacaz três e aconteceram 13 empates, sendo que a placar mais dilatado aconteceu em 15 de Setembro de 1985, quando o Goytacaz venceu por 3x0.
Em 2006, o Americano estava na primeira Divisão do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro (antigo Campeonato Carioca), sendo o clube deste estado que mais pontos fez no Século XXI, embora sua melhor colocação tenha sido o vice-campeonato, em 2002. Já o Goytacaz conquistou vaga no Campeonato Carioca de 2007 ao chegar em quarto lugar na Seletiva para o Campeonato Carioca em 2006, mas a justiça considerou a Seletiva ilegal e cassou o seu resultado, impedindo que o grande clássico campista se realizasse novamente em grande estilo.
Em 2011, também foi realizado, a convite da prefeitura de Campos, um Quadrangular Campista, onde Goytacaz, Americano, Rio Branco e Campos, participaram e onde a decisão foi mais um Goyta-Cano, em que o Alvianil conquistou o título nos pênaltis.
Fonte: Site Ururau       www.osegredodaduplicacao.com.br/Facil

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Seleção Sub 20 goleou o Macae em jogo amistoso

 www.ganhe.lucroextra.com
Em seu primeiro jogo-treino visando a temporada 2013, o Macaé perdeu para a Seleção Brasileira Sub-20 pelo placar de 6x2, na manhã desta quinta-feira (20), na Granja Comary, em Teresópolis.
No primeiro tempo, com as duas equipes consideradas titulares, o jogo terminou empatado em 2x2. Mattheus abriu o placar para o Brasil aos 8min e o Macaé virou com gols de Ricardinho (44min) e Gedeil (47min) de cabeça. Felipe Anderson deixou tudo igual aos 50min.
Na etapa final, com os times reservas, a Seleção fez mais quatro gols. Aos 13min, Bruno Mendes, "jogador do Macaé", fez 3x2. Douglas, de fora da área, marcou o quarto aos 25min. Dois minutos depois, Adryan fez de pênalti. E aos 39min. Leandro fechou a goleada.
O Macaé foi a campo com Luis Henrique (Rerysson); Daniel (Edson), Diego (Vagner Eugênio), Douglas Assis e Rodrigo Fernandes (Paulo Vitor); Gedeil (Bruno Barra), Leandro Teixeira (Felipe Dias), Norton e Michel (Tom); Ricardinho (Anderson) e Jones (Hudson).
Com 17 dias de pré-temporada, o Macaé Esporte fez o seu primeiro jogo-treino visando o Campeonato Carioca. O técnico Toninho Andrade aproveitou o duelo amistoso para fazer suas primeiras experiências e ver o desempenho dos novos contratados.  www.osegredodaduplicacao.com.br/Facil
Até o momento, o Leão Tricolor contratou cinco jogadores. Os laterais-esquerdo Rodrigo Fernandes (ex-Paysandu) e Paulo Vitor (ex-Madureira), os volantes Leandro Teixeira (ex-Boavista) e Felipe Alves (ex-Vasco e com passagens pelo futebol iraniano) e o meia Michel (ex-Madureira e que estava no futebol sueco). A diretoria espera fechar o elenco com mais três reforços: um zagueiro, um apoiador e um atacante.
Faltam exatos 30 dias para o início do Campeonato Carioca e a estreia do Macaé será contra o Volta Redonda no dia 19 de janeiro, no Moacyrzão.
Foi a primeira vez que o Macaé fez um jogo-treino contra a Seleção Brasileira, independente de categoria. A primeira vez era para ter ocorrido em julho de 2011, durante a preparação do Leão para a Terceirona do Brasileiro. Na ocasião, a atividade fora cancelada devido as fortes chuvas que atingiram o município de Teresópolis.

Quissamã ganha do Goytacaz no Tapetão e só pensa na estreia contra o Flamengomanece na Elite do Carioca

Quissamã goleia o Goytacaz no STJD e recupera o direito de disputar a Primeirona do Carioca 2013

www.ganhe.lucroextra.com

Por unanimidade, Pleno do Tribunal “recoloca” clube da Terra do Côco na primeira divisão. Em seu centenário, o Goytacaz disputará a Segundona. 

www.ganhe.lucroextra.com


O Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu por unanimidade (seis votos a zero), na tarde desta quinta-feira (20), dar provimento ao recurso movido pelo Quissamã contra a decisão do TJD-RJ, que dava a vaga da Série A do Campeonato Carioca de 2013 ao Goytacaz. Não cabe recurso na esfera esportiva.
No dia 6 de dezembro, o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro entendeu que o clube do Norte Fluminense não apresentou o estádio em que mandaria suas partidas na competição até o prazo limite. Com a decisão, o Goytacaz, terceiro colocado na Série B do Carioca em 2012, "herdou" a vaga.
Nesta quinta-feira, o procurador-geral do STJD, Paulo Schimit, deu razão ao Quissamã e chegou a dizer que essa é “uma situação bizarra”, em que um clube busca um subterfúgio jurídico para o seu insucesso em campo. "O clube indica o estádio. Há provas nos autos. Não tem a menor condição de dizer que este clube está impedido de disputar a Série A".  www.osegredodaduplicacao.com.br/Facil
Durante a defesa, o advogado do Quissamã, Mauro Chidid, garantiu o clube entrou em contato com a Ferj em agosto e fez tudo dentro do prazo. "A Federação do Rio de Janeiro, ao estipular outro critério que não seja o técnico, vai de encontro com as leis federais. O Quissamã jogou 42 para subir de divisão. Em agosto, o clube encaminhou um e-mail institucional à Ferj, dizendo que pretendia usar o seu estádio municipal e solicitando uma vistoria. A Ferj mandou fazer a vistoria. Existe, inclusive, um laudo onde consta a necessidade de alguns reparos. Nesse mesmo laudo o clube solicitou prazo até 24 de novembro para que fossem realizados os reparos. A Ferj tinha conhecimento de tudo isso desde agosto, mas não fez constar no processo esses documentos", disse o advogado Mauro Chidid.
O advogado do Goytacaz contestou a decisão do STJD. "O regulamento de uma competição não é impositivo. E foi feito com a anuência dos clubes. Se os clubes aprovaram o regulamento, a ele os clubes têm q se submeter. Se eu escalo um jogador irregular, posso ganhar o jogo, mas vou perder os pontos, pois não está dentro da legalidade. O regulamento tem que ser cumprido. O resultado em campo tem que estar dentro da legalidade", disse o advogado.
O relator Reinaldo Botelho votou a favor do Quissamã, e todos os demais auditores o acompanharam. O clube do Norte Fluminense estreia no dia 19 de janeiro, contra o Flamengo, no Engenhão.


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Macaé recebe o Payssandu na briga pelo acesso


O Macaé Esporte faz neste sábado (10), mais uma partida importante em sua história no futebol profissional. Pelas quartas-de-final da Terceirona do Brasileiro, o Leão Tricolor enfrenta o Papão da Curuzu, no estádio Moacyrzão, em Macaé, a partir das cinco da tarde, e pode garantir o inédito acesso para a Segundona do Brasileiro de 2013. 
 Depois da derrota por 2x0 no Pará, o Macaé precisa da vitória por três gols de diferença. Para isso, o time espera contar com o apoio da torcida. E os 10 mil ingressos já estão à venda. Uma vitória do Macaé, também por 2x0, leva a decisão para as cobranças de tiros livres da marca do penalti.
Os bilhetes custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia para estudantes com carteirinha). Quem pretende comparecer ao Moacyrzão já pode garantir a entrada na sede do Macaé (Rua Alfredo Backer, nº 203, Centro) e em outros estabelecimentos comerciais espalhados pela cidade, apenas no horário comercial.
No dia do jogo, apenas as bilheterias do Moacyrzão estarão funcionando. Os menores de 12 anos, deficientes físicos e maiores de 65 anos não pagam, mas precisam chegar ao estádio uma hora antes do jogo. Vista a camisa do Macaé e vá ao estádio.
  Em desvantagem nas quartas de final da Terceirona, o Macaé se apega aos números para eliminar o Paysandu e ficar com o acesso. Na primeira fase da competição o time venceu em quatro oportunidades algum rival por três ou mais gols de diferença.
 E é justamente o que terá que fazer no sábado, a partir das cinco da tarde, contra o time paraense. Como perdeu por 2x0, em Paragominas, agora o Macaé terá que vencer superando esta diferença para ficar com a vaga inédita.

www.osegredodaduplicacao.com.br/Facil
Como venceu por 2x0, em Paragominas, o Paysandu pode perder por até um gol de diferença que estará qualificado às semifinais e, automaticamente garantindo o acesso. Ao Macaé resta vencer pelo placar mínimo com tres gols de diferença, e não sofrer gol, para subir.
 

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Serra derrota o Volta Redonda em Macaé


  www.ganhe.lucroextra.com
Abrindo a rodada dupla na tarde deste domingo (23) no Estádio Moacyrzão, pela Copa Rio, o Serra Macaense fez 3x0 no Volta Redonda, com gols dos irmãos Dos Santos e Leanderson e o capitão Vandinho. No outro confronto o Macaé empatou em 1x1 com o Quissamã.
Com o resultado na “preliminar”, o Alviverde chegou aos oito pontos e volta a sonhar com uma das vagas para a próxima fase da competição. O time ainda foi beneficiado pelo empate entre Audax e Barra da Tijuca e está na terceira colocação do Grupo C.
No primeiro lance em busca do gol, o zagueiro Caio escorou cruzamento da direita e quase marcou. Dois minutos depois, o Voltaço deu a resposta. Alex entrou livre na cara do gol e chutou forte de direita, obrigando o goleiro Júnior a fazer excelente defesa.
Com muita disposição, o Serra balançou a rede aos 26 minutos com Dos Santos cobrando pênalti.
Na segunda etapa o panorama não se alterou. Aos 14 minutos, Carlos Antônio tocou para Leanderson, que tocou na saída do goleiro Arthur, e ampliou a vantagem no placar.
Com 2x0, o Serra passou a administrar a posse de bola. Aos 42, Vandinho driblou o goleiro e marcou o terceiro gol do time macaense.
Na próxima quarta-feira (26), o Serra vai à Campos enfrentar o Americano às 18h30, no Estádio Godofredo Cruz.
No jogo de fundo, o Macaé empatou em 1x1 com o Quissamã, em duelo válida pela segunda rodada do returno do Grupo A. Como disputa simultaneamente o Campeonato Brasileiro da Série C, mais uma vez o Macaé entrou em campo com uma equipe alternativa formada por reservas e jogadores dos juniores.
O Macaé abriu o placar com o artilheiro William, aos 29 minutos do primeiro tempo. O Quissamã conseguiu empatar aos 35 da etapa final, com o atacante Thiago Trindade, ex-Serra. No outro jogo deste Grupo, também neste domingo, o Goytacaz derrotou o Duque de Caxias, por 2x0, no Estádio Aryzão, em Campos.
Com estes dois resultados, o Goytacaz continuou na liderança isolada, agora com 13 pontos. O Resende, que folgou na rodada, é o segundo, com nove pontos. O Macaé aparece em terceiro, com oito pontos. O Quissamã é o quarto, com seis. E o Duque de Caxias, que também utiliza um time alternativa na mesma situação do Macaé, tem três.
Na próxima rodada, o Macaé vai enfrentar o Duque de Caxias na próxima quarta-feira (26), no Estádio "Marrentão", às três da tarde. No mesmo dia e horário, o Resende recebe o Goytacaz, no Trabalhador. O Quissamã estará de folga.
Macaé: Rerysson; Edson, Ramon, Vagner Eugênio e Elton; Bruno Barra (Vitor), Dudu, Gabriel (Hudson) e Sandro; William e Ricardinho. Técnico: Toninho Andrade. Quissamã: Ricardo; Diguinho (Rafael), Michel, Edson e Arimax; Ricardinho, Cleiton, Bruno Reis e Thiaguinho (Tailan); Diniz e Catitu (Thiago Trindade). Técnico: Paulo Henrique. O árbitro foi Sidney Roberto de Morais Salvino, auxiliado por Daniel do Espírito Santo Parro e José Carlos Batista de Arruda

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Macaé empatou com o Quissamã

 www.ganhe.lucroextra.com

O time alternativo do Macaé Esporte, formado basicamente com jogadores suplentes, estreou na Copa Rio empatando com o atual campeão da Segundona Carioca. Na tarde desta quarta-feira (5), o Leão Tricolor ficou no 1x1 contra o Quissamã no Estádio Carneirão, em jogo válido pelo Grupo A. O gol do Macaé foi marcado pelo Ricardinho e o Quissa empatou com o estreante Thiago Trindade, ex-Serra Macaense.


 Com este resultado, o Macaé ocupa a terceira colocação deste Grupo, com um ponto. O Quissamã tem a mesma pontuação, mas fica atrás no saldo de gols. O líder do grupo é o Goytacaz, que venceu o Duque de Caxias por 2x1, no Marrentão, e chegou aos seis pontos. O Resende, que folgou nesta rodada, é o vice-líder, com três pontos.


 Priorizando a Terceirona do Brasileiro, o Macaé aproveitará a Copa Rio para observar os recém-promovidos dos juniores. E, na partida contra o Quissamã, três atletas fizeram a estreia entre os profissionais. O meia Ermes começou como titular e, durante o jogo, entraram o volante Vitor e o atacante Gabriel. Este último, entretanto, já fora relacionado uma vez no Carioca.


A partida, prevista para as três da tarde, começou com 44 minutos de atraso devido à falta do médico na ambulância. Os dirigentes do Quissamã se movimentaram e o profissional só chegou ao estádio às 15h40. Quatro minutos depois, a bola rolou no Carneirão.


Logo aos 5min, Edson cobrou falta pela esquerda e o zagueiro Douglas Assis, em posição de impedimento, cabeceou para o fundo das redes. Aaos 31, em jogada idêntica, de novo o zagueiro mandou na rede e desta vez o gol foi anulado pelo assistente Thiago Pillar Leal.


Na volta após o intervalo, o zagueiro Douglas Assis ficou no vestiário, sendo substituído pelo Vagner Eugênio. O zagueiro considerado titular vinha de contusão e a comissão técnica só iria utilizá-lo por 45 minutos. Aos 3min, Elton Macaé cruzou da esquerda, William escorou de cabeça e Ermes quase marcou. O chute saiu fraco, e o goleiro Geilson desviou para escanteio.


Aos 8min, Edson cruzou da direita, William novamente escorou de cabeça e Ricardinho também usou a cabeça para tirar o zero do placar. O time da Terra do Côco melhorou a partir dos 20 minutos, após as substituições promovidas pelo técnico Paulo Henrique, e aos 21, o atacante Thiago Trindade, que havia acabado de entrar, perdeu gol incrível.


Quatro minutos depois, foi a vez de o lateral Fred acertar uma bomba para a grande defesa de Rerysson. O Macaé só voltou a assustar aos 38min. Edson cobrou falta pela direita e o volante Bruno Barra cabeceou para a boa intervenção de Geilson. E o Leão foi castigado aos 45. Thiago Trindade recebe livre na área e tocou na saída de Rerysson, decretando o empate.


O Macaé volta a campo no sábado (8), pelo Campeonato Brasileiro da Terceirona, enfrentando o Tupi, em Juiz de Fora. Nesta competição, o Macaé lidera o Grupo B da competição, com 17 pontos, e precisa do resultado positivo para se manter no G4.


Quissamã: Geilson; Fred (Taylan), Edson, Douglas e Thiago Reis; Arimax, Cleiton, Bruno Reis e Thiaguinho (Marquinho); Fabrício e Catitu (Thiago Trindade). Técnico: Paulo Henrique.   Macaé: Rerysson; Edson, Ramon, Douglas Assis (Vagner Eugênio) e Elton; Bruno Barra, Osmar, Ermes (Gabriel) e Sandro (Vitor); Ricardinho e William. Técnico: Toninho Andrade.  O árbitro foi : Rodrigo Saraiva Castanheira, auxiliado por Thiago Pillar Leal e Antônio Francisco de Lima.

 

Goytacaz é líder na Copa Rio

 www.ganhe.lucroextra.com


Ainda buscando um presente para a sua fiel torcida comemorar o centenário em 2013, o Goytacaz segue brilhando na Copa Rio sonhando com uma das vagas na Copa do Brasil ou na Quarteirona do Brasileiro. Nesta quarta-feira (5) o Goytão foi a Baixada Fluminense e derrotou o Duque de Caxias por 2x1, no estádio Marrentão, pela segunda rodada. Com este resultado o Goytacaz está na liderança do Grupo com 6 pontos ganhos.


Com apenas 4 minutos de bola rolando, o Goytacaz fez 1x0. Após cruzamento de Renan, Wandinho antecipou-se a zaga e mandou na rede. O Duque equilibrou o duelo e buscou o gol de empate. Aos 21 minutos, o atacante João Carlos, cabeceou levando perigo ao gol de Walace. O mesmo JC fez o gol de empate aos 37. Após o gol, o Goyta voltou a atacar e nos acréscimos conseguiu balançar a rede outra vez, com Rafael.


Para o segundo tempo, o Goytacaz voltou com Alex Pavoni no lugar de Vinícius. Com jogadas principalmente de bolas cruzadas na área, o Goytacaz que já fizera dois gols de cabeça, buscava pressionar o Duque, rumo ao terceiro gol.


E o jogo ficou aberto com bons ataques de ambos os lados. O Goytao ainda realizou outras mudanças, com Fabio Mineiro substituindo o Alvaro e Maxwel entrando no lugar de Léo Santos. O goleiro Walace acabou sendo o principal destaque, garantindo a vitória do Alvianil com belas defesas.


No próximo sábado (8), às três da tarde, pela terceira rodada, o Goytacaz enfrentará o Resende, no Arizão. Já o Duque de Caxias irá ao estádio Moacyrzão, no dia seguinte, às sete e meia da noite, encarar o Macaé.


DUQUE DE CAXIAS: Jefferson; Arilson, Iago, Sérgio Raphael e Alexandre; Neves, Digão (Mineiro), Carlos Alberto e Jeferson Silva (Maicon Douglas); João Carlos e Jefinho (Rafinha). Técnico: Mário Junior.  GOYTACAZ: Walace, Vinícius (Alex Pavoni), Kleber, Vladimir e Alvaro (Fabio Mineiro); Douglas, Jaiminho, Renan e Léo Santos (Maxwel); Wandinho e Raphael. Técnico: Luiz Antonio Ferreira. O árbitro foi Luis Antonio Silva Santos, o “Índio”.


Nos outros jogos desta quarta-feira, Quissamã 1x1 Macaé Esporte, no Carneirão; Olaria 1x1 Angra dos Reis, na Bariri; Barra da Tijuca 1x2 Audax Rio, no Eustáquio Marques; Friburguense 1x1 América, no Eduardo Guinle e Bangu 1x1 Boavista, em Moça Bonita.


O fechamento desta rodada será nesta quinta-feira (6), às três da tarde, com Madureira x Bonsucesso, no Aniceto Moscoso e, às oito da noite, Volta Redonda x Serra Macaense, no Raulino de Oliveira.


Na classificação do Grupo A: 1º Goytacaz, 6 pontos; 2º Resende, 3; 3º Macaé Esporte, 1 (saldo: 0); 4º Quissamã, 1 (saldo: -1) e 5º Duque de Caxias, zero. Grupo B: 1º Madureira, 3 (saldo: 2); 2º Bonsucesso, 3 (saldo: 1); 3º Angra dos Reis, 1 (Saldo: 0); 4º Olaria, 1 (saldo: -1) e 5º Mangaratibense, zero. Grupo C: 1ºAudax Rio, 3; 2º Serra Macaense, 1 (saldo: 0 / gol pró: 1); 3º Barra da Tijuca, 1 (saldo: -1 / gol pró: 2) e 4º Americano e Volta Redonda, 1 (saldo: 0 / gol pró: 0). Grupo D; 1º Friburguense, 4 (saldo: 1 / gols pró: 3); 2º Bangu, 4 (saldo: 1 / gol pró: 2); 3º América, 1 (saldo: 1); 4º Boavista, 1 (saldo: -1) e 5º Nova Iguaçu, zero.

 

 

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Macaé conquista o bi-campeonato da Região Alto Litoral

Macaé conquistou o título da chave Alto Litoral da Copa InterTV de Futsal. Na final, o time goleou Rio das Ostras, de virada, por 6x1, na tarde deste domingo (2), no Ginásio Poliesportivo Isac Oliveira Ramos, em Casimiro de Abreu.
No primeiro tempo, Rio das Ostras abriu o placar. E na etapa final, a equipe macaense virou o jogo com gols de Bichara, Fabiano Ribeiro, Fabiano Roseira, Adrianinho, Eric e Filipinho. A torcida de Macaé compareceu em bom número ao ginásio. 
As duas equipes se classificaram para a Super Copa InterTV, que reúne os dois primeiros colocados de cada uma das três chaves regionais.As duas equipes estavam invictas até a decisão. Macaé havia vencido quatro jogos e empatado uma partida. Já Rio das Ostras havia conquistado cinco vitórias até a decisão. 
A finalíssima, curiosamente, reuniu as duas equipes que conquistaram o título nas duas últimas temporadas. Macaé foi o campeão regional em 2010. Em 2011, Rio das Ostras ficou com a taça depois de eliminar Macaé na semifinal.
O Macaé foi campeão com Diego, Bichara, Eric, Fabiano Ribeiro, Fabiano Roseira, Adrianinho, Flipinho, Anderson, Jair, Rafael, Cleyton e Henrique. O técnico é Cláudio Márcio, o "Cacau" e contou com o apoio da comissão técnica composta pelo Jomar Schuwartz "Bicudo" (auxiliar técnico), Alexandre Adolfo (atendente), Alahece Lúcio Gessario (preparador de goleiros), Iran Moreira (fisioterapeuta), Janerson Bandeira (fisioterapeuta) e Diego Silva de Souza (supervisor).

Macaé reassume a liderança na Terceirona

www.ganhe.lucroextra.com 

O Leão Tricolor começou o returno do Campeonato Brasileiro da Terceirona goleando o atual vice-campeão gaúcho. Na tarde deste sábado (1º), o Macaé fez 4x1 no Caxias, em jogo realizado no Estádio Moacyrzão e assumiu provisoriamente a liderança do Grupo B, com 17 pontos. Além disso, o Leão conquistou contra a equipe de Caxias do Sul a vitória de número 200 de sua história. Em 439 jogos oficiais, desde a profissionalização em 1998, o Macaé ainda empatou 109 vezes e foi derrotado em 130 duelos.
Na vitória macaense foram dois gols marcados por Jones, Zambi e Osmar. Everton Garroni fez o gol de honra. Mas, o principal destaque da partida foi o meia Norton, "Penetrinha" que deu três assistências e participou dos quatro gols do Leão. No jogo do turno, o prata da casa havia marcado dois gols na também goleada por 4x0 em pleno Estádio Centenário. O atacante Zambi, artilheiro do Macaé Esporte na competição, com seis gols, fez os outros dois na região serrana gaúcha.
Jogando em casa para um pequeno publico, o Macaé começou pressionando, sem dar espaço para os visitantes. Mesmo com o jogo truncado, o Macaé chegou ao primeiro gol aos 16min. Norton tentou centrar pela direita, a bola desviou na zaga e sobrou para Daniel cruzar na medida para o atacante Jones marcar de cabeça, se antecipando ao goleiro Paulo Sérgio. Aaos 33, o Caxias teve um gol bem anulado do volante Everton Garroni, completando de cabeça após a cobrança de falta de Badé, pela direita.
No minuto seguinte, o Leão ampliou o placar. Norton fez ótimo lançamento para Jones. O atacante saiu na cara do gol e bateu na saída do goleiro. E o Macaé não deu tempo para o time grená assimilar o golpe. Logo aos 37, Norton escorou um cruzamento vindo da esquerda para Zambi dominar e chutar forte marcando o terceiro gol do Macaé. Quando tudo indicava que a primeira etapa terminaria assim, o Caxias descontou com Everton Garroni.
Para a segunda etapa, as duas equipes voltaram com modificação. No Macaé, o capitão Gedeil deixou o campo com um grande hematoma na perna direita. Osmar entrou em seu lugar e o meia Wallacer assumiu a braçadeira. O Caxias voltou mais motivado, esboçando uma reação. Mas, aos 13min, Osmar tratou de acabar com a empolgação do time caxiense usando a cabeça, após cobrança de escanteio de Norton, pela direita.Osmar escreveu 4x1 no placar do Moacyrzão.
O Caxias, que estreava o técnico Picoli, sentiu e daí para frente o jogo esfriou e as chances para os dois lados praticamente acabaram. O time grená teve uma boa chance de gol aos 22, desperdiçada pelo Rafael Santiago, ao receber a bola livre de marcação, e ao tocar de calcanhar mandou para fora, O Macaé tpassou a tocar a bola esperando o tempo passar até que o apito do árbitro encerrou a partida.
Estreia na Copa Rio diante do Quissamã
A partir desta semana, o Macaé voltará as atenções também para a Copa Rio, que dá uma vaga na Copa do Brasil em 2013. E a estreia do Leão será na quarta-feira (4), às três da tarde, contra o Quissamã, no Estádio Carneirão. Pela Terceirona do Brasileiro, a equipe volta a campo no próximo sábado (8), às quatro da tarde, contra o Tupi, em Juiz de Fora.
Macaé: Luis Henrique; Daniel, Diego, Vagner Eugênio e Edu Pina; Gedeil (Osmar), Wagner, Norton (Sandro) e Wallacer; Zambi e Jones (William). Técnico: Toninho Andrade. Caxias: Paulo Sérgio; Alisson, Jean, Lino e Badé (Marcos Paulo); Umberto, Mateus, Garroni (Diogo Roque) e Diego Torres (Marcelo Pastel); Juba e Rafael Santiago. Técnico: Edemar Picoli. O árbitro foi Devarly Lira do Rosário (ES), auxiliado por Frederico Soares Vilarinho e Ricardo Vieira Rodrigues, ambos da Federação Mineira.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Macaé faz jogo-treino contra o Serra no Moacyrzão

Roberto Marcelino

 www.ganhe.lucroextra.com

Após encerrar o turno da Terceirona do Brasileiro na vice-liderança do Grupo B, com 14 pontos, o Macaé Esporte também começa a voltar as atenções para a disputa da Copa Rio, competição estadual que terá início neste fim de semana e que dá uma vaga na Copa do Brasil em 2013. A estreia do  Leão Tricolor ,  entretanto, será no próximo dia 5 de setembro, contra o Quissamã, atual campeão da Segundona Carioca, no estádio Carneirão, na Terra do Côco.
E para dar ritmo aos jogadores que vêm tendo menos oportunidades na Terceirona do Brasileiro, a comissão técnica decidiu realizar um jogo-treino contra o Serra Macaense nesta terça-feira (28), às três da tarde, na sede campestre do Clube dos Empregados da Petrobras. O técnico Toninho Andrade também “convocou” vários atletas da equipe de juniores para completar o elenco do Leão. A atividade terá duração de dois tempos de 40 minutos.
Para o derby contra o Serra Macaense, o tecnico Toninho Andrade mandará a campo uma equipe mesclada, formada por atletas que pouco atuaram na Terceirona com alguns juniores. O apoiador Danilo, recém-chegado de Portugal, após um ano de empréstimo ao Académica de Coimbra, é um dos destaques do Macaé no amistoso. O jogador aguarda ser regularizado na CBF para poder reestrear com a camisa do Leão Tricolor.
O Macaé Esporte deverá disputar o jogo-treino com Rerysson; Edson, Ramon, Vagner Eugênio e Elton; Dudu, Osmar, Sandro e Danilo; Ricardinho e William. Na Copa Rio, o Macaé integra o Grupo A, que tem além do Quissamã, Goytacaz, Resende e Duque de Caxias. Já o Serra Macaense aestá no Grupo C, formado também pelo Americano, Audax Rio, Barra da Tijuca e Volta Redonda. 

Ganhe uma renda extra, semanal, mensal ou anual, postando anuncios na internet, 15 por dia. Acesse www.ganhe.lucroextra.com

terça-feira, 31 de julho de 2012

Quissamã é a novidade para o Cariocão 2013

Roberto Marcelino


O Quissamã é um clube de futebol da cidade de Quissamã, no estado do Rio de Janeiro, que tem por objetivo principal fomentar o desenvolvimento das práticas esportivas como forma de inserção social, contribuindo para o pleno desenvolvimento e formação de crianças e adolescentes.
O clube foi fundado em 05 de janeiro de 1919, onde até meados de 2006 atuou apenas de forma amadora em campeonatos locais e regionais destacando os títulos da Liga Macaense de Desportos nos anos de 1949 e 1952.
 Em 2004 o clube estreou no profissionalismo somente com atletas do município como laboratório sendo apenas o vigésimo terceiro. Em 2006 o clube voltou em definitivo ao profissionalismo, bem estruturado sendo o 14º colocado no Campeonato Estadual da Terceirona de Profissionais do Rio de Janeiro.
Em 2007, foi terceiro colocado no Campeonato Estadual da Terceirona. Em 2008, foi quarto colocado na Copa Rio e campeão da Terceirona, sendo promovido à Divisão de Acesso à Elite. Além do título de campeão, o “Quissa” também teve o artilheiro do Campeonato com 20 gols, o atacante Fabrício.
Em 2009, foi quarto colocado na Segunda Divisão de Profissionais e terceiro colocado na Copa Rio. Em 2010, o clube brigou até as últimas rodadas pelo acesso mais acabou por um ponto ficando como terceiro colocado da Segundona. Em 2011, o Quissamáquina, com um time formado por jogadores remanescente e que tinha como objetivo apenas se manter na Segundona, quase beliscou o título, terminando em terceiro lugar. Em 2012, não teve jeito, o Quissamã mandou durante todo o Campeonato, sempre nas duas primeiras colocações e não perdeu para ninguém no Moacyrzão. Na vitoria que valeu o título inédito, o Quissa meteu dois “cocos” no Barra Mansa.
Para a estréia no Carioca, um novo estádio será construído. Mas se houver tempo, o Quissamã mandará seus jogo em Macaé ou Campos. As torcidas Família e Camisa 12 prometem acompanhar o time seja qual for o estádio.

Voltaço ganha a primeira na Quarteirona do Brasileiro


Apoiado por 125 fieis torcedores, o Volta Redonda conseguiu a primeira vitória na Quateirona do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (29), o Tricolor de Aço derrotou o Aracruz por 1x0 no Estádio Raulino de Oliveira. Agora o Voltaço tem quatro pontos na competição após seis rodadas disputadas e deixou a lanterna.
Matheus Amaroso, que está emprestado pelo Palmeiras B, fez o gol único aos 38 minutos do primeiro tempo, aproveitando grande jogada de Peterson, que driblou o goleiro e deixou o Amoroso na cara do gol.
Na próxima semana, o Volta Redonda folga e volta a campo apenas no dia 11 de agosto, contra o Guaranii, em Divinópolis/MG. Restam três jogos para a equipe na primeira fase
Volta Redonda: Artur, Josimar (Serginho), Marcelo, Luan e Myler; Eder, Manteiga, Alex Faria (Pedto) e Diego Sales (Gilcimar); Peterson e Amoroso. Técnico: Elson Roberto. Aracruz: Hiran; Ney, Marcio Costa e Fernando Alves; Léo, Léo Gonçalves, Fernando Viana (Alex Aquino), Glauber e Ayrton (Gilmar); Thiago Amaral e David Denner (Maicon). Técnico: Moreno. O árbitro foi Marcelo Aparecido de Souza, auxiliado por Alberto Polleto Macieira e Daniel Luiz Marques, todos da Federação Paulista.
Madureira perde a invencibilidade na Terceirona
O Tricolor Suburbano sofreu dois gols no inicio das duas etapas e acabou derrotado por 2x0 pelo Caxias, na tarde deste domingo (29), no Estádio Centenário, no Rio Grande do Sul. O jogo valeu pela 5ª rodada. Mesmo com a derrota, o Madura ainda é líder do grupo B com os mesmos dez pontos do Caxias, mas a equipe carioca tem dois gols de saldo contra um dos gaúchos.
Logo aos 7 minutos, Diniz cobrou escanteio, a zaga carioca afastou mal e a bola sobrou para Rafael Santiago que aproveitou e mandou na rede. Em seguida, Diniz desperdiçou boa chance de fazer o segundo gol. O meia saiu na frente de Marcio, mas bateu em cima do goleiro que evitou o gol.
No inicio do segundo tempo, o Madureira tomou uma ducha de água fria. Aos 2 minutos, após cruzamento para área, Adriano tentou de bicicleta e pegou mal na bola, que sobrou para Diniz  ampliar o placar. Aos 7 minutos, quase saiu o terceiro. Diniz bateu a queima roupa e Marcio fez uma grande defesa.
Aos 24 minutos, Diniz tentou surpreender cobrando escanteio fechado e Marcio tirou de soco impedindo o gol olímpico. No fim, o Caxias administrou o jogo e passou a tocar para segurar o resultado. Abatido, o Madureira não tinha forcas para reagir e o jogo acabou 2x0 para a equipe gaúcha.
Na próxima rodada, marcada para sábado (4), às três da tarde, o Madureira fará o duelo carioca contra o Macaé, no Estádio Aniceto Moscoso.
Caxias: Paulo Sérgio; Michel, Jean, Lino e Mateus; Umberto, Diogo Roque (Tiago), Garroni e Diniz (Badé); Rafael Santiago (Diego Torres) e Adriano. Técnico: Mauro Ovelha. Madureira: Márcio, Tamaré, Pessanha, Zé Carlos e Zeca; Gilson, Rodrigo Souza, Caio Cezar (Paulo Victor) e Michel Santos; Derlei e Bruno Luiz (Jairo). Técnico: Luis Cláudio. O árbitro foi Leandro Junior Hermes, auxiliado por Luciano Roggenbaum e José Carlos Dias Passos, todos da Federação Paranaense.



Serrinha é vice-campeão Estadual de Juniores


 Roberto Marcelino
O único título na história do Serra Macaense é o de campeão Estadual da Terceirona de Futebol Junior. E por muito pouco o Serrinha não conquistou mais um, desta vez pelo Estadual da Segundona. Derrotou o Artsul por 1x0, na tarde deste sábado (28), no Municipal do Frade, com gol de Pagode.
Terminou a competição com a mesma pontuação do America, e no critério de desempate perdeu na quantidade de vitórias. Para ser campeão, além de vencer, o Serra ainda dependia de um tropeço do America, que derrotou o Céres por 3x0 e ficou com o título de campeão.
A campanha do alviverde macaense teve 29 vitórias, nove empates e apenas quatro derrotas. O próximo desafio da garotada será o torneio OPG, com estreia no dia 9 de setembro contra o Flamengo. Existe ainda a possibilidade do elenco participar de um torneio na China no mês de agosto, a ser confirmado pela diretoria do clube. Alguns desses garotos serão promovidos ao time profissional para a disputa da Copa Rio, entre eles, o atacante Raphael "Índio", artilheiro da competição com 20 gols.
America goleia o Ceres em Bangu


Com gols de Igor, Cazuza e Albertiny o diabinho derrotou o Ceres por 3x0 na tarde deste sábado (28), no estádio João Francisco dos Santos, em Bangu, pela última rodada do Campeonato Estadual da Segundona de Futebol Junior e conquistou o título da categoria. O time rubro chegou aos 49 pontos ganhos, mesma pontuação do Serra Macaense, mas por ter maior número de vitórias (16 contra 15), ficou com a taça de campeão.
No próximo sábado (4), às onze da manhã, no estádio Giulite Coutinho, em Edson Passos, o América irá receber o Fluminense, campeão Estadual de Juniores na Primeirona, na partida que irá marcar a entrega das faixas dos campeões.
Ceres: Leandro, Maiquinho, Maycon, Wellington e Hugo; Aroldo (Luan), Jorge, Jersinho e Vinícius; Renan (Arthur) e Yan (Elias). Treinador: Osmar Coaracy.  América: Bernardo, Formiga, Victor Coisa, Pit e Iury; João Pedro, Paulo Ricardo (Paulo Victor), Matheus e Igor (Bruno); Victor Moraes (Albertiny) e Cazuza. Treinador: Luciano Melo. O árbitro foi Christiano Gayo Nascimento, auxiliado por Alessandra Agra Amorim e Patrícia Silveira.
Nos outros jogos desta última rodada: Portuguesa 3 x 1 Sampaio Corrêa, no Lourival Gomes de Almeida; Audax Rio 4 x 0 São Cristovão, na Figueira de Melo; Tigres do Brasil 2 x 1 Goytacaz, no Arizão e Quissamã 1 x 1 Barra Mansa, no Carneirão.
Na classificação final do Grupo C: 1º América, 49 pontos (vitórias: 16); 2º Serra Macaense, 49 (vitórias: 15); 3º Portuguesa, 43; 4º Audax Rio, 41; 5º Goytacaz, 37; 6º Tigres do Brasil, 36; 7º Barra Mansa, 32; 8º Artsul, 30; 9º Sampaio Corrêa, 21; 10º Quissamã, 16; 11º São Cristovão, 15 e 12º Ceres, 8 pontos.




quarta-feira, 4 de julho de 2012

PASSANDO PRA GALERA

O árbitro da Federação Paulista de Futebol, Leandro Bizzio Marinho, além de relatar na súmula do jogo Madureira 1x0 Brasiliense, tudo o que aconteceu de relevante com a bola rolando, fez críticas aos vestiários do Aniceto Moscoso. Leandro, informou sobre o gramado do Estádio, considerando regular e ainda registrou que a descarga sanitária não estava funcionando, e que o chuveiro elétrico não estava funcionando, tendo os árbitros que tomar banho com água fria.    REPASSANDO    As meninas do futsal de Quissamã bateram um bolão nas quartas de finais das Olimpíadas Escolares, disputadas no final de semana, no ginásio poliespotivo, na Terra do Côco. As alunas do Ciep Dr. Amílcar Pereira da Silva golearam por 15 a 0, o Colégio Estadual Raimundo Magalhães, de São João da Barra. Com a vitória, o timaço de Quissamã vai disputar a semi-final, contra a Escola Técnica Triângulo, prevista para o próximo sábado (7), no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Confiante, o técnico Hiller Franco está otimista em conquistar o título inédito, após quatro anos de participação nas Olimpíadas Escolares. Mas será preciso vencer a disputa deste sábado contra as cariocas, e depois brigar pela taça de campeão, provavelmente no dia 15 de julho, no Rio. As meninas do vôlei também ganharam as quartas de finais, por dois sets a zero, no último domingo, em Mesquita, na Baixada Fluminense. Em 2011, o time de vôlei e de futsal ficaram em 3º lugar.     REPASSANDO    O Madureira fez um joguinho treino contra os reservas do Flamengo na tarde desta terça-feira (3), e venceu pelo placar de 2x1, no Ninho do Urubu, em Vargem Grande. No primeiro tempo, o Tricolor Suburbano fez 1x0 aos 41 minutos, com Bruno Luiz. Aos 16, na etapa final, Jefferson, de voleio, fez 2x0 e Fabiano Oliveira, aos 28, diminuiu para o Flamengo. O técnico Luis Cláudio iniciou a atividade com o time considerado titular, que pretende manter para o segundo jogo da Terceirona do Brasileiro, no proximo domingo (8), às quatro da tarde contra o Duque de Caxias, no Marrentão, com: Marcio, Diego Renan, Zé Carlos, Pessanha e Zeca; Gilson, Rodrigo Lindoso, Rodrigo e Carlinhos; Derlei e Bruno Luiz.      REPASSANDO      O Nova Iguaçu vai aprimorar ainda mais seus treinos visando a disputa da Copa Rio, com inicio previsto para setembro. Com uma equipe bem diferente daquela que disputou o Campeonato Estadual deste ano, o técnico Leonardo Condé poderá contar com uma boa base dos jogadores do time de juniores, vice-campeões estaduais da categoria. A estreia do Laranja Iguaçuano será em casa, no dia 1° de setembro, diante do Bangu, atual vice-campeão da Taça Rio. Campeão em 2008, o Nova Iguaçu vai para a competição em busca da vaga na Quarteirona do Brasileirão-2013 ou da Copa do Brasil-2013. O clube da Baixada Fluminense está no Grupo D ao lado de Bangu, Boavista, Friburguense e América.    REPASSANDO     Em jogo-treino disputado na tarde desta terça-feira (3), o Duque de Caxias derrotou o Fluminense por 3x1, nas Laranjeiras. As duas equipes atuaram com reservas, mas o time tricolor utilizou alguns de seus astros, como o meia Thiago Neves e os atacantes Marcos Júnior e Rafael Moura. No primeiro tempo, o Duque abriu o placar logo aos quatro minutos com o atacante Bruno Veiga. Na etapa complementar, Marcos Júnior empatou e o Flu ainda perdeu um pênalti cobrado pelo Rafael Moura e defendido por Jefferson. O Tricolor da Baixada fez mais dois com João Carlos e Mineiro. Agora, as equipes aproveitam o restante da semana para as partidas do Brasileirão. O invicto Fluminense faz o clássico com o Flamengo, domingo, no Engenhão, às quatro da tarde, e no mesmo dia e horário, o Duque recebe o Tricolor Suburbano, pela Terceirona, no Marrentão.    REPASSANDO     O duelo dos lanternas, pelo Grupo C da Terceirona Carioca, nesta quarta-feira (4) entre Serra Macaense x Rio Branco não tem muita graça. Porém a preliminar às 13h é imperdível. O Serrinha encara o líder America, e a diferença é de apenas três pontos. Uma vitória colocará o Serra de vez, na briga pelo título de bi-campeão nesta categoria. O técnico Julio Cesar está confiante e a garotada otimista em exorcizar o diabinho. Vamos todos ao Moacyrzão. .








sexta-feira, 29 de junho de 2012

Macaé vai estrear na Terceirona do Brasileiro

Roberto Marcelino

Desde a segunda-feira (25) havia a especulação de que a bola rolaria neste fim de semana, e muitos duvidam, porém a CBF confirmou inclusive a estreia do Macaé para este domingo (1º), contra o Caxias, mantendo a tabela original. Foram mantidos 20 clubes, divididos em dois grupos de dez, nesta primeira fase.
A bola já deveria está rolando desde o dia 27 de maio, mas o inicio da competição foi suspensa as  e disputas judiciais, provocadas pelo Treze/PB e pelo Brasil/RS, que acionaram a Justiça comum para tentarem garantir suas vagas no torneio após perderem o julgamento da causa na esfera desportiva. Em consequência paralisou a Quarteirona e a Terceirona.
Se fosse cumprido as normas da CBF e da Fifa, os clubes que recorreram à Justiça comum para tratar de questões desportivas, teriam sofrido as penas previstas, entre elas a desfiliação e o Campeonato já estaria na quinta rodada. Semana passada teve início a Quarteirona e agora será a vez da Terceirona, com jogos no sábado (30), domingo (1º) e segunda-feira (02), provavelmente para atender um pedido da TV.
Desde o início da manhã desta quinta-feira (28), a cúpula da CBF esteve reunida tentando encontrar uma solução para o impasse, e os clubes ficaram de sobreaviso. A entidade decidiu que o Rio Branco/AC será mantido na Série C e fez um depósito em juízo de R$ 2,48 milhões para o Treze/PB até que o mérito da ação seja julgado em definitivo, atendendo a uma decisão da Primeira Vara Cível da Comarca de Campina Grande, que exigia a inclusão do Treze na competição.
Nesta sexta-feira (29), às 13h30, Treze/PB e Brasil/RS serão julgados pela Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por terem desrespeitado o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) ao ingressarem na Justiça Comum reivindicando a participação na Série C do Brasileiro após perderem suas causas na esfera desportiva.
Com o fim da "novelinha", o Macaé fará a sua estreia na competição no domingo (1º), às sete da noite, contra o Caxias, no Estádio Francisco Stédile, em Caxias do Sul.
Se não houvesse o adiamento do inicio da competição, o Macaé estaria ganhando entrosamento e condicionamento físico nas rodadas iniciais, pois não houve tempo suficiente para montar o time após o Carioca. Ainda bem que os amistosos serviram para mostrar os erros que não podem ser cometidos nos jogos oficiais. Mas a indefinição estava desmotivando o torcedor e provocando uma ansiedade muito grande, tanto nos jogadores, quanto na comissão técnica e direção. "É verdade que ganhamos um pouco mais tempo de preparação e, com isso, conseguimos realizar seis jogos-treinos. Além disso, deu para o time ganhar mais entrosamento. Vamos brigar por título ou uma das vagas de acesso, que é o nosso maior objetivo", disse o técnico Toninho Andrade.
Baseado nos amistosos, o time que deve iniciar contra o Caxias, provavelmente será o mesmo que derrotou o Aracruz por 2x1 e depois perdeu para o Duque de Caxias por 2x0, ambos no Moacyrzão. Esse mesmo time, em o Norton, que ganhou a condição titular durante os amistosos, também perdeu para o Friburguense, por 2x0, no Eduardo Guinle, no dia que seria a estreia do Macaé contra o Caxias, atual vice-campeão Gaúcho.
Os outros jogos do Grupo B, terão bola rolando no sábado (30), às três da tarde, com Madureira x Brasiliense, no Aniceto Moscoso; às três e meia, Santo André x Chapecoense, no Hermínio Ometto; e às quatro da tarde, Tupi x Duque de Caxias, no Mario Helênio e Vila Nova x Oeste, no Serra Dourada.
A primeira rodada do Grupo A começará no domingo (01/07), às quatro da tarde, com Santa Cruz x Guarany, no  Arruda; às quatro, Cuiabá x Icasa, no Presidente Dutra; às cinco, Fortaleza x Águia de Marabá, no Presidente Vargas; às sete e meia, Rio Branco x Salgueiro, na  Arena da Floresta e será concluída na segunda-feira (02) com Paysandu x Luverdense, às oito e meia da noite, na Curuzu.

domingo, 24 de junho de 2012

Quissamã perde para o Goytacaz mas continua líder

O que todos temiam na Terra do Côco, aconteceu em Campos. Neste sábado (23), o Quissamã foi derrotado pelo Goytacaz, por 2x1, no Aryzão, em jogo valido pela segunda rodada do returno da última fase do Estadual da Segundona de Profissionais do Rio de Janeiro. Além de ter um jogador expulso, o Quissa sofreu o segundo gol de pênalti. Apesar da derrota, o Quissamã permanece na liderança, beneficiado pela derrota do Audax Rio para o Ceres.
Mas agora, o Quissamã tem outros perseguidores, separados por apenas dois pontos. O São João da Barra recebeu o Tigres do Brasil no Estádio Sazinho, e com o gol no último minuto, o tricolor venceu por 2x1, chegando aos 24 pontos, mesma pontuação do vice-líder, Audax Rio, mas permanece em terceiro, por ter menor saldo de gols no critério de desempate.
Ainda neste sábado, o Ceres derrotou o Audax Rio por 2x0, no João Francisco dos Santos e o Sampaio Corrêa perdeu de 2x1 para o Artsul, no Lourival Gomes de Almeida.
Na classificação atualizada do Grupo C: 1º Quissamã, 26 pontos; 2º Audax Rio, 24 (saldo: 8); 3º São João da Barra, 24 (saldo: 6); 4º Goytacaz, 24 (saldo: 3); 5º Ceres, 21; 6º Portuguesa, 20; 7º Artsul, 15; 8º Tigres do Brasil, 14 (saldo: 0); 9º Sampaio Corrêa, 14 (saldo: -6); 10º Barra Mansa, 13; 11º Rio Branco, 9 e 12º Serra Macaense, 7 pontos.
O fechamento desta segunda rodada será neste domingo (24), às três da tarde, com Rio Branco x Portuguesa, no Sazinho, em São João da Barra e Serra Macaense x Barra Mansa, no Moacyrzão, em Macaé.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Ex-jogador do Quissamã reforçará o Flamengo no Brasileiro

Roberto Marcelino
O volante Amaral que foi um dos destaques do Nova Iguaçu no Campeonato Carioca deste ano se apresentará segunda-feira na Gávea e poderá ser contratado pelo Flamengo para o Campeonato Brasileiro. O jogador que estava praticamente certo para reforçar o Boa Esporte de Minas Gerais, na Terceirona, ficará por empréstimo no clube rubro-negro até o fim do ano, para atender uma carência do elenco após a saída de willians. Ainda vai depender dos exames médicos, que serão realizados na próxima segunda-feira, e a aprovação de Joel Santana. se depender da condição atlética, Amaral já é do Mengão.

Amaral no Laranja da Baixada

Maurício Azevedo Alves, o popular Amaral, ganhou projeção no Nova Iguaçu, onde chegou juntamente com o lateral esquerdo Bruno Cortês, após se destacar no Quissamã. Natural de Rio das Ostras, o garoto criado em Cantagalo, passou pelas categorias de base do Vasco e chegou a desistir do futebol, passando a exercer a função de ajudante de pintor com um tio em Quissamã. Teve uma nova oportunidade com o técnico Paulo Henrique, conquistou a acesso à Segundona do Rio e depois de pronto para uma nova carreira profissional aceitou o desafio de disputar a elite do Carioca pelo Nova Iguaçu. Em duas temporadas foi titular absoluto, e agora vai reencontrar o Paulo Henrique (Filho) na Gávea, que na Terra do Côco foi o seu gerente de futebol e no flamengo é técnico nas categorias de base.
Amaral tem 24 anos, completados no dia 1º de maio, e está no Nova Iguaçu desde 2011. No Estadual deste ano, fez 16 partidas e foi titular durante toda a trajetória do clube da Baixada Fluminense, que conquistou o Troféu Edilson Silva e terminou na nona colocação na classificação geral. O volante seguiria os passos do lateral-esquerdo Cortez, com quem jogou no Quissamã, entre 2009 e 2010. Os dois atuaram juntos até o Estadual da Segundona de 2011, quando Cortez foi para o Botafogo - chegou a seleção Brasileira e hoje está no São Paulo. Amaral também faria um caminho parecido com o do volante Airton, que se transferiu do Nova Iguaçu para o Flamengo em 2008.
Amaral no Estadual da Segundona pelo Quissamã.
O Quissamã está se especializando em formar jogadores. Além do Cortês e do Amaral, o Quissamaquina, que este ano é outra vez apontado como um dos favoritos ao acesso à Elite do futebol carioca, no ano passado revelou o meia Danilo, que após disputar o Crioca pelo Macaé Esporte, foi jogar no academico de Portugal. O proprio Paulo Henrique, atual técnico do Quissamã, foi lateral esquerdo do flamengo e da Seleção Brasileira na Copa do Mundo.
Maurício Azevedo Alves, o AMARAL, nasceu no dia 01/05/1988, em Rio das Ostras (RJ). Tem 1,75m de altura e pesa 80kg. Seus clubes: Quissamã (2007-2010) e Nova Iguaçu (2011-2012).

www.polishop.com.vc/masterfacil  Acesse e confira oportunidades de compra ou torne-se um Empreendedor Polishop.


quinta-feira, 22 de março de 2012

Técnico centenário faz aniversário no comando do Macaé

Na histórica vitória por 3x1 sobre o Fluminense, em Moça Bonita, o técnico Toninho Andrade completou 100 jogos oficiais pelo Macaé, somando-se as três passagens pelo clube. E, nesta quarta-feira (21), o treinador completou um ano de trabalho ininterrupto no comando do Leão Tricolor. Toninho assumiu o time em 21 de março de 2011, curiosamente após ter vencido o próprio Macaé quando era o tecnico do Americano, e restavam quatro rodadas para o término da Taça Rio. Agora ele tem a chance de levar o Macaé a uma inédita semifinal de returno, mas ano passado o treinador encontrou o clube na zona de rebaixamento.
Toninho que já havia livrado o Americano do rebaixamento em 2010, relembrou como manteve o Macaé na elite do futebol carioca. "Na minha reestreia, perdemos para o Resende, mas depois conseguimos vencer o Boavista e garantimos a permanência na Série A com os empates contra o América e o Flamengo. Agora, o quadro é inverso. Temos quatro jogos para tentarmos uma inédita classificação às semifinais. Não será fácil, mas vamos lutar", prometeu Andrade.
Nesta última passagem, Toninho Andrade comandou o Macaé em 39 partidas, com 19 vitórias, oito empates e 12 derrotas. O aproveitamento é de 55,6%. No período, o Leão marcou 66 gols e sofreu 57. No geral, foram 100 jogos oficiais do treinador, com 51 vitórias, 18 empates e 31 derrotas (rendimento de 57%), com 168 gols a favor e 131 contra. A primeira passagem de Toninho Andrade pelo Macaé foi em 2006, com a conquista do vice-campeonato Carioca da Segundona. Ele retornou três anos depois e recolocou o clube na Terceirona do Brasileiro. O trabalho seguiu no Carioca de 2010, onde acabou saindo no início da Taça Rio. Toninho retornou em março de 2011 e completa um ano de trabalho ininterrupto.
Wallacer festeja seu gol no retorno ao Macaé estando há três jogos do centésimo
Último gol do meia pelo Macaé foi em 2009, na vitória sobre o Tupi-MG, em Campos, que recolocou o clube na Terceirona do Brasileiro. Um dos principais nomes do Macaé no Carioca, Wallacer marcou o seu primeiro gol desde que retornou ao clube, em dezembro do ano passado. O apoiador fez o segundo do time na vitória de 3x1 sobre o Fluminense, sábado (17), em Moça Bonita. "Pó Royal", único prata-da-casa titular da equipe, está a três jogos de completar 100 exibições com a camisa do Leão Tricolor.
E o jejum de gols já incomodava o meia. Wallacer não marcava pelo Macaé desde o dia 27 de setembro de 2009. Por sinal, um gol histórico, que recolocou o clube na Terceirona do Brasileiro. O camisa 10 fez o da vitória de 2x1 sobre o Tupi-MG, no Godofredo Cruz. Ao fim daquela Série D, após o vice-campeonato, o meia deixou o clube.
Principal revelação do futebol macaense dos últimos anos, Wallacer deixou pela segunda vez a sua marca contra o Fluminense. Naquele mesmo ano de 2009, o meia fez de cabeça na derrota de 3x1, no Maracanã.
Com 25 anos, Wallacer foi revelado pelo Córrego do Ouro, onde apareceu para o futebol na Copa Macaé Sub-17, competição que disputou nos anos de 2002 e 2003. Depois, teve rápidas passagens pelo Vitória-BA e Corinthians, antes de retornar ao município para vestir a camisa do extinto Independente, por duas temporadas (2004 e 2005).
Em 2006, ainda com idade de juniores (19 anos), o meia chegou ao Macaé Esporte e defendeu o clube no Campeonato Estadual da categoria e no Torneio Octávio Pinto Guimarães. A estreia entre os profissionais do Macaé só aconteceu em 15 abril de 2007, na vitória de 2x1 sobre o CAEC, pela Copa Rio.
Neste mesmo ano, Wallacer foi peça fundamental na equipe que conseguiu o acesso à elite do futebol do Rio de Janeiro. O meia disputou dois Cariocas (2008 e 2009) e dois Brasileiros (Série C de 2008 e Série D de 2009) pelo clube. Em 2010, Wallacer vestiu a camisa do Volta Redonda e depois transferiu-se para a Indonésia. No segundo semestre de 2011, defendeu as cores do co-irmão Serra Macaense, no Estadual da Segundona. "Fico feliz em poder reescrever meu nome na história do clube. Na minha primeira passagem, conseguimos dois acessos. Agora, estamos muito próximos de fazer história no Carioca. Temos quatro jogos e quem sabe não beliscamos uma vaga na semifinal", disse o meia Wallacer.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Rosão derruba o Alviverde Serrano em Macaé

Roberto Marcelino

O Rio Branco acabou com a invencibilidade do Serra Macaense em pleno Moacyrzão. Na tarde desta quarta-feira (15), o Róseo Negro derrotou o Alviverde por 2x1, de virada pela quarta rodada do Estadual da Segundona de Profissionais. Anderson Mangangá fez 1x0 Serra, Cachola empatou e Tubarão, aos 44 minutos do segundo tempo, cobrando falta marcou o gol da vitória. 
Estreando o lateral direito Indio, o esquerdo Lohan e reestreando o meia William, o Serra tirou o zero do placar logo aos quatro minutos. Michel tabelou com Anderson, que de letra devolveu, e de pé direito, colocou no ângulo sem defesa para Macula. Após a paradinha tecnica, o centenário clube campista empatou o duelo aproveitando a falha da zaga macaense. Falta cobrada do lado esquerdo, a bola passou por varios jogadores na grande área e sobrou limpa para Cachola apenas empurrar para o gol. 
No intervalo, o técnico Valdo trocou o atacante Wender pelo  João Leandro e um pouquinho depois promoveu a entrada de Paulo no lugar de Loham. O Rio Branco voltou apenas com a alteração do primeiro tempo, com a entrada de Queones em substituição a Rodolfo que deixou o campo devido a uma torção no tornozelo. Durante todo o segundo tempo o jogo foi equilibrado, com poucas oportunidades claras de gol. Mas aos 44, Tubarão cobrou falta pela direita, e em outro falha coletiva, a bola passou por toda a área e estufou a rede. Não deu tempo para mais nada. 
Curiosamente após o apito final, Rodolfo e Queones brigaram em campo e a confusão foi desfeita dentro da pequena área proximo aos portões de entrada do Moacyrzão. Um dos brigões tirou a camisa, possivelmente para não ser punido pela arbitragem, que não viu nada, apesar do quarto árbitro ter sido informado das agressões quando a bola parou de rolar.
Com a vitória o Rio Branco chega aos sete pontos, enquanto o Serra permanece com dois. A rodada que seria realizada no próximo sábado (18), foi adiada pela FERJ para a quarta-feira de cinzas. O Serra enfrentará o Céres, no estádio João Francisco, e o Rio Branco receberá o Mesquita no Godofredo Cruz.
Serra: Junior; Índio, Rodrigo, Marins e Lorran (Paulo); Vandinho, Tiago Pedra, William e Michel (João); Anderson Mangangá e Wender (Cleiton). Técnico: Valdo Cândido. Rio Branco: Macula, Tubarão, Rodolfo(Queones), Caboclo e Leléo (Rodrigo); Jhone, Cajá, Cachola, Bruno Souza; Felipe Argentino e Lennon (Bruno Henrique). Técnico: José Carlos do Amaral.
Touro da Leopoldina venceu a reedição da final da Terceirona de 2011
Jogando fora de casa, o Goytacaz amargou mais uma derrota na Segundona, desta vez perdendo para o Juventus, por 2x0, gols marcados por Diego e Marcelo Cabral, na reedição da final do Estadual da Terceirona do ano passado. Na quarta-feira de cinzas, o mais querido de Campos receberá o Sampaio Correa, no Aryzão e o Touro da Leopoldina irá à Cabo Frio enfrentar a Cabofriense, no Correão. 
Nos outros jogos desta quarta rodada, o Quissamã derrotou o São Cristóvão por 2x0, no Carneirão, manteve a liderança e a invencibilidade em seu Grupo; o America ganhou do Angra por 2x1, no Giulite Coutinho; o Sampaio Correâ empatou com o debutante Imperial, sem balançar a rede no Lourival Gomes; o tigres sofreu para derrotar o Barra Mansa por 3x2 no pessimo gramado em Xerém; o Artsul ganhou do Ceres por 2x1, no João francisco; a Portuguesa ficou no 0x0 com Audax Rio, no Luso Brasileiro e o no resultado mais surpreendente o São João da Barra perdeu por 3x0 para a Cabofriense, com três gols do Têti, no estádio Sazinho.


terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Macaé Sports é só derrota na Superliga Feminina

Roberto Marcelino



O time da capital segue líder absoluto confirmando o favoritismo a conquista de mais um título na Superliga Feminina de Vôlei, enquanto a equipe do Interior continua acumulando derrotas e segurando a lanterna da competição. Nesta segunda-feira (13) o Rio de Janeiro conseguiu a 15ª vitória seguida na Superliga, o escrete carioca venceu o São Bernardo por 3 sets a 0 no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. O Macaé sofreu a 15ª derrota, o esforçado time fluminense perdeu por 3 sets a 0 para o Vôlei Futuro, em São Paulo. 
A brindo a quinta rodada pelo returno o Rio venceu com parciais de 25/16, 25/20 e 25/20, mantendo a liderança isolada da competição, com 44 pontos, em 15 vitórias e uma derrota. A ponteira Régis foi o nome da partida. A jogadora foi a maior pontuadora do confronto, com 18 acertos, sendo 13 de ataque, três de saque e dois de bloqueio, e conquistou o troféu VivaVôlei, sendo eleita a melhor atleta do duelo. 
Na próxima rodada, o time treinado pelo Bernardinho jogará contra o Praia Clube, às 20h, desta quinta-feira (16), no ginásio Sabiazinho, em Uberlândia. A equipe paulista buscará a reabilitação contra o São Caetano, no mesmo dia e horário, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo. 
Como se estivesse apenas cumprindo tabela, o Macaé perdeu com parciais de 25/20, 25/20 e 25/19, permanecendo na última colocação com apenas seis pontinhos, conquistados em uma vitória e 15 derrotas. A ponteira Fernanda Garay teve atuação destacada, sendo eleita a melhor do confronto e ganhando o troféu VivaVôlei. Fernanda foi a maior pontuadora da partida, colocando 14 vezes a bola na quadra do Macaé. 
Agora o Macaé terá uma sequência de três jogos em casa, recebendo o Osasco, Rio de Janeiro e São Caetano respectivamente no Ginásio do Juquinha, buscando ainda a primeira vitória nesta Superliga em Macaé. O primeiro jogo será nesta quinta-feira (16), às oito da noite, contra o temido Osasco. A despedida do Macaé será no dia 2 de março, contra o Mackenzie, em Belo Horizonte. 
Nos outros jogos desta quinta rodada, o Minas se recuperou da derrota para o Sesi-SP na última rodada e venceu o Pinheiros, por 3 sets a 0, com 25/22, 25/17 e 25/19, em 1h24 de jogo, no ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo. A oposto cubana Daymi foi a maior pontuadora do confronto, com 14 acertos. Sua companheira de equipe, a central Fernanda Isis foi eleita a melhor jogadora da partida e foi premiada com o troféu VivaVôlei. 
O Sesi-SP segue reagindo no returno e venceu o Mackenzie, de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 24/26, 25/23, 25/20 e 25/23, no ginásio Vila Leopoldina, em São Paulo. A campeã olímpica Sassá ganhou o troféu VivaVôlei como a melhor jogadora da partida. Mesmo com a derrota, o time mineiro teve a maior pontuadora do confronto, a central Letícia, com 21 pontos. 
E o São Caetano conseguiu a quarta vitória na Superliga ao superar o Rio do Sul, também de virada e no tie break, por 3 sets a 2, com parciais de 18/25, 19/25, 25/17, 25/22 e 15/10, em 2h14 de jogo, no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul. Apesar da derrota, o time catarinense teve a maior pontuadora da partida. A ponteira Ellen marcou 28 pontos. Pelo time do ABC paulista, a central Vivian foi eleita a melhor jogadora do confronto e ganhou o troféu VivaVôlei. 
Nesta terça-feira (14), às nove da noite, o Osasco, segundo colocado na Superliga, terá um grande desafio contra o Praia Clube, que está invicto no segundo turno. O duelo será no ginásio José Liberatti, em São Paulo e será transmitido ao vivo pelo Sportv.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Love pode reestrear no Flamengo em Macaé

Roberto Marcelino


A Capital do Petroleo volta a receber o Flamengo neste final de semana. Neste domingo (12), o Mengão enfrenta o Nova Iguaçu, em  jogo válido pela sexta rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca. A bola vai rolar no Moacyrzão, às cinco da tarde, e neste jogo, o atacante Wagner Love pode reestrear com a camisa rubro-negra, assim como fez Ronaldinho na sua volta ao Brasil.
Será a segunda vez em 2012 que o Flamengo vai atuar no Moacyrzão. No último dia 28 de janeiro, sob o comando de Lopes Jr, o rubro-negro empatou em 0x0 com o Macaé Esporte, pela segunda rodada da Taça Guanabara, deixando a Urubuzada frustrada. Na ocasião, ainda treinado por Vanderlei Luxemburgo, o Flamengo entrou em campo com um time formado totalmente por reservas, já que priorizava a disputa da fase eliminatória da Taça Libertadores da América contra o Real Potosí, da Bolívia. O goleiro Paulo Vitor saiu consagrado como o melhor em campo.
Esta será a quarta partida envolvendo um grande clube da capital no Estádio Municipal nesta temporada. Além do Flamengo, o Vasco também já atuou no estádio. O Trem da Colina estreou na Taça Guanabara derrotando o Americano, de Campos, por 2x0. E na segunda rodada voltou à Macaé e fez 3x1 no Duque de Caxias. Ainda pela Taça Guanabara, o Botafogo também vai jogar no Moacyrzão. O alvinegro enfrenta o Macaé, no próximo dia 18 (sábado de Carnaval), às 16h20. Apenas o Fluminense, entre os grandes clubes do Rio de Janeiro, não vai se apresentar no Estádio, na atual Taça Guanabara.
Em 2011 o Moacyrzão foi a "casa" dos grandes do Rio no Carioca e no Brasileirão
Reinaugurado no dia 05 de agosto de 2010, com a Seleção Brasileira de Máster e o Máster do Flamengo, o Moacyrzão recebeu os quatro grandes clubes do Rio de Janeiro no último Campeonato Carioca. O Botafogo jogou contra Cabofriense e Boavista. O Vasco enfrentou Macaé e Olaria. O Fluminense atuou diante da Cabofriense e do Americano. E o Flamengo jogou contra Americano, Boavista, Resende, Bangu, Cabofriense e Madureira.
O Flamengo também utilizou o Estádio no Campeonato Brasileiro. O clube da Gávea atuou quatro vezes no estádio da Barra de Macaé, contra Avaí, Ceará, Atlético Paranaense e Internacional. O Moacyrzão também foi emprestado ao Duque de Caxias em alguns jogos do Campeonato Brasileiro da Segundona, que não conseguiu jogar naquele tapete, além de ter recebido os jogos do Macaé Esporte pela Terceirona do Brasileiro. O Macaé também conseguiu tropeçar na relva do Moacyrzão e brigou até a última rodada contra o rebaixamento.
Centro de Treinamento para a Copa do Mundo e as Olimpíadas
Macaé está entre as sedes pré-selecionadas para ser Centro de Treinamento durante a Copa do Mundo de 2014. Caso a cidade atenda a todas as exigências do Comitê Organizador e seja, futuramente, escolhida por uma seleção, o Estádio Moacyrzão poderá ser utilizado para treinos e aclimatação durante o Mundial. Recentemente o Estádio também foi pré-selecionado para servir como local de treinamento e aclimatação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Para que o Moacyrzão seja confirmado oficialmente pelo Comitê Organizador dos Jogos, é preciso somante a construção de uma rampa de acessibilidade, o que deve acontecer até o fim do primeiro semestre deste ano. A prefeitura de Macaé, que administra o Moacyrzão, poderia deixar o estádio ainda mais bonito recolocando as cadeiras que vieram do Maracanã.

Vinci e CPSCA preparam os futuros craques em Macaé


Recentemente fundada em Macaé, a Vinci Sports começou a disputar os torneios de futebol em outros Estados, saindo do município. Entre os dias 16 e 23 de Janeiro a Vinci Sports disputou a Copa Ecológica do Mercosul de Futebol de Categorias de Base. A equipe macaense disputou a competição nas categorias 96 e 97 sendo a única representante do estado do Rio de Janeiro, em uma competição disputada por representantes de oito estados e equipes do Paraguai e do Chile.
Na categoria 97, a Vinci Sports ficou em 4º lugar dentre as 32 instituições participantes, perdendo a vaga na final na disputa de tiros livres da marca do pênalti para o San Lorenzo, do Paraguai. Já na 96, a campanha do representante carioca foi encerada nas quartas de final para a equipe que venceu a competição, o Ajax , de São Carlos. Segundo o treinador das equipes, Luis Carlos Mendes de Oliveira, o popular Quarenta, antes da competição a meta era classificar ambas as equipes para as quartas de finais. "Na 96 conseguimos o objetivo e ainda na 97 conseguimos chegar entre os quatro melhores, o que nos deixa muito orgulhosos”.
A Vinci Sports está realizando seus treinamentos no campo do Instituto Federal Fluminense (antigo CEFET), nas categorias Sub-11,13,15 e 17. Interessados, entrar em contato com Bruno (22) 81083866 ou Quarenta (22) 98113140.
CPSCA será Macaé Esporte no Estadual Embalados pela conquista da Copa Nacional em Pinheiros, no Espírito Santo, o Centro de Promoção Social Crianças do Amanhã segue treinando no Complexo Esportivo das Malvinas para representar o Macaé Esporte no Carioca Sub 15. Na quinta-feira (9), o time infantil do CPSCA realizou um jogo amistoso contra o juvenil do Macaé Esporte, que está treinando para a disputa da Copa Rio Sub 17 e o Campeonato Estadual. Segundo Fabiano Mourinho, a base do time Sub 17 do Macaé, treinado pelo Jeová Ferreira, é formada por garotos que jogavam no CPSCA em 2011. Qualquer menino nascido em 1997 ou 1998, e que queira fazer um teste, basta procurar o Fabiano Mourinho na Malvina. Sendo aprovado o atleta será integrado ao grupo que irá jogar pelo Macaé no Estadual Sub 15.

Carroça da Usina empatou com o time da Terra do Côco


A terceira rodada pelo Campeonato de Futebol da Segundona de Profissionais começou neste sábado (11) com a bola rolando em cinco jogos pelo Estado do Rio. Destaque para o São João da Barra, que foi a Campos e derrotou o Goytacaz, por 2x1, dentro do Aryzão. Com esta vitória, o técnico Manoel Neto, considerado o "Rei do Acesso" e atual campeão com o Bonsucesso, continua invicto.
Outro jogão aconteceu no estádio Carneirão, com o Carapebus empatando em 2x2 com o Quissamã. O mando de campo era do Carapebus, no entanto o seu estádio Antonio Gomes Viana e a outra opção que seria o estádio de Ubás, não foram aprovados e a "Carroça da Usina" foi obrigado a jogar em Quissamã. As duas equipes também empataram em 1x1 pelo Estadual de Juniores, jogando em Silva Jardim.
Na Rua do Gás, o São João da Barra não se intimidou com a pressão da torcida alvianil e buscou o gol desde os primeiros minutos, atacando pelas laterais. Aos 19 minutos, Bruno Faria foi lançado pelo Rondineli e colocou a bola na rede.
Depois da paradinha técnica, o Goytacaz tentou o gol de empate com Dejair, mas a bola parou no goleiro Braz. O São João da Barra foi a frente e ampliou o placar em jogada ensaiada. Rondineli cobrou falta "pingando" a bola na área e Welington Jacaré surgiu entre os zagueiro para balançar a rede. O Goytacaz quase foi para intervalo perdendo por 3x0, a bola chutada pelo Rondineli carimbou o travessão.
Na etapa final, o São João da Barra passou a valorizar a posse de bola e administrar o resultado favorável, enquanto o Goytacaz, revigorado com a entrada do Wandinho no lugar do gordinho Índio, ganhou em movimentação e melhorou sua postura em campo.
O tempo foi passando e o Goytacaz conseguiu diminuir só aos 36 minutos. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Wandinho usou a cabeça e escreveu 2x1 no placar. Nos minutos finais, o técnico Branco adiantou o Goytão em busca do empate, mas do outro lado o "Rei do Acesso", o Manoel Neto passou tranquilidade ao São João da Barra, que teve competencia para segurar o Goytão e garantir a terceira vitória consecutiva.
Goytacaz: Wallace, Paulo Vinícius, Douglas (Gabriel), Kléber e Paulinho, Pavoni e Roni, Jessé e Índio (Wandinho). Técnico: Branco. São João da Barra: Braz, Jonhatan, Ruan, Alan e Wallace, Alex Sassá, Kaíque, Welington Jacaré (Nardo) e Rondinelli, Bruno Farias e Thiago Trindade (Carlos). Técnico Manoel Neto. No apito Rafael Martins Sá.
Nos outros jogos deste sábado, o Angra perdeu de 1x0 para o Sampaio Corrêa, no Jair Toscano de Brito; o Imperial foi goleado por 4x0 pelo Juventus, no Tiezão e o Audax Rio fez 2x1 no America, jogando no Arthurzão. O Teresópolis, que desistiu da competição mas ainda não está oficialmente fora da tabela, perdeu por Win Out para o Ceres, com 3x0 no placar simbólico.
Com estes resultados, no Grupo A, o Quissamã segue líder invicto, com 7 pontos; em 2º Ceres, com 6; 3º Barra Mansa e Carapebus, 4; 5º Rio Branco e Tigres do Brasil, 3; 7º Serra Macaense, 2; 8º São Cristovão, 1; 9º Mesquita, Artsul e Teresópolis, com zero. No B, Audax Rio, lidera com 9 pontos (saldo: 3); em 2º São João da Barra, com 9 (saldo: 2); 3º Goytacaz, Sampaio Corrêa e América, 4; 6º Juventus e Angra dos Reis, 3; 8º Portuguesa, 2; 9º Imperial, 1 e 9º Cabofriense, zero.
Ainda neste sábado (11), às 20h30, a Cabofriense recebe a Portuguesa no Correão. O complemento desta rodada será no domingo (12), com três jogos começando às quatro da tarde. No Godofredo Cruz, Rio Branco x Artsul, em Campos; na Figueira de Melo, São Cristóvão x Tigres, no Rio e no Leão do Sul, Barra Mansa x Mesquita, em Barra Mansa.

Na Superliga Feminina de Vôlei a lanterna é do Macaé


No duelo das duas piores equipes da atual Superliga Feminina de Vôlei, o Macaé Sports mostrou a deficiencia tecnica de sempre e perdeu mais um jogo, desta vez para o Pinheiros, que foi à forra da derrota em São Paulo e sapecou 3x0 sem muito esforço, com parciais de 20/25, 16/25 e 17/25, em 1h21 de jogo, no ginásio Juquinha, em Macaé.
Mariana, do Pinheiros, cravou 13 pontos e foi a maior pontuadora deste jogo. Daniele, também da equipe paulista, foi eleita a melhor em quadra e conquistou o troféu Viva Vôlei. O público já começa a perder a tolerancia com o time, e protesta, deixando o Ginásio ao constatar que a equipe comete muitos erros, principalmente na recepção e no passe.
O Macaé começou o primeiro set dando dois pontos de graça ao Pinheiros. Esboçou uma reação, mas logo foi dominado pelas "fininhas" do time paulista que fechou em 25 a 20, em ritmo de treino. Decepcionados, alguns torcedores foram embora.
No segundo set o Macaé deu a impressão que iria jogar e fez um duelo equilibrado até o nono ponto. Mas voltou a rotina de erros, não passando nem pela rede nas jogadas de ataque, sem que o Pinheiros pressionasse com o bloqueio. Ficou mole e time da Camila Adão fechou em 25 a 16, encaminhando a segunda vitória na competição.
No terceiro set o Macaé já parecia derrotado e assistiu o Pinheiros jogar e vencer por 25 a 17, fechando a partida em 3 sets a zero. O Macaé tentará a primeira vitoria em 2012, e a inédita em Macaé nesta temporada, recebendo o Vôlei Futuro às vésperas do Carnaval. Essa equipe pode entrar para a história do volei macaense, como a pior de todas em uma temporada da Superliga.
Nos outros jogos desta sexta-feira (10), pela quarta rodada do returno, destaque para o Sesi-SP, que foi até Belo Horizonte e derrotou o Minas, por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/22 e 26/24, em 1h42, na Arena Vivo. Com mais três pontos a equipe paulista acumulou 32 na classificação geral, ultrapassando a proria equipe mineira, assumindo a quarta colocação. O Minas, com dois pontos a menos, está na quinta posição.
Apesar da derrota, o Minas teve a maior pontuador da partida. A cubana Herrera acumulou 16 pontos. No Sesi-SP, a ponteira Soninha marcou 14. Michelle foi eleita a melhor em quadra e levou o troféu Viva Vôlei
O próximo desafio do Sesi-SP será na segunda-feira (13), às 20h, contra o Mackenzie, no ginásio do Sesi, na Vila Leopoldina, em São Paulo. No mesmo dia e horário, o Minas enfrentará o Pinheiros, no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo.
Em Uberlândia, o Praia Clube ganhou do Vôlei Futuro por 3 sets a 2, com parciais de 19/25, 25/18, 15/25, 25/15 e 16/14, em 2h11 de jogo, no ginásio Praia Clube. Monique, do Praia, foi o destaque como maior pontuadora e eleita a melhor em quadra. Marcou 27 pontos e conquistou o troféu VivaVôlei.
O São Bernardo perdeu de 3x0 para o Osasco, com parciais de 17/25, 15/25 e 10/25), em 1h05 de jogo, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo. O Rio do Sul perdeu pelo mesmo placar para o Rio de Janeiro, com parciais de 16/25, 20/25 e 23/25, em 1h12 de jogo, no ginásio Artenir Werner, em Santa Catarina. Sheilla, da equipe carioca, foi o destaque com 15 pontos e o trofeu VivaVôlei.
O Mackenzie fez 3 x 0 no São Caetano, com parciais de 25/18, 25/17 e 25/19, em 1h20, no ginásio do Mackenzie, em Belo Horizonte. Ingrid, do Mackenzie, foi a maior pontuadora, colocando a bola no chão 17 vezes e sua companheira de equipe, Priscila Heldes, foi premiada com o troféu VivaVôlei.
Os destaques desta quarta rodada em todos os fundamentosA jovem levantadora Priscila Heldes, de 19 anos, foi a melhor jogadora da quarta rodada do returno da Superliga feminina de vôlei 11/12. Ela foi a mais eficiente no saque, a quinta melhor na defesa e a sétima no levantamento. A oposto Monique Pavão, que trocou Macaé pelo Praia Clube, foi a maior pontuadora da rodada, com 27 pontos na vitória sobre o Vôlei Futuro no tié break. A ponteira Andréia, do Pinheiros, aproveitou a facilidade na vitória da equipe paulista sobre o Macaé Sports, por 3 sets a 0, e ficou com o melhor ataque da quarta rodada.
O Osasco teve três destaques na vitória sobre o São Bernardo por 3 sets a 0. A central Adenízia teve o melhor bloqueio, a ponteira Samara, a melhor defesa, e Camila Brait foi a melhor líbero da rodada.
A levantadora Dani Lins, do Sesi-SP dividiu o posto de melhor na defesa com Samara, do Osasco e a ponteira Sassá, do SESI, teve a melhor recepção. No levantamento, destaque para a experientíssima Fernanda Venturini, do Rio de Janeiro.